sábado, 9 de março de 2019

Esclarecimento sobre matéria “Ministros de Bolsonaro fazem expedição à Antártica”, publicada no dia 09 de março, no site da revista Época



Por: Redação OD.

Em relação à matéria “Ministros de Bolsonaro fazem expedição à Antártica” publicada no dia 09 de março, no site da revista Época, a Marinha do Brasil enfatiza que, como em todos os países do mundo, visitas a centros de pesquisa, como a Estação Antártica Brasileira, ratificam o devido reconhecimento da importância do conhecimento e das pesquisas científicas realizadas naquele continente e o que isso representa para o desenvolvimento da ciência e tecnologia. A condição do Brasil de país atlântico, que diretamente está envolvido nos acontecimentos na região antártica, sobretudo devido às influências dos fenômenos naturais que lá ocorrem sobre o território nacional, justificam o histórico interesse brasileiro sobre o continente austral. Essas circunstâncias, além de motivações estratégicas, de ordem geopolítica e econômica, foram fatores determinantes para que o País aderisse ao Tratado da Antártica, em 1975, e desse início ao Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), em 1982, um programa Interministerial de enorme relevância e reconhecimento internacional. Adicionalmente, como o Sr. Jornalista certamente conhece, visitas ao continente Antártico sempre envolvem a possibilidade de enfrentamento de condições atmosféricas adversas e na presente oportunidade, será inaugurada uma nova estrutura de telecomunicações, o que ampliará, em muito e entre outros aspectos, a capacidade da nossa comunidade científica conduzir suas atividades direcionadas ao atendimento do bem comum, entre os brasileiros.

Marinha do Brasil: Protegendo nossas riquezas, cuidando da nossa gente www.marinha.mil.br




quarta-feira, 6 de março de 2019

Porque grandes áreas em alguns países são censuradas no Google Earth

Plateau de Albion na França, uma base desativada da era da Guerra Fria, permaneceu por anos abandonada e hoje volta ao mistério ao ser reaproveitada pela Legião Estrangeira.

Por: Redação OD Europa.

De carros autônomos a lixeiras inteligentes, o posicionamento global por satélite (GPS) está decisivamente mudando o mundo ao nosso redor, mas quanto mais a Terra se torna acessível a partir de nossos teclados, mais grupos querem afastar os olhares indiscretos sobre eles.

domingo, 3 de março de 2019

Desconstruindo a Economia do Narcotráfico


Movimentação de policiais durante a invasão da favela da Grota no Complexo do Alemão. 28/11/2010. Foto: Wilton Júnior/AE

Os "Cultivos Substitutos***" 

Por: Henrique Bellarmino.


1. Os chamados “cultivos substitutos”, são vetores adequados para que haja a eliminação dos recursos provenientes do narcotráfico e seus crimes conexos. Em diversos lugares no mundo, onde foi adotado, demonstrou ser um eficiente mecanismo para o desenvolvimento econômico e social. Criando novas realidades que nem sempre interessam ao status quo político regional vigente, por sua vez muitas são as interferências que inviabilizam o prosseguimento do seu sucesso. O fator interesse político, pode ser um grande entrave, para a velocidade das mudanças e os resultados delas advindos.

CONCORDE: 50 anos do mito supersônico!



Por: René Willian.

            Já imaginou voar de Nova Iorque à Paris em aproximadamente 3h30min? Sim, os voos atuais duram cerca de 7h30min. Já imaginou voar em uma altitude onde não existe turbulência? E voar tão alto a ponto de ver a curvatura da Terra? Imaginou? E se eu te disser que tudo isso já foi possível um dia? Sério! E tudo realizado por um mito da aviação, o CONCORDE!