sábado, 3 de março de 2018

O conjunto de aviônicos digital da Airbus Helicopters "Helionix" atinge a marca de 100 mil horas de voo


Por: Redação OD

A frota de helicópteros da Airbus equipados com o sistema Helionix superou a marca simbólica das 100 mil horas voadas em apenas três anos, após o início das operações dos clientes. O conjunto de aviônicos digital entrou em serviço inicialmente no modelo H145 e no H175 e foi posteriormente certificado no H135. No futuro, equipará também o H160 e outros helicópteros na atual e futura linha de produtos da Airbus Helicopters. Projetado pela Airbus Helicopters para oferecer maior flexibilidade de missão e segurança operacional, o Helionix surgiu da necessidade dos operadores de um sistema de aviônicos mais poderoso, com maiores funções e capacidade de computação, mas que fosse mais fácil de utilizar e dependesse de menos telas.

sexta-feira, 2 de março de 2018

O Futuro é logo ali: Maior avião militar desenvolvido no Brasil, KC-390 se prepara para chegar a FAB


Por: Redação OD

O ano de 2018 promete trazer bons voos para a área operacional da FAB com a entrega prevista do primeiro KC-390. A nova aeronave multimissão de transporte da Força Aérea Brasileira já está 97% desenvolvida e, neste primeiro semestre, encerra a fase de testes em voo e certificação. As duas primeiras unidades estão confirmadas para serem entregues à Ala 2, em Anápolis (GO). Ao todo, 28 aeronaves adquiridas pelo governo brasileiro irão compor a frota da aviação de transporte da FAB. Robusto, moderno e de alta capacidade operacional, o KC-390 se materializou a partir do conceito e ideias de pilotos e engenheiros da FAB que ansiavam por demandas acima das cumpridas pelo C-130 Hércules.

Embraer E190-300 é certificada pela ANAC e validada por FAA e EASA no mesmo dia


Por: Redação OD

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) protagonizou, de forma inédita, o primeiro processo de certificação de aeronave de grande porte no mundo ao emitir o certificado de tipo para o modelo E190-300 da Embraer, comercialmente chamado de E2. A certificação emitida nesta última quarta-feira, dia 28 de fevereiro, foi validada no mesmo dia pelas autoridades de aviação americana, Federal Aviation Administration (FAA), e europeia, European Aviation Safety Agency (EASA)Foi a primeira vez que um programa aeronáutico com o nível de complexidade do E190-300, foi certificado simultaneamente por três das maiores autoridades internacionais de aviação, tendo à ANAC a frente. 

Exército Brasileiro faz doação de caminhão Engesa EE25 a grupo de elite da Polícia Civil do Paraná


Por: Redação OD

Uma viatura de carga e emprego geral EE25 da empresa Engesa, foi doado ao grupo “Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial - Tigre”, grupo de elite da Polícia Civil do Paraná, pelo Exército Brasileiro, durante uma solenidade realizada na manhã desta quinta-feira (1ª). O evento aconteceu nas dependências do Quartel General do Pinheirinho e contou com a presença do Comandante da 5ª Região Militar, Exmo Sr° General de Brigada Aléssio Oliveira da Silva e do delegado Alexandre Macorin, representando o chefe da Polícia Civil do Estado.

'Militares não buscam protagonismo no governo com a intervenção federal', diz ministro novo da Defesa


Por: Redação OD

O General do Exército Joaquim Silva e Luna é o primeiro militar a assumir, mesmo que interinamente, o Ministério da Defesa, desde a sua criação. Aos 68 anos, o general deu a sua primeira entrevista após assumir o cargo, e afirmou que os "militares não buscam protagonismo" ao assumir funções no governo.  Para ele, a maior participação na gestão do presidente Michel Temer é "circunstancial". Após ele ter assumido o cargo, o que ocorreu nesta quinta-feira, dia 1º, ele refutou a ideia de um possível uso eleitoral da intervenção no Rio por Temer e devolveu a pergunta com outras. "Existia causa mais urgente do que segurança pública? m Principalmente no Rio de Janeiro?" Confira, abaixo, os principais trechos da entrevista. 

China está desenvolvendo o seu primeiro porta-aviões com propulsão nuclear


Por: Redação OD

A China está em fase de desenvolvimento de seu primeiro porta-aviões de propulsão nuclear, o qual deverá estar operacional em 2025, informou hoje a imprensa local, destacando ser um novo marco histórico, na ambição de Pequim em aumentar a sua capacidade militar. O estaleiro CSIC, a principal empresa chinesa de construção naval militar, afirmou esta semana, em um comunicado que o navio com propulsão nuclear poderá estar pronto dentro de no máximo sete anos, segundo o jornal de Hong Kong South China Morning Post. A marinha chinesa já possui em sua esquadra dois porta-aviões, ambos com propulsão convencional.

quinta-feira, 1 de março de 2018

Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal ministra curso de operações ribeirinhas a PM do Rio Grande do Norte

Alunos do “V Coesp” realizam travessia no rio Potengi
Por: Redação OD

O Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal ministrou um módulo sobre operações ribeirinhas no “V Curso de Operações Especiais (Coesp) da Polícia Militar do Rio Grande do Norte”. O módulo foi realizado de 19 a 22 de fevereiro, composto por instrução teórica e prática. A capacitação visa habilitar os alunos para atuarem em missões policiais que tenham a necessidade de aplicação da doutrina de operações especiais.

3° Batalhão de Aviação do Exército realiza manobras de pilotagem tática como parte da Operação Rotores do Oeste


Por: Redação OD
O 3° Batalhão de Aviação do Exército (3º BAvEx) iniciou, no dia 22 de fevereiro, os preparativos para a Operação Rotores do Oeste, com objetivo de cumprir o quadro de habilitações técnicas previstas para os aeronavegantes da Aviação do Exército. O Batalhão deslocou, nesse dia, parte de seu efetivo para o 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado (11º RC Mec), localizado em Ponta Porã, onde ficará instalada a base de operações. Além do deslocamento dos helicópteros HA-1 Fennec, um comboio terrestre transportou os militares responsáveis pela preparação logística da manobra, tais como rancho, saúde, manutenção e abastecimento.

Troca na Defesa não afeta negociação com a Boeing, afirma Paulo Cesar de Souza e Silva, Presidente da Embraer


Por: Redação OD

O presidente da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva, disse que a troca na pasta do ministério da Defesa não afeta as negociações que a empresa tem com o governo para combinar operações com a americana Boeing, mas admitiu que precisa ser apresentado ao novo ministro e retomar as conversas para provar à Brasília que a parceria com a fabricante dos Estados Unidos é a melhor opção para a companhia aeroespacial brasileira. "A troca de comando na Defesa não afeta a interlocução com governo", disse Souza e Silva a jornalistas, após evento em São José dos Campos, quando a Embraer recebeu as certificações das agências de aviação do Brasil (Anac), Estados Unidos (FAA) e Europa (EASA) para o novo E190-E2, primeiro jato da nova família de aeronaves da companhia que começa a ser entregue aos clientes neste ano.

A intervenção no Rio deve mirar-se no exemplo do Haiti e não pode ser inibida por gigolôs dos direitos humanos


Por: Augusto Nunes
Admita-se que a intervenção federal no Rio de Janeiro foi decidida às pressas, para tornar menos anêmica a taxa de popularidade do presidente Michel Temer. Admita-se, também, que uma ação desse porte deveria ser planejada mais cuidadosamente. Admita-se, ainda, que as limitações impostas à atuação do Exército ameaçam reduzir a defensiva contra o crime a uma intervenção meia-boca. Feitas essas ressalvas, é preciso admitir que os pedidos de socorro dos cariocas não podiam deixar de ser ouvidos.É preciso, sobretudo, reconhecer que uma ofensiva do gênero só terá êxito se conduzida pelo Exército.

Um EP-3 Aries e um RQ-4A Global Hawk, foram detectados realizando voos próximos a fronteira da Crimeia


Por: Redação OD

Um avião de reconhecimento norte-americano EP-3 Aries e um drone de vigilância aérea RQ-4A Global Hawk foram detectados quando ambos realizavam voos de reconhecimento perto das fronteiras russas, conforma indicam os dados do CivMilAir, que monitora voos de aeronaves militares. O avião de reconhecimento, com o número de matrícula 157326, decolou de uma base aérea na ilha de Chipre e realizou um voo de várias horas ao longo da costa da península da Crimeia e da região de Krasnodar.

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

General Joaquim Silva e Luna novo ministro da Defesa é apontado como um especialista em combate urbano


Por: Redação OD

O General de Exército da reserva (novo ministro interino da Defesa), Joaquim Silva e Luna, é apontado por colegas das Três Forças como um exímio especialista tanto na arte da guerra de selva, quanto na de inteligência em combate urbano, com apurado faro político. Tendo como sua formação básica na AMAN a arma de Engenharia. O Gen Luna comandou a brigada de infantaria de selva em Tefé, na Amazônia, além do Batalhão de Engenharia e Construção de Roraima. Possui pós-graduação em Política, Estratégia e Alta Administração do Exército e em Projetos e Análise de Sistemas, mestrado em Operações Militares e doutorado em Ciências Militares, cursos de Guerra na Selva e de Combate Básico das Forças de Defesa de Israel.

Donald Trump confirma acordo com a Boeing para a aquisição do novo Air Force One


Por: Redação OD

Donald Trump e a Boeing chegaram a um acordo sobre a fabricação e aquisição pelo governo Norte-americano de um novo avião presidencial Air Force One. Fontes do governo e da Boeing dizem que a proposta vai economizar dinheiro aos contribuintes, embora o preço de US$ 4 bilhões seja quase exatamente o que foi previsto nos últimos anos. De acordo com a Fox News, "o acordo fechado foi de US$ 3,9 bilhões" e "as autoridades dizem que representa US$ 1,4 bilhão em economias de estimativas de mais de US$ 5 bilhões para dois aviões e custos relacionados".

Risoul Air Show 2018


Exclusivo,
Por: Yam Wanders.

O primeiro evento aéreo da temporada 2018 ocorreu nesse dia 27 de fevereiro, na prestigiosa estação de esqui da vila de Risoul na França, em um local espetacular a uma altitude de quase 2 mil metros acima do nível do mar.
Apesar das condições meteorológicas não cooperarem como estava previsto, o show ocorreu bem e com a presença de aeronaves efetuando excelentes performaces, assim como a prestigiada presença da Patrouille de France. O frio que variou entre -10C e -15C, com ventos de até 15kt que intensificavam a sensação de frio não espantaram os aproximados 10 mil presentes que frequentam a estação de Risoul. 

General Braga Netto descarta a ocupação permanente de favelas do Rio de janeiro durante a intervenção federal


Por: Redação OD

O Exército brasileiro, encarregado da Intervenção Federal na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, descartou a ocupação permanente de favelas, explicou nesta última terça-feira (27) o General de Exército Walter Souza Braga Netto (...) "Não existe planejamento de ações permanentes para as comunidades", afirmou o general durante a coletiva de imprensa, na qual onde ele, não entrou em maiores detalhes sobre as medidas que poderão vir a serem tomadas para conter a onda de violência no Rio. Nas favelas moram mais de 1,5 milhão de pessoas, cerca de 25% da população, e algumas já estiveram ocupadas pelo Exército, como o complexo da Maré, uma das mais violentas, ocupadas entre abril de 2014 e maio de 2015. 

Contra-Almirante Housni Daher, comandante da Marinha Libanesa realiza visita a Corveta “Barroso”

Contra-Almirante Vazquez, Contra-Almirante Housni Daher e Contra-Almirante Chaves
Por: Redação OD

No dia 22 de fevereiro, a Corveta “Barroso” recebeu a visita do Comandante da Marinha do Líbano, Contra-Almirante Housni Daher.  Na ocasião, o almirante libanês foi recebido pelo Comandante da Força-Tarefa Marítima da UNIFIL (FTM-UNIFIL), Contra-Almirante Sergio Fernando de Amaral Chaves Junior, acompanhado pelo seu futuro substituto, Contra-Almirante Eduardo Machado Vazquez. Durante a visita, foram apresentados importantes aspectos concernentes à missão de paz desenvolvida pela Organização das Nações Unidas no Líbano, e percorridas as instalações da Corveta “Barroso”, navio que foi projetado e construído pela Marinha do Brasil.

A arquitetura da defesa no Brasil


Por: Almirante de Esquadra Mário Cesar Flores

Este artigo volta a tema de artigos meus anteriores: defesa não é assunto exclusivamente militar. Sua abrangência se estende a toda a Nação e se desenvolve em três patamares interativos e complementares - todos em déficit no Brasil. O primeiro é fundamentalmente político - governo e Congresso, com a contribuição cultural de instituições e pessoas que pensam o Brasil. Cabe à política refletir sobre as vicissitudes internas e na ordem internacional, identificando e avaliando hipóteses plausíveis da necessidade de emprego do poder militar.

Sistema de aquecimento interno de um caça Boeing EA-18 G Growler da US Navy falha e faz tripulação congelar


Por: Redação OD

A tripulação de um caça Boeing EA-18G Growler da US Navy, viveram momento de terror a bordo, quando, devido a uma falha no sistema de controle de temperatura interna do cockpit do caça, fez com que os pilotos perdessem a visibilidade externa, e a temperatura caindo a -30° C no interior da cabine, conforme noticiou o site Defense News. O incidente, ocorreu em 29 de janeiro quando a aeronave voava a uma altitude de 7.600 metros e a cerca de 100 Km a sul da cidade de Seattle. A aeronave, realizava um voo de translado entre as Estações Aéreas Navais de Whidbey Island (Washington) e de Armamento Aéreo de China Lake (Califórnia). Durante o voo, a temperatura no interior da cabine caiu de repente formando uma névoa a bordo.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Vídeo do treinamento de toque e arremetida em estradas rurais de caças russos, confira!!

Bombardeiro pesado Su-34 pousa em estrada rural 1.000 km ao sul de Moscou
Por: Redação OD
No início do ano, um bombardeiro pesado Su-34 e dois caças Su-30M2 pousaram em uma rodovia federal na região de Rostov, a mil quilômetros ao sul de Moscou. A faixa de asfalto geralmente está cheia de carros, mas os militares russos “pegaram emprestado” a rodovia para testar a habilidade dos pilotos de pousar suas máquinas multimilionárias em um espaço curto e estreito. A pista improvisada tinha apenas 18 metros de largura, duas vezes mais estreita do que uma pista normal da aviação militar. A polícia militar fechou a rodovia para o trânsito enquanto os treinamentos aconteciam, já que desviar de carros de civis certamente acrescentaria uma dificuldade extra aos testes.

Intervenção federal: Uma providência embasada no dever constitucional? Ou, apenas, um artifício político.


Por: Sérgio Pinto Monteiro

Desde a assinatura do decreto presidencial que determina a intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro, proliferam na mídia e nas redes sociais os mais variados comentários e artigos. Alguns merecedores de atenção, outros contaminados ideologicamente, muitos deles irreais, fantasiosos e até ridículos. Sempre que o tema é segurança pública, voltam à TV os especialistas, vários deles sérios e competentes, outros nem tanto. Questiona-se o real objetivo da medida. Teria sido uma providência embasada no dever constitucional do Estado de prover a segurança dos cidadãos? Ou, apenas, um artifício político para desviar as atenções do fracasso do governo federal no tema da reforma previdenciária? Ou, quem sabe, uma jogada meramente eleitoreira visando à melhoria da baixa popularidade do Presidente da República? 

Jungmann assume Ministério da Segurança, e o ministério da Defesa ficará com general Joaquim Silva e Luna atual secretário-geral da pasta


Por: Redação OD

O governo anunciou, nesta segunda-feira, que o ministro da Defesa Raul Jungmann irá assumir o novo Ministério Extraordinário de Segurança Pública. A nova pasta vai assumir a maior parte das ações federais em segurança, incorporando a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. E para comandar a Defesa, o governo indicou interinamente o general Joaquim Silva e Luna, atual secretário-geral da pasta. Esse ministério foi criado por Fernando Henrique no seu segundo mandato, em 1999, e Silva e Luna será o primeiro militar a ocupá-lo. Uma medida provisória será editada nesta segunda pelo presidente Temer com as nomeações.

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Futura nova empresa constituída entre Boeing e Embraer, terá 51% do controle nas mãos da empresa norte-americana


Por: Redação OD

A Boeing terá uma participação de 51% na nova empresa, a qual está atualmente em negociação com a brasileira Embraer. A gigante americana aceitou a exigência do governo brasileiro de que a empresa norte-americana não tenha mais do que uma participação controladora. A Boeing não respondeu imediatamente a pedidos de comentários, e a Embraer afirmou que não vai comentar a informação. A aprovação do governo brasileiro para uma parceria entre as duas que criaria uma nova empresa focada na aviação comercial, excluindo a unidade de defesa da Embraer, foi algo colocado em pauta durante reunião entre a empresa americana e o governo brasileiro, reportou a Reuters há três semanas.

Braço Forte, Mão Amiga: o Grito de Guerra do Exército Brasileiro


Por: Monteiro de Barros
Segundo Olivier Reboul, o termo "slogan" remonta à expressão escocesa "sluagh-ghairm", que quer dizer "grito de guerra", utilizado por um clã na hora da batalha (Reboul, 1986, p. 7). Na França, a expressão transformou-se e ganhou sentido pejorativo relacionado a doutrinamento. No entanto, foram os Estados Unidos que tornaram o vocábulo conhecido mundialmente com o significado comercial que entendemos hoje.

NUCLEP marcou presença na Cerimônia de Integração dos Submarinos Classe Riachuelo


Por: Redação OD

O presidente da NUCLEP, Carlos Henrique Silva Seixas, e sua diretoria, participaram na manhã da última terça-feira, 20 de fevereiro, da Cerimônia de Início da Integração dos Submarinos Classe Riachuelo, no complexo naval de Itaguaí, a convite do Comandante Geral da Marinha, Almirante de Esquadra, Eduardo Bacellar Ferreira. A solenidade que contou com a presença do presidente da Republica, Michel Temer, do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e outras autoridades, celebrou o lançamento da fase final de montagem do Riachuelo, submarino de tecnologia francesa, para o qual a NUCLEP construiu os ‘cascos resistentes’.

Equipamentos militares em mau estado de conservação, coloca em xeque a capacidade da Alemanha em participar de missões na OTAN


Por: Redação OD

Submarinos que não estão em condições de serem usados, falta de horas de voo a pilotos por não haver aviões disponíveis, milhares de vagas por preencher, falta de equipamentos que vai desde coletes balísticos a tendas. Poderíamos estar falando sobre um país de 3° mundo, mas esta descrição de fatos, é o retrato das Forças Armadas Alemã. Em um relatório recente do Parlamento sobre as Forças Armadas foi verificado um quadro problemático sobre os equipamentos e a capacidade militar da Alemanha e com isso seus aliados na OTAN temem que o país não esteja pronto para comandar uma força de reação rápida criada em 2014 contra eventuais ações de forças inimigas no Leste Europeu.

Força Aérea Brasileira realiza a primeira missão de evacuação aeromédica (EVAM) utilizando o Boeing 767


Por: Redação OD
Pela primeira vez o Boeing 767, do Esquadrão Corsário (2º/2º GT) da Força Aérea Brasileira (FAB), realizou a missão de Evacuação Aeromédica (EVAM). A aeronave decolou nesta sexta-feira (23/02), às 9 horas, do Rio de Janeiro (RJ) rumo a Manaus (MA) para remover dois pacientes (uma mulher de 28 anos e um homem de 33). De Manaus, a equipe seguiu para Brasília (DF) para transportar outro paciente (um homem de 25 anos). A tripulação, composta por três militares da área da saúde, levou os removidos para o Hospital Central da Aeronáutica (HCA) e para o Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG). A aeronave pousou na Ala 11, localizada no Galeão (RJ), às 21 horas da sexta-feira.