Mostrando postagens com marcador Forças Armadas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Forças Armadas. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Secretário adjunto de Defesa Alemão declara que Forças Armadas estão com maior parte de seus equipamentos militares inoperantes


Por: Redação OD
O secretário de Estado adjunto de Defesa Alemão, Peter Tauber, declarou que apenas uma terça parte do equipamento militar colocado em serviço no ano de 2017, pode ser considerado em bom estado ou seja operacional, revela o jornal alemão Stuttgarter Nachrichten. Dos 97 veículos de combate entregues, apenas 38 estão totalmente operacionais, o que representa cerca de 37% do número total. Entretanto, o Exército Alemão tem a intenção de aumentar o índice de prontidão militar para 70%.

domingo, 30 de setembro de 2018

Duzentos e doze novos militares chegam a Roraima para atuar na Operação Acolhida

Militares a Roraima neste sábado (30) — Foto: Força Tarefa Humanitária/Divulgação


Por: Redação OD

Chegaram a Roraima neste sábado dia 29,  212 militares que irão substituir um grupo que já atuava no contingente da Força-Tarefa Logística Humanitária, a Operação Acolhida, no estado. Segundo as Forças Armadas, este é o terceiro contingente a vir para o estado desde março. O militares vieram para Roraima do Comando Militar do Norte (CMN) e do Comando Militar do Nordeste (CMNE). Eles ficam em Roraima até dezembro.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Hacker é flagrado vendendo manuais de drones das Forças Armadas dos EUA na Deep Web



Por: Redação OD
Um hacker, foi flagrado vendendo manuais de manutenção de drones usados exclusivamente pelas Forças Armadas dos EUA na Deep Web. Nas mensagens publicadas em fóruns dedicados a invasão de sistemas e informações sobre segurança, ele exibiu algumas screenshots dos arquivos que possui, pedindo de US$ 150 a US$ 200 por cada material. A primeira publicação sobre o assunto foi feita pelo hacker em 1º de junho e foi detectada pela Recorded Future, uma empresa que usa inteligência artificial e machine learning para detectar o surgimento de falhas de segurança tanto na superfície da rede quanto na Deep Web.

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Acordo da Embraer com a Boeing só teve apoio das Forças Armadas após 'Blindagem' da área de defesa


Por: Redação OD

O acordo entre Embraer Boeing só obteve o apoio das Forças Armadas, após que as tratativas entre as duas empresas caminharam no sentido de "blindar" a atuação da empresa brasileira na área de defesa, que ficou de fora do negócio. A Embraer desenvolve projetos para as três Forças, sobretudo para a Força Aérea, com emprego de tecnologia nacional. Entre eles, destacam-se as aeronaves A-29 Super Tucano, T-27 (Tucano), KC-390 e o Gripen E, que está sendo desenvolvido em parceria com a sueca Saab. Além de equipar a Força Aérea, o Tucano, por exemplo, tem reconhecimento internacional, sendo exportado para vários países. O KC-390 também tem potencial de vendas externas.

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Ministro da Defesa teme interrupção de projetos prioritários das Forças Armadas, por conta dos cortes orçamentários


Por: Redação OD

O ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, admitiu, hoje (4), a possibilidade de as Forças Armadas terem que interromper projetos prioritários devido à falta de recursos para a Marinha, o Exército e a Força Aérea. Mantida a perspectiva de redução da ordem de 23% do nosso orçamento, os projetos estratégicos correm, sim, o risco de ser descontinuados”, disse o ministro, ao participar de audiência pública na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, em Brasília. Entre os projetos em desenvolvimento considerados prioritários, estão a construção dos submarinos convencionais e de propulsão nuclear pela Marinha, a aquisição, pelo Exército, de viaturas blindadas e dotadas de sistemas de armas e proteção; e a compra dos caças de combate Gripen pela Força Aérea.

terça-feira, 26 de junho de 2018

Em 2049 - China será a primeira potência mundial


Por: Swami de Holanda Fontes

Nas últimas décadas, o mundo testemunhou a evolução, na China, de um estado pouco conhecido no mundo ocidental para um dos principais membros do sistema internacional. Com crescente poder nacional e influência externa em expansão, a China define o seu interesse nacional ao defender amplamente uma estratégia para promover o desenvolvimento comum, em vez de apenas criar um ambiente favorável ao seu próprio progresso. No campo econômico, a China é hoje a segunda maior economia e a maior parceira comercial do resto do mundo. O rápido crescimento econômico transformou o país num importante importador mundial de recursos naturais e grande investidor em setores avançados das economias desenvolvidas.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Atuação das Forças Armadas na Intervenção Federal do Rio de Janeiro e as correntes contrárias a elas


EDITORIAL ORBIS DEFENSE
Por: Anderson Gabino
Muito tem-se dito sobre a ação dos militares na intervenção federal da segurança pública do Rio de Janeiro. A “grande” mídia, vive cobrando resultados e números, para fazer sensacionalismo as custas destes. Mas, o que de fato ocorre é que esta intervenção é algo de caráter "POLÍTICO" (infelizmente). As Forças Armadas que são instituições, onde reza como lema principal “Defender a soberania nacional, seja ela de inimigos externos ou internos” viu-se diante de uma dilema, pois as mesmas tem como doutrina se fazer presente onde fora requisitada pelo seu Comandante-chefe, no caso o Presidente da República.

sábado, 9 de junho de 2018

Pentágono pressiona e OTAN irá enviar instrutores ao Iraque para treinar as Forças Armadas locais


Por: Redação OD

De acordo com o comunicado dado pelo secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, em conjunto com o chefe do Pentágono, James Mattis, a OTAN deverá de enviar em breve uma nova missão composta por algumas centenas de militares, com o objetivo de vir treinar de forma mais contundente, as Forças Armadas Iraquianas atendendo a um pedido de colaboração vindo do governo Iraquiano. O teor do pedido foi dedicado à luta da aliança contra o grupo terrorista Daesh, "A pedido do governo Iraquiano e da coalizão global, a OTAN enviará em breve uma nova missão ao Iraque, que consistirá de várias centenas de instrutores e pessoal militar, onde iremos treinar o exército iraquiano e desenvolver vários centros de treinamento militar em solo iraquiano", disse Stoltenberg. 

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Forças Armadas querem elevação no orçamento em R$ 80 milhões devido aos diversos deslocamentos extras tidos



Por: Redação OD

Embora o governo insista em manter o discurso de que as diferentes etapas das operações de desobstruções das estradas. com a utilização de tropas federais não terá custos adicionais, as Forças Armadas vão pedir a elevação em R$ 80 milhões no orçamento deste ano, segundo apurou o jornal O Estado de S. Paulo. Na última sexta-feira, dia 25, o presidente Michel Temer assinou decreto de Garantia da Lei da Ordem (GLO), autorizando o emprego da Marinha, do Exército e da Força Aérea, além da Força Nacional, para acabar e assim desobstruir os bloqueios nas rodovias.

quarta-feira, 9 de maio de 2018

Ministro da Defesa e Comandantes das Forças Armadas, celebram o 73º aniversário do fim da II Guerra Mundial


Por: Redação OD(*)

O ministro da Defesa interino, Joaquim Silva e Luna, participou nesta terça-feira (8), pela manhã, da cerimônia em homenagem ao 73º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial e da entrega da Medalha da Vitória, no Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial, no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. Na leitura da Ordem do Dia, o ministro Silva e Luna ressaltou, inicialmente, o sangue dos heróis brasileiros que lutaram ao lado dos aliados. "O Brasil pagou sua cota com moedas de sangue e de honra. Estava entre os aliados, sendo o único país da América do Sul a enviar combatentes ao teatro de operações europeu", disse o ministro, ao falar sobre o sacrifício dos militares brasileiros empregados no teatro de operações na Itália.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Software desenvolvido pelo Instituto de Estudos Avançados é integrado aos sistemas do helicóptero H-36 Caracal


Por: Redação OD
software Sistema de Planejamento de Missões Aéreas (PMAII), desenvolvido pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAV), foi integrado aos sistemas da aeronave H-36 Caracal, operada pela Marinha, pelo Exército e pela Força Aérea Brasileira (FAB). Em março, representantes da Airbus Helicopters, da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e do IEAV, bem como dos operadores da aeronave, se reuniram, em Taubaté (SP), a fim de realizar os testes de pré-qualificação dos sistemas do helicóptero. 

terça-feira, 10 de abril de 2018

Governo Brasileiro desiste de participar da missão de paz na República Centro-Africana. Custo do envio de tropas foi determinante


Por: Redação OD
Brasil desistiu de enviar tropas em missão de paz à República Centro-Africana. A informação foi confirmada, nesta segunda-feira, pelo Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEx). O país vai rejeitar o pedido da ONU, que queria 750 militares para atuar na região. O governo brasileiro considerou que não há dinheiro para custear a missão. No mês passado, a ONU pressionou o Ministério da Defesa para que o país se posicionasse sobre o assunto. Em 2017, a diplomacia brasileira havia sinalizado às Nações Unidas que participaria da missão. A área técnica do governo chegou a diminuir o orçamento para o primeiro ano de ação para R$ 280 milhões — inicialmente, eram R$ 400 milhões.

sábado, 31 de março de 2018

Salve 31 de Março de 1964, o dia em que o Brasil ficou livre do comunismo


Por: Redação OD

Na madrugada do dia 31 de março de 1964 após forte clamor popular, o congresso Nacional, à época viu-se sem forças para instaurar a paz e a ordem no País, por conta da forte onda comunista que se era vista com o Governo de João Goulart, tendo em vistas que uma intervenção Militar, seria a melhor maneira de trazer a paz aos Brasileiros, foi solicitado as Forças Armadas, tal atitude, e com isso em uma ação militar rápida, que foi deflagrada contra o governo do Presidente João Goulart, fez-se por tomar o governo, e instaurar um Regime Militar que durou praticamente 21 anos. 

quinta-feira, 29 de março de 2018

Forças de Defesa da OTAN não estão preparados para repelir um ataque rápido Russo, segundo jornal norte americano


Por: Redação OD

De acordo com matéria veiculada pelo periódico norte-americano The Wall Street Journal, dos quase 1 milhão de militares efetivos de países membros da OTAN, apenas uma pequena porcentagem deste universo, estão de fato, preparados para realizarem um desdobramento rápido em caso de um conflito armado com a Russia, revela a matéria, citando como fontes antigos e atuais funcionários da OTANRepresentantes do bloco frisam que quase todos os membros europeus da Aliança, sofrem com problemas de prontidão para o combate, escreve a edição. Por exemplo, a Grécia ou a Turquia mantêm exércitos grandes, mas não estão treinados para se instalarem em zonas de conflito no estrangeiro.

sábado, 17 de março de 2018

Comandante do Exército declara que assassinato da vereadora no Rio de Janeiro só aumenta a necessidade de intervenção’


Por: Redação OD
Durante cerimônia da passagem de comando do Comando Militar da Amazônia (CMA), nesta sexta-feira (16) o comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Villas Bôas, declarou que a morte da vereadora Marielle Franco apenas reforça a “necessidade da intervenção federal realizada no Rio de Janeiro (...) Esse fato só aumenta a necessidade da intervenção. Esse crime é mais um crime de tantos milhares que afetam a dia a dia da população”, salientou o Comandante da Força Terrestre. Assim sendo deve-se ser feito um trabalho extremamente detalhado tem que ser amplo e profundo em campo para recuperarmos a percepção e segurança que a população brasileira precisa”, completou.

sexta-feira, 2 de março de 2018

'Militares não buscam protagonismo no governo com a intervenção federal', diz ministro novo da Defesa


Por: Redação OD

O General do Exército Joaquim Silva e Luna é o primeiro militar a assumir, mesmo que interinamente, o Ministério da Defesa, desde a sua criação. Aos 68 anos, o general deu a sua primeira entrevista após assumir o cargo, e afirmou que os "militares não buscam protagonismo" ao assumir funções no governo.  Para ele, a maior participação na gestão do presidente Michel Temer é "circunstancial". Após ele ter assumido o cargo, o que ocorreu nesta quinta-feira, dia 1º, ele refutou a ideia de um possível uso eleitoral da intervenção no Rio por Temer e devolveu a pergunta com outras. "Existia causa mais urgente do que segurança pública? m Principalmente no Rio de Janeiro?" Confira, abaixo, os principais trechos da entrevista. 

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

A arquitetura da defesa no Brasil


Por: Almirante de Esquadra Mário Cesar Flores

Este artigo volta a tema de artigos meus anteriores: defesa não é assunto exclusivamente militar. Sua abrangência se estende a toda a Nação e se desenvolve em três patamares interativos e complementares - todos em déficit no Brasil. O primeiro é fundamentalmente político - governo e Congresso, com a contribuição cultural de instituições e pessoas que pensam o Brasil. Cabe à política refletir sobre as vicissitudes internas e na ordem internacional, identificando e avaliando hipóteses plausíveis da necessidade de emprego do poder militar.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Intervenção federal: Uma providência embasada no dever constitucional? Ou, apenas, um artifício político.


Por: Sérgio Pinto Monteiro

Desde a assinatura do decreto presidencial que determina a intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, proliferam na mídia e nas redes sociais os mais variados comentários e artigos. Alguns merecedores de atenção, outros contaminados ideologicamente, muitos deles irreais, fantasiosos e até ridículos. Sempre que o tema é segurança pública, voltam à TV os especialistas, vários deles sérios e competentes, outros nem tanto. Questiona-se o real objetivo da medida. Teria sido uma providência embasada no dever constitucional do Estado de prover a segurança dos cidadãos? Ou, apenas, um artifício político para desviar as atenções do fracasso do governo federal no tema da reforma previdenciária? Ou, quem sabe, uma jogada meramente eleitoreira visando à melhoria da baixa popularidade do Presidente da República? 

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Intervenção federal no Rio gera onda de informações falsas nas redes sociais, veja as principais delas.


Por: Redação OD

Logo que foi veiculado pelas grandes mídias nacionais, a decisão do governo federal de realizar uma intervenção militar na segurança pública do Rio de Janeiro, esta não só gerou várias polêmicas, mas uma enxurrada de informações erradas e amplamente compartilhadas nas redes sociais. São boatos como a de que quem estiver na rua depois das 22h sem um documento de identificação e a carteira de trabalho assinada "será levado sob custódia para um quartel (ainda a ser definido) na vila militar", como diz um dos textos que viralizou na internet.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Exército Brasileiro quer salvaguardas para os militares que forem atuar nas comunidades do Rio de Janeiro


Por: Redação OD

Com o aval dado pelo Congresso Nacional, na votação à intervenção federal na segurança pública e no sistema prisional do Rio de Janeiro foi apenas o começo. Após ontem, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, defender o uso de mandados de busca e apreensão coletivos, o titular da Justiça, Torquato Jardim, teve de ser mais explícito ao afirmar que a Constituição será respeitada: "pedidos terão nomes e endereços dos alvos, mas poderão ser feitos em conjunto por causa da 'singularidade' da região". avaliou o ministro Torquato.