Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Brasil. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Relatório da Década de 50 da CIA, relata que o Nordeste Brasileiro era crucial para defender EUA de ataque soviético

Soldados americanos se divertem em praia em Natal durante a Segunda Guerra Mundial IVAN DMITRI/MICHAEL OCHS ARCHIVES / GETTY IMAGES
Por: Redação OD
Após ocupar o Leste Europeu, os soviéticos agora avançam pelo Hemisfério Sul. As tropas comunistas invadem a Austrália, ocupam a África e de lá partem para a conquista do território de onde lançarão a ofensiva final contra os Estados Unidos: o Nordeste do Brasil. O cenário hipotético é narrado em um relatório da CIA (agência de inteligência dos EUA) divulgado nesta semana, entre cerca de 800 mil documentos que vieram à tona após uma longo processo movido por defensores do livre acesso à informação.

sábado, 14 de outubro de 2017

Declaração conjunta: Diálogo da Indústria de Defesa Brasil-EUA reforça a intenção de ampliar parceria no setor


Por: Redação OD

Os governos dos Estados Unidos e do Brasil assinaram uma carta de intenção para explorar a colaboração conjunta do comércio de defesa em 30 de setembro de 2016. No primeiro ano, o Diálogo da Indústria da Defesa (DID) alcançou progressos nos controles de exportação e de outras questões regulamentares. Neste seu segundo ano, os principais objetivos são fortalecer o comércio bilateral de defesa e investimento e aumentar a cooperação tecnológica:

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Será que nós Brasileiros, conhecemos de fato o significado do conteúdo de nossa Bandeira?


Por: Redação OD
Nem todo mundo sabe, mas o conteúdo da bandeira brasileira tinha, na época do Império, outros significados. O retângulo verde, que passou a representar nossa natureza, antes remetia à Casa de Bragança (a família de dom Pedro I). O amarelo, hoje símbolo da riqueza mineral do país, era a cor da Casa de Lorena (da arquiduquesa dona Leopoldina, esposa de dom Pedro I). E o círculo azul era a esfera armilar, também presente na bandeira portuguesa do Império. Agora, indica nosso céu estrelado.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Haiti e a criação do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil


Por: José Renato Gama de Mello Serrano 

A participação brasileira na Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH) foi uma experiência sem precedentes na história das Forças Armadas brasileiras. O crescimento profissional e a evolução da doutrina militar são pontos a se ressaltar nesse processo de mais de 13 anos vividos intensamente pelo Exército Brasileiro. Nesse contexto, o Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB) participou diretamente do sucesso obtido por nossas tropas em solo caribenho.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Marinha do Brasil realizou cerimônia de substituição da Bandeira Nacional em Brasília


Por: Redação OD

A Marinha do Brasil realizou cerimônia de substituição da Bandeira Nacional no último domingo, 3 de setembro, em alusão à Semana da Pátria. O evento, que foi aberto ao público, aconteceu na Praça dos Três Poderes, em Brasília - DF. Ao som do Hino Nacional, uma nova bandeira foi hasteada em um mastro de 110 metros, acompanhada por uma salva de 21 tiros de canhão. Em seguida, a antiga bandeira foi arriada, ao som do Hino à Bandeira Nacional, interpretado por duas cantoras líricas da Força.

domingo, 3 de setembro de 2017

Bon Bagay, missão cumprida - cerimônia marca a saída das tropas brasileiras do Haiti


Por Major Sylvia Martins

A cerimônia na noite da última quinta-feira (31), na Base General Bacellar, em Porto Príncipe, marcou a despedida do Contingente Brasileiro (CONTBRAS) da Missão de Paz para Estabilização do Haiti (MINUSTAH). A partir de agora, as operações das tropas estão encerradas e a etapa final de desmobilização será concluída em 15 de outubro, que compreende as medidas de repatriação de pessoal e material. Pela segunda vez no Haiti, o ministro Jungmann, ressaltou que o componente militar deixa o país caribenho, mas não o Brasil, que continuará suas relações em outras áreas, como saúde e assistência humanitária.

sábado, 26 de agosto de 2017

Após saída do Haiti, Brasil deverá fazer parte da MINUSCA. Força da ONU que opera na Região Centro-Africana


Por: Redação OD
A próxima missão das Forças Armadas do Brasil sob mandato da ONU será na África. E será perigosa, com elevada possibilidade de ações de combate. Há oito destinos possíveis no continente – todos cenários de violentas lutas civis. O Comando do Exército considera o envio de 700 a 800 homens, o tamanho de um batalhão de infantaria, já no segundo semestre de 2018.A parada mais provável até agora: a República Centro-Africana, onde 9.639 militares, mais 1.883 agentes policiais e 760 funcionários civis, integram a MINUSCA, sigla internacional da operação. O objetivo prioritário da ONU no país é proteger a população e ajudar o governo do presidente Faustin Touadéra a restabelecer condições de segurança interna, comprometida pela coalizão das milícias muçulmanas Séleka.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Exército Brasileiro autoriza uso pessoal de arma calibre 9 mm por policiais


Por: Redação OD

O Exército Brasileiro autorizou polícias militares, civis, bombeiros dos Estados e do Distrito Federal e agentes das polícias legislativa do Congresso Nacional a comprarem, para uso particular, pistolas calibre 9 mm, que até então eram restritas a agentes da Polícia Federal e das Forças Armadas Brasileiras. A autorização foi concedida pelo Comandante do Exército, General Villas Bôas, por meio de quatro portarias publicadas na edição desta última quarta-feira (24/8), no Boletim interno do Exército. Na última alteração da resolução, em dezembro 2012, os agentes das forças de segurança tinham o direito pessoal de portar calibres 357, 40 e 45.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Há 75 anos, Brasil declarava guerra à Alemanha e assim era dada uma resposta à pressão da população e aos americanos


Por: Redação OD

Rio de Janeiro, 22 de agosto de 1942. Getúlio Vargas se reúne com seus ministros no Palácio Guanabara. Depois de uma hora e meia de reunião, o governo anuncia que o Brasil estava em "estado de beligerância" com a Alemanha Nazista e a Itália Fascista. Na prática, era uma declaração de guerra. E foi essa última palavra que foi usada por alguns jornais brasileiros em suas edições extras publicadas no mesmo dia. "Guerra!", anunciou "O Globo" em letras garrafais. "Foi uma resposta à pressão que o governo vinha sofrendo da população, de ministros simpáticos à causa aliada e dos próprios americanos", afirma o historiador Rodrigo Trespach, autor do livro "Histórias não (ou mal) contadas: Segunda Guerra".

Governo Federal prorroga a permanência da Força Nacional em três Estados


Por: Redação OD

Portarias publicadas no Diário Oficial da União de hoje (22) prorrogam a permanência da Força Nacional nos estados do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e de Sergipe até 31 de dezembro deste ano. A permanência das tropas poderá ser estendida, se necessário. As cidades de Aracaju, Natal e Porto Alegre foram as escolhidas em fevereiro para dar início à implantação do Plano Nacional de Segurança Pública, lançado em janeiro, em meio à crise nos sistemas prisionais de diversos estados. A partir de 2018, a meta será ampliada para cerca de 200 cidades no entorno das capitais.

domingo, 30 de julho de 2017

Cresce o número de brasileiros que se tornam atiradores para obter licença de portar uma arma no país


Por: Redação OD

Nunca o Exército concedeu tantas licenças para pessoas físicas terem acesso à arma de fogo, os dados levantados pelo órgão mostram um "boom" inédito a partir de 2016, quando foram emitidas 20.575 autorizações, 185% a mais que os 7.215 do ano anterior e com demanda recorde, a tendência é de alta. Somente em 2017, 14.024 cidadãos já obtiveram o aval, média de 2.033 por mês ou 66 por dia, e de 2005 a 2017, o número de pessoas com a autorização válida subiu 395%, de 14.865 para 73.615. Cerca de 90% do total atual são os chamados CACs, sigla usada para denominar caçadores, atiradores e colecionadores registrados.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Navio nazista carregado com ouro brasileiro é encontrado em litoral da Islândia, afundado em 1939 por navios da Marinha Britânica


Por: Redação OD

Um navio nazista carregado de ouro proveniente do Brasil, afundado em 1939, foi encontrado perto do litoral da Islândia.SS Minden, navio alemão afundado em setembro de 1939, teria sido identificado nas últimas semanas quase 80 anos após seu afundamento, a cerca de 190 km de distância do litoral islandês, graças as atividades da empresa britânica especializada em recuperação de navios afundados “Advanced Marine Services”. Ele estaria carregado com cerca de 4 toneladas de ouro, por um valor de cerca de 110 milhões de euros (cerca de R$ 407 milhões). O ouro tinha sido retirado do Banco Germânico, uma filial brasileira do banco alemão Dresden.

OGMA envia peças para montar a segunda aeronave militar KC-390 de série no Brasil


Por: Redação OD

A Empresa de Alverca, que é a responsável pela fabricação da fuselagem central das aeronaves, a qual já estão sendo produzidas em série, com isso a OGMA iniciou o envio para o Brasil dos componentes destinados a montagem do segundo KC-390 de série sendo um dos 28 destinados à Força Aérea brasileira, conforme informou a empresa esta quarta-feira. Estas aeronaves de transporte militar, onde Portugal participa desde o início e como principal parceiro da fabricante brasileira Embraer, são apontadas como as possíveis grandes sucessoras dos lendários C-130 Hércules a nível mundial.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

A Cavalaria do Exército Brasileiro na II Guerra Mundial, os HERÓIS NA MEMÓRIA DO ESQD TEN AMARO


Por: Redação OD

Alguns voltaram da Segunda Guerra Mundial para contar as suas histórias. Outros morreram para fazê-las. Então, dando prosseguimento à essa série de reportagens sobre a participação da Cavalaria no teatro de operações europeu, conheça os integrantes do Esquadrão Tenente Amaro, o 1° Esquadrão de Cavalaria Leve (Esqd C L), que tombaram no cumprimento do dever. Conheça quem são os quatro heróis do então 1° Esquadrão de Reconhecimento (Esqd Rec) mortos em combate.

domingo, 9 de julho de 2017

Revolução de 1932: Novidade da guerra civil estava no ar

Por: Redação OD

Os trens eram blindados e os canhões saídos das fundições e metalúrgicas de São Paulo tinham alcance inesperado; a força constitucionalista usava metralhadoras com as quais a tropa federal não contava e, no mar, navios pesados ameaçavam com a devastação causada pela grossa artilharia embarcada. Tudo novo, tudo velho. A novidade da guerra civil brasileira estava no ar - aviões de caça, pequenas e ágeis máquinas de voar, usadas em missões aéreas pelos dois lados da luta.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Qual é o país mais militarizado da América Latina


Por: Redação OD

De acordo com os dados da Rede de Segurança e Defesa da América Latina (Centro Resdal), foi feito levantamento via pesquisa, onde foi analisado quais são as forças de defesa mais numerosas da América Latina e quais países são os mais militarizados em relação à sua população total. Em 2016, eram 1.732.837 os efetivos militares conjuntos de 16 países latino-americanos e caribenhos, de acordo com o último Atlas Comparativo da Defesa regional, publicado pela Resdal. O estudo é baseado nos dados oficiais das nações estudadas, sendo que estas não incluem a Costa Rica, Cuba e o Panamá.

sábado, 24 de junho de 2017

Exército Brasileiro e os 150 anos da atividade de Observação Aérea no Brasil


Por: Redação OD

A Atividade de Observação Aérea Brasileira tem sua origem em 1867, por iniciativa do Duque de Caxias, no transcurso da Guerra da Tríplice Aliança. Naquela oportunidade, o Exército havia empregado balões cativos de observação como instrumento de batalha para reconhecer as posições defensivas de Curupaiti e Humaitá. Passado o combate, mais precisamente no ano de 1907, o então Ministro da Guerra, Marechal Hermes da Fonseca, enviou à França o Tenente de Cavalaria Juventino da Fonseca, militar que viria a ser o primeiro Observador Aéreo brasileiro. Na Europa, esse valoroso oficial aprendeu a arte de observar o campo de batalha e de pilotar os balões cativos de observação. Com seu regresso, deu-se a montagem do primeiro parque de aero estações em solo pátrio.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Brasil e Suécia avançam e ampliam ainda mais a sua parceria


Por: Redação OD

Os ministros da Defesa do Brasil, Raul Jungmann, e da Suécia, Peter Hultqvist, reuniram-se hoje, em Estocolmo, para discutir as oportunidades crescentes de cooperação bilateral em defesa, a exemplo do projeto Gripen NG, e demais contribuições em outros setores da economia de ambos os países. "Estamos avançando na parceria entre o Brasil e a Suécia. E o Gripen NG é uma colaboração importante, pois permitirá que o Brasil tenha autonomia para construir aviões de caça no futuro", afirmou o ministro Jungmann.

sábado, 10 de junho de 2017

Governo de Portugal necogia com a Embraer compra de 5 cargueiros KC-390


Por: Redação OD
O Conselho de Ministros de Portugal aprovou resolução que autoriza o início das negociações do governo com a Embraer para a aquisição de cinco aeronaves KC-390, com opção de mais uma unidade do cargueiro militar, e mais a compra de um simulador de voo (fullflight simulator CAT D), para instalação e operação em território nacional luso.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

1ª Edição do Simpósio de Transporte Aeromédico Airbus. Encontro objetiva debater desafios e oportunidades do segmento no Brasil


Por: Redação OD

Nos dias 12 e 13 de junho próximos, a Helibras e a Airbus realizarão a primeira edição do Simpósio de Transporte Aeromédico. O encontro vai reunir em São Paulo diferentes profissionais que trabalham com atividades aeromédicas ou HEMS (sigla em inglês que se refere a helicópteros de emergências médicas), incluindo operadores dos segmentos civil, governamental, oil & gas, militar, autoridades e associações, como a ABAG. “O objetivo é consolidar as boas práticas nesse segmento e criar mecanismos de aceleração e coordenação para o setor no Brasil, o qual ainda carece de melhoria, apesar do país possuir total capacidade e condições para a realização da atividade. Durante o encontro, serão utilizados exemplos de sucesso de operadores mundiais e procuraremos buscar soluções de fomento que permitam o desenvolvimento com segurança do grande potencial do segmento em nosso território”, explica Mauro Ayres, gerente dos mercados civil e governamental da Helibras.