Mostrando postagens com marcador Forças Armadas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Forças Armadas. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Oficiais generais recém-promovidos recebem cumprimentos do Presidente Temer


Por: Redação OD

Na tarde desta última segunda-feira (14), no Palácio do Planalto, treze oficiais generais das Forças Armadas, recém-promovidos, receberam os cumprimentos do Presidente da República, Michel Temer. A cerimônia, que já é tradição após as promoções, foi acompanhada pelos ministros da Defesa, Raul Jungmann; e chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen. O presidente Temer, ao cumprimentar os promovidos, lembrou que a cerimônia simboliza o reconhecimento pelo profissionalismo e dedicação dos militares.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Exército Brasileiro pode ter sua capacidade de ação afetada, por conta dos cortes orçamentários feitos pelo Governo Federal


Por: Anderson Gabino

EXCLUSIVO A situação econômica brasileira vem passando por uma enorme turbulência, exigindo que o governo federal corte orçamentos de vários setores. Com isso, as Forças Armadas tem sido fortemente golpeadas, chegando ao ponto de algumas atividades serem ameaçadas de descontinuidade, como exemplo temos a probabilidade de liberação antecipada dos recrutas incorporados em 2017, da mesma forma que ocorreu em 2002. Uma curva orçamentária decrescente e instável inviabiliza a execução do Portfólio Estratégico do Exército e prejudica a Indústria Nacional de Defesa, o que pode gerar desemprego e aprofundar a crise no país.

O Desafio da Segurança Pública


Por: Gen Ex Paulo Cesar de Castro

Muito se tem publicado sobre o tema, em geral, notícias que alarmam, intranquilizam e fazem com que os cidadãos de bem se sintam acuados, desamparados e à mercê dos, cada vez mais, ousados criminosos que infestam nossas cidades, rodovias, áreas de lazer e outrora pacatos povoados no interior. Tem sido frequente a divulgação de medidas adotadas pelo Estado, a meu ver, limitadas e restritas à compra de viaturas, de equipamentos e armamento para os órgãos relacionados no Art. 144 do texto constitucional. Parecem-me medidas com sabor de demagogia ao molho de populismo e que passam ao largo do cerne do sério problema enfrentado por todos os brasileiros, nas cidades e nos campos.

"O limite é setembro", diz ministro da Defesa e 'espera' que o orçamento seja recomposto pelo 'compromisso' assumido pela área econômica

Ministro da Defesa, Raul Jungmann Foto: FABIO MOTTA/ESTADÃO
Por: Redação OD

Em entrevista ao Estado, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, admitiu que as Forças Armadas estão "no limite". Ele afirma que, "por enquanto", a capacidade operacional está mantida, mas concorda com os comandantes militares de que o próximo mês é o prazo máximo de recebimento de verbas para manter serviços básicos nas unidades. "O limite é setembro, e daí vamos ter de cuidar de reduzir efetivo, fechamento de unidades". Jungmann disse que "espera", no entanto, que o orçamento seja recomposto pelo "compromisso" assumido pela área econômica.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Senado avaliará proposta que impede julgamento de militares pela Justiça comum


Por: Redação OD

Parado há exatamente um ano no Senado, o Projeto de Lei da Câmara (PLC 44/16) que impede o julgamento comum de militares das Forças Armadas envolvidos em crimes contra civis pela Justiça comum deve entrar na pauta do Senado nas próximas semanas. Segundo fontes da Agência Brasil o assunto foi um dos temas tratados ontem (10) na reunião entre o ministro da Defesa, Raul Jungmann, e o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE).

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Militares dão sustentação para o Rio de Janeiro derrotar os grupos de criminosos, o papel das Forças Armadas não é o de substituir polícia


Por: Redação OD

Em entrevista ao Bom Dia Rio, o porta-voz do Comando Militar do Leste, coronel Roberto Itamar, destacou que o papel das Forças Armadas na luta contra o crime no Estado do Rio de Janeiro não é o de policiamento ostensivo, como aconteceu em outras ações no território. Segundo o militar, o papel é de atuar dando apoio às forças estaduais de segurança. As Forças Armadas não estão aqui, nesse momento do Plano Nacional de Segurança Pública, para substituir os órgãos de segurança pública, que cumprem o seu papel. O que se deseja é permitir que esses órgãos se reestruturem, se capacitem e se possa, com ações efetivas, golpear o crime organizado no Rio de Janeiro”, destacou o porta-voz.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Forças Armadas irão atuar nas eleições suplementares do Amazonas


Por: Redação OD

Cerca de 4,4 mil militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea Brasileira irão atuar durante o 1º turno das eleições suplementares que ocorrem neste domingo (6) no Estado do Amazonas. A atuação se dará em 23 municípios com o objetivo de garantir o reforço na segurança e a garantia da votação e apuração nas cidades amazonenses, além do apoio logístico com transporte de pessoal e urnas. A finalidade do emprego das Forças Armadas nos municípios definidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é manter as condições necessárias para que a população possa exercer a cidadania e votar com tranquilidade.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Próxima fase da atuação das Forças Armadas terá foco no combate às armas, Arsenais do crime estão na mira dos militares

Agentes federais nas rua do Rio - Luciola Villela / Agência O Globo
Por: Redação OD
A segunda etapa da atuação das Forças Armadas no Rio terá como foco os arsenais de guerra das facções criminosas. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou que a primeira fase da operação das tropas federais no Rio será curta. Durante coletiva de imprensa no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), ontem, ele afirmou que a presença ostensiva dos militares nas ruas vai diminuir nos próximos dias para dar lugar a novas ações que ainda estão em fase de planejamento. Não haverá intervalo entre uma fase e outra. Dez mil homens das Forças Armadas chegaram ao Rio na última sexta-feira e ficarão até 2018.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

O emprego das Forças Armadas (FA) em Operações de Garantia da Lei e da Ordem (Op GLO)


Por: Anderson Gabino
Com a autorização dada recentemente pelo Presidente Michel Temer, para o uso e emprego das Forças Armadas em GLO (Garantia da lai e da Ordem) no Rio de Janeiro, muitos questionamentos da população sobre o que de fato as Forças Armadas poderão contribuir e realizar em prol da segurança pública do Estado veem a tona, para tentarmos ajudar elaboramos este resumo, de um Manual de Orientação e Emprego do Ministério da Defesa, onde procuramos elucidar aos nossos leitores e seguidores, de como as FA poderão atuar no Estado do Rio de Janeiro, nos próximos 18 meses.

Presidente da República Michel Temer, assina decreto em que autoriza a atuação das Forças Armadas no Rio de Janeiro

Por: Redação OD
O presidente Michel Temer assinou hoje (28) decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas para a garantia da lei e da ordem no Rio de Janeiro. O decreto, que está publicado em edição extra do Diário Oficial da União, autoriza a permanência dos militares no Rio de hoje até o dia 31 de dezembro. A atuação das Forças Armadas no estado será em apoio às ações do Plano Nacional de Segurança Pública.

Ação da polícia e de militares em conjunto devem gerar reação do crime e pode criar clima de guerra no Rio, diz Jungmann


Por: Redação OD

O Ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que em breve as Forças Armadas vão apoiar as forças policiais do Rio de Janeiro no combate ao crime organizado tendo como foco os arsenais e rotas usados pelos traficantes, o que deve gerar uma reação que pode criar um clima de guerra no Estado. Jungmann avaliou que o crime organizado chegou a um nível tão avançado que é preciso a adoção de novas medidas e ações não convencionais. Ele acredita que essa nova estratégia de combate ao crime vai gerar reações do tráfico e outros criminosos que não vão querer perder suas posições e fontes de receita e pediu apoio e compreensão da população e das instituições.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Pesquisa comprova o êxito do trabalho do Exército Brasileiro durante sua aplicação na Força de Pacificação na Maré


Por: Fábio Ricardo Marques

Ao realizar rápida busca acerca da Operação São Francisco, executada pelas Forças Armadas no Complexo da Maré, por meio da Força de Pacificação Maré (F Pac Maré), no período de 5 de abril de 2014 e 30 de junho de 2015, verifiquei a existência de inúmeros trabalhos ligados ao assunto. Chamou-me a atenção uma pesquisa publicada recentemente, intitulada "A Ocupação da Maré pelo Exército Brasileiro – Percepção de Moradores sobre a Ocupação das Forças Armadas na Maré", e coordenada por Eliana Sousa Silva, Pós-Doutora em Segurança Pública pela Social Science Research Council e Diretora da ONG Redes da Maré.

sábado, 10 de junho de 2017

Defesa, desenvolvimento e sociedade: Ministro Jungmann fala sobre a importância do Ministério, que completa 18 anos hoje (10/06)


Por: Redação OD

À frente de um dos maiores orçamentos dentre as pastas do Executivo, o Ministro da Defesa (MD), Raul Jungmann, avalia que a importância das Forças Armadas tem ganhado outra dimensão: não se trata somente do emprego militar, mas do desenvolvimento do País e da atuação junto à sociedade. Para ilustrar, cita exemplos de grandes projetos estratégicos, como o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que trazem como efeitos o incremento das áreas científicas e tecnológicas, a geração de empregos e a produção de riquezas.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Última tropa brasileira da missão no Haiti embarca em Viracopos e Ministro Jungmann sinaliza futuras operações de Paz na África

Foto: Cb Vitor Mazoni 
Por: Redação OD
Duzentos e cinquenta militares das Forças Armadas embarcaram para a 26ª, e última, missão de paz no Haiti, nesta quinta-feira (1), no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). Esta foi a última tropa enviada para a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), que encerra as atividades após 13 anos no país caribenho. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, participou da solenidade e sinalizou para uma possível operação na África, em breve.

domingo, 28 de maio de 2017

Forças Armadas celebram o Dia Internacional dos "Peacekeepers" das Nações Unidas

Por: Redação OD
Em diferentes regiões do globo, uma força militar de aproximadamente 100 mil capacetes azuis, cujas missões são lideradas pelo Departamento de Operações de Manutenção da Paz das Nações Unidas (DPKO), atua para resolver conflitos da melhor forma possível: por vias pacíficas. Deste quantitativo, até outubro de 2017, cerca de 1.200 brasileiros, dentre militares das Forças Armadas e Policiais, contribuem para promover ou manter a paz em regiões de conflito. A participação do Brasil em Operações de Manutenção de Paz remonta a datas anteriores à criação da Organização das Nações Unidas (ONU).

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Decreto de Temer autoriza Forças Armadas a proteger prédios do governo


Por: Redação OD

O presidente Michel Temer publicou nesta quarta-feira, em edição extraordinária do “Diário Oficial da União”, decreto autorizando o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem no Distrito Federal. A medida foi tomada depois que o presidente se reuniu com autoridades do Ministério da Defesa e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), em meio a embates entre a Polícia Militar do Distrito Federal e manifestantes na Esplanada dos Ministérios. Diversos ministérios foram depredados.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Hélio BICUDO fala do Risco de uma Intervenção Militar no País


Por: Redação OD


Com a crise instaurada no Governo Temer, por conta de denúncias feitas pelos proprietários do frigorífico JBS, dando conta de que, o Presidente da República, tinha solicitado pagar pelo silêncio do Dep. Eduardo Cunha (o qual se encontra preso), muito foi-se especulado sobre uma possível ação militar, onde muitos clamam por a enxergarem como uma solução mais sensata para o momento vivido pelo Pais, e outros mais céticos não creem nesta possibilidade. Mas fortes correntes e rumores, ainda assombrados pela intervenção militar de 64, se fazem presentes neste momento de crise.

terça-feira, 9 de maio de 2017

Governos brasileiro e colombiano vão discutir patrulhamento da fronteira, pois existe o temor de venda de fuzis de ex-guerrilheiros

Por: Redação OD
O ministro da Defesa, Raul Jungmann disse que representantes do governo brasileiro vão se reunir com autoridades colombianas para discutir o patrulhamento da fronteira. Devido a um acordo de paz entre Bogotá e as Forças Armadas Revolucionárias (Farc), existe o temor de venda de fuzis de ex-guerrilheiros para o tráfico. O governo colombiano e as Farc assinaram, em novembro de 2016, o novo acordo de paz - rejeitado em referendo pelos colombianos - para encerrar 52 anos de conflito armado.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Equipe da ONU avalia a capacidade do Brasil para futuras novas Missões de Paz


Por: Redação OD
Uma equipe das Organizações das Nações Unidas (ONU), encarregada de avaliar tropas para novas Missões de Paz, iniciou inspeção em organizações militares brasileiras com o objetivo de direcionar as Forças Armadas do Brasil para novas operações, após a saída dos militares do Haiti. A inspeção começou nas cidades de Manaus (AM) e Porto Velho (RO), onde os inspetores avaliaram cinco aeronaves militares (C-105 Amazonas, dois H-60 Black Hawk e dois A-29 Super Tucano) de esquadrões da Força Aérea Brasileira (FAB).

Pela primeira vez, Oficiais-Generais da Aeronáutica e da Marinha assumem cargo no Exército Brasileiro

Por: Redação OD
Pela primeira vez na história das Forças Armadas brasileiras, um Oficial-General de uma Força assume cargo em outra. O Contra-Almirante Nelson Nunes da Rosa, da Marinha do Brasil, assumiu a chefia do Estado-Maior Conjunto, e o Brigadeiro Intendente Mauro Fernando Costa Marra, da Força Aérea Brasileira (FAB), assumiu o cargo de Chefe do Departamento de Gestão e Ensino, ambos do Comando de Defesa Cibernética (ComDCiber), na estrutura regimental do Exército Brasileiro.