sábado, 23 de dezembro de 2017

As impressionantes imagens das ilhas militares construídas pela China em tempo recorde

O recife de Fiery Cross foi o que mais recebeu instalações militares chinesas em 2017. Destacados em vermelho, armazens de munição, instalações de radares e refúgios antimísseis | Foto: Iniciativa de Transparência Marítima da Ásia - CSIS
Por: Redação OD
De acordo com um novo informe do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais dos EUA (CSIS, na sigla em inglês), Pequim continuou ampliando suas instalações esse ano. Os novos equipamentos estão em ilhas artificiais nos arquipélagos de Paracel e Spratly. As imagens de satélite do CSIS mostram depósitos de munição, hangares, sistemas de radar de alta frequência e refúgios anti-mísseis, entre outros. O governo chinês terminará 2017 com mais 29 hectares de instalações militares construídas na área do Mar do Sul da China, uma região em disputa internacional. Os incrementos transformam estas ilhas em algumas das mais avançadas bases aéreas e navais da China.

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Exército Brasileiro finaliza a reestruturação do Sistema de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear


Por: Redação OD

No mês de novembro, ocorreu o encerramento do Projeto de Reestruturação do Sistema de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear do Exército (SisDQBRNEx), que teve início no ano de 2013. Ao longo de suas atividades, o Projeto contou com representantes do Estado-Maior do Exército, Comando de Operações Terrestres (COTER), Comando Logístico, Gabinete do Comandante do Exército, Departamento-Geral do Pessoal, Departamento de Educação e Cultura do Exército, Departamento de Ciência e Tecnologia e das organizações militares de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear do Exército (DQBRN). Reuniões sistêmicas ocorreram nesse período, para o amplo debate das necessidades e oportunidades de melhoria das atividades especializadas.

Passando por cortes drásticos, Royal Navy perde navios importantes para manter a defesa de sua costa


Por: Redação OD

Pela primeira vez na história contemporânea,  a frota de superfície da Royal Navy está sem embarcações capazes de proteger o país, revelou em uma edição recente o periódico The Mirror. Segundo o jornal, todos os seus 6 destróiersestão ancorados no porto de Portsmouth, ao mesmo tempo que 12 das suas 13 fragatas da classe Type-23 estão ancoradas na base naval de Devonport, entretanto só um navio deste tipo está apto para acompanhar a frota que protege as águas da ZEE do Reino Unido. O ex-comandante da Frota britânica, Alan West, afirmou que a defesa de seu país e a Marinha Real estejam "à beira" de um colapso devido a sua "drástica redução de tamanho". 

Força Aérea Brasileira participa pela primeira vez de reunião dos usuários do caça Gripen, em Praga


Por: Redação OD

Durante evento ocorrido entre os dias 4 e 8 de dezembro, em Praga, na República Checa, o qual contou com a presença de representantes da Suécia, Hungria, Tailândia, África do Sul, República Checa e, a partir dessa edição, Brasil - que foi representado por quatro militares da Força Aérea Brasileira (FAB), uma comitiva brasileira participou pela primeira vez, do Gripen Users Group, conferência do grupo de usuários do caça Gripen, e que em maio de 2018, terá o Brasil como anfitrião do encontro. O evento de periodicidade semestral, é composto por um grupo de Aquisição e Desenvolvimento e dois subgrupos - Operacional e Logístico. 

Diante da ameaça da Coreia do Norte, Japão aprova orçamento recorde para defesa militar

Soldados japoneses armam lança-míssil temporariamente após teste de míssil da Coreia do Norte passar por cima do Japão (Toru Yamanaka/AFP)
Por: Redação OD

Foi aprovado pelo Governo Japonês, o orçamento para sua área de defesa recorde para o ano de 2018, tendo estes fundos monetários como destino maior, os sistemas de defesa antimíssil e armas, os quais podem conduzir ataques preventivos contra bases militares na Coreia do Norte, em caso da ameaça se torne real. O valor do orçamento de 5,19 trilhões de ienes, cerca de R$ 152 bilhões, é o maior de todos os tempos, com um aumento de 1,3% em relação ao ano passado. O premiê, Shinzo Abe, acabou com os cortes no orçamento militar do país quando assumiu o poder no final de 2012. Nos últimos anos, o pacote de fundos destinados ao sistema de defesa japonês só cresceu. 

Arquivo revela Natal de soldados brasileiros sob granadas e ao som de Noel Rosa na Segunda Guerra Mundial (vídeo)

O anglo-brasileiro Francis Hallawell, o 'Chico da BBC', usava aparelho 'que pesava uns 15 quilos' para gravar - em disco - os sons dos soldados e alojamentos da FEB (Foto: BBC)
Por: Redação OD

"Ô, Félix, de onde você está chegando?"
"Eu tô chegando do front."
"Você parece cansado."
"Eu tô o dia todo sem dormir, tô muito cansado."
"Sem dormir? Mas há quantas horas que você não dorme?"
"48 horas."
"Está caindo muita coisa lá na frente?"
"Tá caindo muita granada, muita bomba, metralhadora..." 

Esse diálogo, entre um correspondente de guerra e um pracinha voltando da linha de combate na Segunda Guerra tem uma grande diferença em relação aos registros feitos pelo pequeno grupo de jornalistas brasileiros enviados à Itália em 1944 para acompanhar a Força Expedicionária Brasileira (FEB): ele foi gravado em áudio.

Marinha do Brasil divulga lista das empresas que farão parte da Solicitação de Propostas (RFP) para a construção das Corvetas


Por: Redação OD

A Marinha do Brasil, por meio da Diretoria de Gestão de Programas da Marinha (DGePM), informa que, após o encerramento da cerimônia de lançamento da Solicitação de Propostas (RFP) para o Projeto “Corveta Classe Tamandaré”, realizado no último dia 19 de dezembro, e até o presente momento, distribuiu a referida RFP, após as devidas qualificações jurídicas, para as seguintes empresas interessadas no processo:

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Boeing e Embraer emitem uma nota conjunta e confirmam discussões sobre uma parceria em potencial


Por: Redação OD

A Boeing Company (NYSE: BA) e a Embraer (BM & FBOVESPA: EMBR3, NYSE: ERJ) confirmaram hoje que as duas empresas estão envolvidas em discussões sobre um a possível parceria em potencial, cuja base está sendo colocada em discussão. Não há garantia de que esta parceria se concretize, mesmo com essas discussões. A Boeing e a Embraer não pretendem fazer comentários adicionais sobre essas discussões. Qualquer transação está sujeita à aprovação de seus respectivos governos e de agências reguladoras brasileiras, além é claro dos conselhos das duas companhias e dos acionistas da Embraer.

Embraer não se manifesta à B3 e negociações de ações são reabertas. Ações da Embraer sobem 21% com rumor



Por: Redação OD

A Embraer não respondeu ao questionamento da B3 (antiga BM&FBovespa), sobre o interesse da Boeing em comprar a companhia, informou a instituição financeira em comunicado divulgado. A B3 questionou a empresa por conta da forte oscilação dos papéis em bolsa logo após a publicação da notícia. A instituição decidiu, então, reabrir as negociações com ações e opções da empresa, "respeitados os critérios de prorrogações de leilão". Às 16h09, a Embraer ON tinha alta de 19,41%, a R$ 19,69. O volume negociado atingia R$ 154,6 milhões, contra R$ 24,9 milhões de giro ontem. Após a publicação de uma reportagem do "Wall Street Journal", os recibos de ações (ADRs) avançam 24,46%, para US$ 24,88. Os rumores ocorrem pouco mais de dois meses depois da união de Airbus e Bombardier, movimento que criou uma rival de peso para a Negócio avaliaria a Embraer com prêmio elevado em relação ao seu valor de mercado, que era de US$ 3,7 bilhões na manhã de hoje, segundo o jornal.

*Com Informações do jornal Valor Econômico e do site Bloomberg

Marinha do Brasil oficializa o Projeto das Corvetas Classe Tamandaré, e visa recebimento da primeira em 4 anos (Vídeo)


Por: Anderson Gabino

A Marinha do Brasil deu um enorme passo e de suma importância para a soberania nacional a qual inclui também um grande fator motivador, que é de se poder fomentar novamente o trabalho de nacionalização da indústria naval, para a construção de navios de superfícies assim como fora feito na década de 70, com a fabricação das Fragatas da Classe Niterói. Em cerimônia na Escola de Guerra Naval, na Urca, a força naval deu andamento a segunda etapa do projeto Corveta Classe Tamandaré, para o recebimento de propostas de empresas interessadas em construir no Brasil quatro navios de superfície de alta complexidade tecnológica, onde foram divulgados os principais aspectos da Solicitação de Proposta (Request for Proposal – RFP).

Núcleo de Operações Aéreas (NOA) da Secretaria de Segurança do Estado de Rondônia forma 10 novos tripulantes


Por: Redação OD

A Secretaria de Segurança do Estado de Rondônia (Sesdec) conclui a formação de Dez agentes da Segurança Pública, onde os quais foram habilitados pelo Núcleo de Operações Aéreas (NOA) a exercer a função de tripulante, após dois meses de intensa preparação com aulas práticas e teóricas. O curso, com carga horária de mais de 550 horas, teve como coordenadores o Tenente-Coronel PM Lopes, chefe do NOA, o Capitão PM Leandro, chefe de Operações e o 2º sargento BM Servanildo, tripulante do Grupo de Operações Aéreas (GOA). A cerimônia fora realizada no Hangar do Governo no aeroporto de Belmont, em Porto Velho, e contou com a presença do secretário-adjunto de Estado da Segurança Defesa e Cidadania, Luiz Roberto de Mattos, o qual destacou a importância da atuação do NOA no espaço aéreo do Estado e na capacitação dos novos tripulantes.

Soldado norte-coreano deserta para Coreia do Sul. Ele é o 4° a conseguir fugir do regime de Pyongyang este ano


Por: Redação OD

Mais um soldado norte-coreano desertou nesta quinta-feira para a Coreia do Sul cruzando a zona desmilitarizada (DMZ) que divide a península, conforme informou o ministério da Defesa em Seul, acrescentando que os militares sul-coreanos realizaram disparos de advertência diante da aproximação de tropas do Norte. O militar "de patente não muito elevada" percorreu a parte central da DMZ para entrar na Coreia do Sul, segundo o comunicado. O militar apareceu na manhã desta quinta em um posto de guarda, em meio à neblina, informou a agência de notícias sul-coreana Yonhap, citando o Estado-Maior das Forças Armadas sul-coreanas.

Submarino Australiano da I Guerra Mundial é encontrado 103 anos depois. Ele era o maior mistério naval Australiano


Por: Redação OD

Após longos 103 anos de dúvidas, o mais antigo mistério naval da história Australiana, foi resolvido com a descoberta de destroços do seu primeiro submarino, mais de um século depois do seu desaparecimento ao largo da costa da Papua Nova Guiné, segundo nota do governo Australiano. O HMAS AE1, era o primeiro de dois submarinos da “classe E’, construídos para a Real Marinha Australiana e desapareceu em 14 de novembro de 1914, com 35 tripulantes a bordo de uma tripulação mista entre australianos, britânicos e neozelandeses.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Projeto Eagle da Airbus Helicopters alça voo


Por: Redação OD

A Airbus Helicopters acaba de dar mais um passo na campanha de testes do seu Projeto Eagle, com a validação em voo do inovador sistema de processamento de imagens a bordo. Utilizando um H225 com plataforma de ensaio, os voos demonstraram a capacidade do sistema de selecionar um pequeno "alvo" terrestre com alcance de até 2 milhas e rastreá-lo automaticamente durante a aproximação realizada pelo piloto. Os testes também validaram a arquitetura do Eagle e os principais componentes, como o pacote de optrônicos com estabilização giroscópica, a unidade de processamento. 

China se aproxima da supremacia naval dos EUA, ao adquirir empresa britânica de tecnologia

O segundo porta-aviões da China, Tipo 001A, é visto durante uma cerimônia de inauguração no estaleiro de Dalian, na província de Liaoning, Nordeste da China, em 26 de abril de 2017 (STR/AFP/Getty Images)
Por: Redação OD

A China alcançou um avanço crítico em seu programa de porta-aviões, incorporando tecnologia-chave de uma empresa britânica que fora adquirida discretamente há uma década. A compra não foi averiguada pelos reguladores britânicos na época, embora o dispositivo semicondutor fundamental em questão tenha sido especificamente listado como sujeito ao controle de exportação pelos regulamentos da União Europeia. Em jogo está a capacidade da China de competir diretamente com o poder dos porta-aviões dos EUA e ser capaz de lançar aeronaves mais pesadas e poderosas.  A China e os Estados Unidos têm competido acirradamente para desenvolver a próxima geração de sistema eletromagnético de lançamento de aeronaves (EMALS) há mais de uma década e, até recentemente, pensava-se que os Estados Unidos lideravam a corrida com seu próximo porta-avião da Classe Ford, que foi projetado especificamente para usar catapultas de propulsão eletromagnética.

Ministro da Defesa Raul Jungmman, confirma a compra do HMS Ocean. Navio deverá chegar ao Brasil até Novembro de 2018


Por: Anderson Gabino

Durante a cerimônia da apresentação de chamado publico para a construção de 4 corvetas da Classe Tamandaré, o Ministro da Defesa Raul Jungmman, revelou que o presidente Michel Temer autorizou a compra do navio multifunção HMS Ocean, e que o mesmo deverá chegar ao Brasil entre os meses de outubro ou novembro de 2018, pois ainda estamos em fase de negociação com o Governo do Reino Unido. “O valor do navio deverá ficar em torno de 84 milhões de libras, este recurso sairá da economia, que vem sendo feito pela própria Marinha. Esse navio, que é um navio multifunção e deverá assumir o papel de navio capitânia da nossa Marinha, é de última geração, e se encontra em excelente qualidade. É uma grande conquista”, completou.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Uma visão sistêmica sobre o Futuro Carro de Combate (CC) do Exército Brasileiro


Por: Daniel Bernardi Annes

A aquisição da nova família de blindados revitalizou a tropa blindada brasileira, desencadeando uma significativa mudança cultural no trato com os blindados. Contudo, o término da vida útil destes blindados está previsto para 2027. Findo este prazo, há duas soluções possíveis: aplicar um kit de modernização e postergar seu descarte ou substituí-lo por um novo carro de combate ao término de sua vida útil. O presente artigo teve por objetivo analisar as possíveis soluções, e no ambito de nossa politica monetária e de defesa, sugerir que a aquisição de um carro de combate no mercado internacional se apresenta como a solução mais viável, mais realista e eficiente à substituição da frota Leopard 1A5 BR. Mas ainda, paralelamente, sugere-se também de se iniciar o desenvolvimento de um carro de combate nacional.

Aluna do Colégio Militar de Porto Alegre conquista 1º lugar nacional em concurso de redação da Marinha do Brasil


Por: Redação OD

A Aluna Isadora Schneider Ludwig, do 3º Ano do Ensino Médio do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA), conquistou o 1° lugar Nível Nacional na Operação Cisne Branco, um concurso de redação realizado em âmbito nacional pela Marinha do Brasil com o objetivo de incentivar o interesse dos estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, bem como alunos do Ensino Médio, quanto aos assuntos ligados ao Poder Naval, Poder Marítimo, “Amazônia Azul”, História Naval e as Formas de Ingresso na Marinha. Em 2017, os temas da redação foram “Os marinheiros como sentinelas dos mares do Brasil”, para o Ensino Fundamental, e “A Marinha do Brasil e o progresso do País”, para o Ensino Médio. 

domingo, 17 de dezembro de 2017

Marinha do Brasil inicia a segunda etapa do Projeto “Corveta Classe Tamandaré"


Por: Redação OD

A Marinha do Brasil realizará, no dia 19 de dezembro, o lançamento do Projeto “Corveta Classe Tamandaré” ao mercado de defesa nacional e internacional, o evento será realizado na Escola de Guerra Naval (EGN), e será baseado no contexto do Programa Estratégico “Construção do Núcleo do Poder Naval”, projeto este que visa à aquisição, por construção, de quatro navios de superfície de alta complexidade tecnológica. O evento será dividido em três fases:

O Exército Brasileiro e a sua "Concepção Estratégica", na visão do Sistema de Planejamento do Exército



Por: Redação OD

O Exército Brasileiro, liberou um documento para consulta pública chamado “A Concepção Estratégica (CE),”. este documento faz parte do Sistema de Planejamento do Exército (SIPLEx), em que ele constitui-se ser um embasamento conceitual, decorrente de estudos, análises e avaliações, que apresenta de como a Força Terrestre deva de ser empregada para cumprir as suas mais variadas missões no Plano Estratégico do Exército (Ex). A missão do Exército é contribuir para a garantia da soberania nacional, dos poderes constitucionais, da lei e da ordem, salvaguardando os interesses nacionais, cooperando com o desenvolvimento nacional e o bem-estar social. Para isto, deve-se preparar a Força Terrestre, mantela em permanente estado de prontidão.

Uma guerra silenciosa por um mercado de R$ 2,5 bilhões, é travado no Brasil por grandes fabricantes de armas mundiais


Por: Redação OD

Um edital aberto pela Polícia Rodoviária Federal, que se transformou em um contrato para a aquisição de pistolas, revela os bastidores de uma disputa bilionária pelo mercado de armas no Brasil. Em audiência realizada pela corporação no último dia 18 de outubro, em Brasília, a qual contou com a participação de oito empresas, duas nacionais e seis estrangeiras, em busca de um nicho comercial com números iniciais na casa dos R$ 2,5 bilhões, mas que, a partir do lobby e de eventual queda do Estatuto do Desarmamento, pode atingir valores hoje ainda incalculáveis. A ata do encontro entre os integrantes da PRF e dos representantes das empresas revela o objetivo de avaliar a capacidade nacional e internacional para o fornecimento de armas para corporações brasileiras.

Por resultados e respostas do que aconteceu ao ARA SAN JUAN, Governo Argentino destitui o Chefe de seu Estado-Maior


Por: Redação OD

Passado mais de 30 dias após o trágico desaparecimento do submarino ARA San Juan e na ansia por respostas, o Governo Argentino resolveu destituir da Chefia do Estado-Maior da Armada, o Almirante Marcelo Eduardo Hipólito Srur.  A agência estatal Télam informou que o ministro da Defesa argentino, Oscar Aguad, solicitou ao chefe do Estado-Maior da força naval sua aposentadoria e designou um substituto interino, enquanto um novo responsável pelos submarinos da Marinha será encarregado da investigação em curso. A pressão sobre a cúpula militar do país é dupla: por um lado, deverá se concluir se o ARA San Juan estava ou não em condições de navegar; por outro, Srur é acusado de ocultar do presidente informações confidencias, como o boletim em que o capitão do submarino reportava uma entrada de água que gerou um curto-circuito nas baterias.