terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Ministro da Defesa, Raul Jungmann recebeu representantes da Boeing para discutirem sobre parceria com a Embraer


Por: Redação OD

No final da tarde da última sexta-feira (12), o ministro Raul Jungmann recebeu em seu gabinete, em Brasília (DF), representantes da empresa Boeing para discutir parcerias da empresa com a Embraer. Pelo lado da empresa estiveram presentes Greg Smith, CFO (chief of financial officer) e vice presidente de desempenho empresarial e estratégico, Travis Sullivan, vice presidente de cooperação estratégica, Ray Conner, presidente comercial, e a presidente da Boeing para América Latina, Donna Hrinak. 

Marinha do Brasil inicia a Operação Aspirantex-2018 (Vídeo)


Transferência de carga leve entre a Fragata “União” e o NDCC “Almirante Saboia”

Por: Redação OD

Na manhã do dia 12 de janeiro, o Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) “Almirante Saboia” e o Navio Doca Multipropósito “Bahia” suspenderam da Ilha de Mocanguê, no Rio de Janeiro, integrando um Grupo Tarefa (GT) da Esquadra, dando início à Operação Aspirantex 2018, que ocorre até o próximo dia 1º de fevereiro e envolve diversos meios navais e aeronavais. A Aspirantex, que este ano conta com 207 Aspirantes, sendo seis Aspirantes femininas, envolverá 1336 militares e executará exercícios, de caráter militar, ligados às tarefas básicas do Poder Naval, para familiarizá-los com a vida no mar e contribuir para a orientação dos 168 Aspirantes do 2º ano sobre a opção do Corpo e a escolha da Habilitação Militar.

Caças Typhoon da Real Força Aérea Britânica interceptam dois bombardeiros russos sobre o Mar de Barents


Por: Redação OD

A Real Força Aérea britânica (RAF) confirmou que enviou nesta segunda-feira dois caças para interceptarem bombardeiros russos, que se aproximaram do espaço aéreo britânico, criando mais um momento de tensão entre as duas nações. O dois caças ‘Typhoon’ pertencentes a base aérea de Lossiemouth, na Escócia, foram enviados numa “ação de reação rápida de alerta”, quando dois bombardeiros ‘Tupolev Tu-160’ se aproximaram do espaço aéreo da Grã-Bretanha. No entanto, fora dito que “em nenhum momento os aviões russos entraram no espaço aéreo britânico”. O ministro da Defesa russo, Serguei Shoigu, declarou que os dois bombardeiros sobrevoaram o Mar de Barents, sobre a Noruega durante 13 horas em missão de treinamento que cobria as águas neutras, seguindo as normas internacionais.

Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal realiza exercício de embarque/desembarque em aeronave do 1º Batalhão de Aviação do Exército

Militares embarcam em aeronave do Exército Brasileiro

Por: Redação OD

O Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal (GptFNNa), por ocasião da Operação Potiguar III, realizou um exercício de embarque e desembarque de aeronave. O exercício foi apoiado pelo 1º Batalhão de Aviação do Exército e contou com o emprego de um helicóptero HM-4 (H225M), conhecido como Jaguar, com capacidade para até 29 militares armados e equipados.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Na ONU, presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, promete acelerar o envio de soldados à República Centro-Africana


Por: Redação OD

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou na tarde desta segunda-feira na sede da ONU, em Nova York, que o Congresso deve aprovar rapidamente o envio de tropas para a missão de paz na República Centro-Africana, nos moldes do que ocorreu na missão do Haiti. Maia se encontrou com o secretário-geral da entidade, António Guterres. Eu disse a ele (Guterres) que vou trabalhar junto ao presidente Michel Temer para que ele possa encaminhar logo a autorização (para a participação das Forças Armadas), para que o Congresso possa aprovar a decisão o mais rápido possível, disse ele.

Agência Nacional de Aviação Civil esclarece sobre a parceria com a Agência Federal de Transportes Aéreos Russos



Por: Anderson Gabino

Baseado em uma matéria que publicamos mais cedo (veja aqui), onde dava-se conta que a Agência Nacional de Aviação Civil, teria enviado um memorando de intenção a Agência Federal de Transportes Aéreos Russos (Rosaviatsiya) indicando o interesse mútuo de um acordo rápido para o apoio as exportações de equipamentos aeronáuticos russos. Assim, fizemos breve contato com a ANAC, para que a mesma explica-se sobre tal notícia. Segue abaixo a nota:

Marinha do Brasil e a empresa Itaguaí Construções Navais transferem o Submarino Riachuelo para a Base Naval de Itaguaí


Por: Redação OD

O dia 13 de janeiro de 2018, entra para a história da Marinha do Brasil, pois o seu primeiro submarino da Classe Scorpene, o S-40 Riachuelo, foi transferido para ser realizado a parte final de sua construção na Base Naval de Itaguaí. Sendo assim podemos acreditar que o submarino irá ser comissionado este ano ainda!!Um Bravo Zulu a nossa Marinha. Após termos sido a primeira mídia a divulgar, a transferencia do S-40 Riachuelo, noticia esta que fez movimentar a Inernet nos últimos dias. A Marinha por meio de seu Centro de Comunicação Social divulgou nota e outras fotos desta transferência. Segue a nota:

Militares norte-americanos intensificam treinamentos de combate, visando uma possível guerra contra a Coreia do Norte


Por: Redação OD

Segundo o jornal The New York Times,  militares norte-americanos estão intensificando ainda mais seus treinamentos para estarem preparados, caso haja possíveis combates contra soldados norte-coreanos. Ainda de acordo com o jornal, em dezembro tropas dos EUA, realizaram um excercício o qual simulava um grande desembarque aéreo e contou com quase 50 helicópteros no estado da Carolina do Norte. Paralelo a este exercício, no estado de Nevada cerca de 120 paraquedistas simularam uma invasão a um país estrangeiro realizando saltos noturnos de um avião de transporte militar C-17 Globmaster III.

Brasil e Russia próximos de assinarem acordo de cooperação para a venda de helicópteros Ansat e Mi-171A2


Por: Redação OD

Segundo um comunicado realizado pela Agência Federal de Transportes Aéreos Russos (Rosaviatsiyana última sexta-feira dia 12/01, onde dar-se conta que um memorando de intenções fora entregue pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), expressando junto a Agência Federal de Transportes Aéreos Russo um interesse mútuo de assinarem em breve um memorando de entendimento, o qual visa expandir as exportações de helicópteros russos. "A Rosaviatsiya e a ANAC confirmam o interesse mútuo em um acordo rápido para a celebração de um memorando dirigido ao apoio das exportações de equipamentos aeronáuticos russos, particularmente os helicópteros Ansat e Mi-171А2, bem como à intensificação do trabalho conjunto na área de certificação e apoio à aeronavegabilidade da aviação civil", explica o comunicado da entidade russa.

Almirante Kuznetsov: Um mal necessário ou apenas um fantoche para se demonstrar força naval


Por: J.G Aráujo

O Almirante Flota Sovetskogo Soyuza Kuznetsov ou traduzindo literamente "Almirante da Frota da União Soviética Kuznetsov" é um Navio Aeródromo o qual serve como o capitânia da Marinha Russa. O navio, originalmente projetado e construído para extinta Marinha Soviética foi destinado a ser o principal navio de sua classe, mas o único outro navio de sua classe, Varyag, nunca foi completado. O navio tem uma má fama entre os marinheiros, tanto que possui uma frase ícone sobre para quem sai da linha na Marinha: "Se você se porta mal, você será enviado para o Kuznetsov" e isso se tornou uma norma. No desenrolar deste artigo logo abaixo, vocês poderão descobrir o porquê desta alcunha jocosa.

domingo, 14 de janeiro de 2018

Centro de Instrução Pára-quedista General Penha Brasil realiza solenidades de passagem de Comando e de Adjunto de Comando


Por: Redação OD

No dia 9 de janeiro, ocorreu no Centro de Instrução Pára-quedista General Penha Brasil às solenidades alusivas a Passagem de Comando do Cel Inf Cláudio Tavares Casali (comandante sucedido) ao Cel Inf Adriano Fructuoso da Costa (comandante sucessor) e de Adjunto de Comando do 1º Sgt Com Aracibio da Paixão Júnior (adjunto de comando sucedido) ao ST Cav Gutemberg Marquez Rodrigues (adjunto de comando sucessor) e a Inauguração da foto na Galeria de Ex-Comandantes.

Exército Brasileiro reverencia seus 18 heróis vitimados no terremoto de 2010, durante a Missão de Paz no Haiti


Por: Redação OD

No dia 12 de janeiro de 2010, às 16h53, um forte terremoto atingiu o Haiti, deixando milhares de mortos, feridos e desabrigados. Dentre as vítimas fatais, estavam 18 militares do Exército Brasileiro, integrantes do 11º contingente da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH). São eles:

Transmissão do cargo de Comandante de Operações Navais é realizada a bordo do Navio-Aeródromo “São Paulo”

O Almirante de Esquadra Fernandes transmite o cargo de Comandante de Operações Navais ao Almirante de Esquadra Küster
Por: Redação OD

Na manhã do dia 10 de janeiro, foi realizada a cerimônia de transmissão do cargo de Comandante de Operações Navais, a bordo do Navio-Aeródromo “São Paulo”. Após dois anos a frente do cargo, o Almirante de Esquadra Sergio Roberto Fernandes dos Santos passou o Comando para o Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster. A solenidade, que foi presidida pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, contou com a presença de autoridades civis e militares.

Índia irá realizar em breve novos testes com o seu mais novo e maior míssil balístico, o Agni-V


Por: J.G Araújo

Atualmente muito se fala dos projetos de mísseis da Coréia do norte, mas vem passando despercebido para todo mundo um projeto que vem avançando a passos largos de Mísseis táticos em um pais que já se tem artefatos nucleares e com um projeto bem mais audaz que o do pais asiático. A Índia, vem a passos largos com preparações de plena capacidade nuclear tática, estas preparações começaram no centro de testes de defesa de Abdul Kalam Island, ao largo da costa de Odisha, e estes dias devem culminar no primeiro teste de do míssil balístico superfície/superficie de maior capacidade e de maior alcance do país, o Agni-V. O lançamento deverá a vir realizado pelo Comando das Forças Estratégicas (SFC) do Exército indiano.

O míssil construído e desenvolvido localmente, realizará um novo teste a qualquer momento, as fontes dão conta que a janela para o teste deverá ocorrer até o dia 19 de Janeiro, sendo que a área de lançamento já está configurada e os equipamentos de rastreamento foram movidos para os locais estratégicos. "O sistema de mísseis é comprovado com já quatro ensaios que claro, nem de longe foram divulgados como os da Coréia do Norte – todos os testes foram conduzidos com sucesso e em segredo. Os dados gerados durante todas as missões foram bastante satisfatórios. O novo lançamento será realizado com a associação da SFC - Comando das Forças Estratégicas (Strategic Forces Comand) para verificar sua prontidão operacional ", afirmou um funcionário.


Desenvolvido pela Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Defesa (DRDO), o míssil balístico com alcance intercontinental é o melhor da sua classe com giroscópios avançados de laser, motores de foguete compostos e sistemas de micro-navegação altamente precisos e sistemas de navegação inercial. O Agni-V, tem três estágios, 17 metros de altura e dois metros de largura, é capaz de transportar uma ogiva nuclear de cerca de 1,5 toneladas. Com cerca de 50 toneladas, incorpora acelerômetro para navegação e orientação e seu nível de precisão é muito maior do que as três variantes anteriores - Agni-II, Agni-III e Agni-IV.

"O que torna o míssil mais efetivo e furtivo é que ele pode ser equipado com vários Veículos de Reentrada Independentes (MIRV) capazes de entregar múltiplas ogivas em diferentes destinos em longas distâncias. A tecnologia está em desenvolvimento ", disse um cientista de defesa envolvido com o projeto Agni-V. Uma vez pronto o míssil deverá ter um alcance de 5000 km e deve atravessar o Oceano Índico, todos os problemas logísticos terão de ser corrigidos antes do tempo de lançamento. Vários países, incluindo a Indonésia e a Austrália, serão alertados e o tráfego aéreo e marítimo internacional dentro da zona de teste também controlado em conformidade com a exigência de segurança. O último teste do míssil foi realizado a partir do mesmo programa de teste foi em 26 de dezembro de 2016.


*Com Informações do site Índia News

sábado, 13 de janeiro de 2018

Marinha Indiana avalia adquirir mais unidades do Boeing P-8 I Poseidon


Por: J.G Araújo

A Marinha Indiana está considerando a aquisição de mais aeronaves Boeing P-8I Poseidon de vigilância e Guerra Anti-Submarina (ASW), de acordo com o chefe da Marinha Almirante Sunil Lanba. Em uma entrevista à revista 'Estratégia da Índia', o Almirante Lanba disse que a capacidade de vigilância aérea é um importante subconjunto das operações navais e que, embora a proposta estivesse na mesa, ele não poderia divulgar os números exigidos. Seus antecessores falaram algo em torno de 30 aeronaves de reconhecimento marítimo de longo alcance (LRMR), sob as quais a marinha já instalou oito aeronaves e fez uma ordem para mais quatro.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Agência de Inteligência Naval dos EUA conclui relatório onde afirma-se que submarino ARA San Juan explodiu em 0,4 s


Por: Redação OD

De acordo com a Agência de Inteligência Naval dos EUA (NCIS), que após analisarem os dados obtidos pela Organização do Tratado de Proibição Completa de Testes Nucleares, chega-se a conclusão que o submarino argentino San Juan, desaparecido há quase 2 meses, fora completamente destruído na sequência de uma explosão em 40 milissegundos, comunicou a AgênciaO relatório, explica que a explosão ocorrera a 400 metros de profundidade, com uma potência aproximadamente igual a 6 toneladas de TNT. "O casco externo do submarino foi totalmente destruído em 40 milissegundos [0,4 segundos]", diz-se no documento. 

Empresa ODK-Saturn desenvolve motor naval para Marinha Russa, acabando assim com dependência pelos motores Ucranianos


Por: Redação OD

A empresa russa de fabricação de motores navais ODK-Saturn, completou os testes em três modelos de motores com turbina a gás, que serão destinados a substituir os equipamentos de fabricação ucraniana usados nos navios de guerra russos. "A dependência definitivamente terminou", assegurou o vice-ministro da Defesa russo, Yuri Borisov. "Estamos acompanhando de perto o progresso da criação dos motores russos com turbinas a gás, especialmente para as fragatas. O trabalho que iniciou-se em 2014 finalmente fora terminado logo após os motores terem passado pelos testes oficiais e obtiveram os certificados", explicou Borisov em uma coletiva. 

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Exército Brasileiro: Aeronaves C-23B+ Sherpa deverão chegar a força em 2021


Por: Anderson Gabino
Desde aquele 20 de janeiro de 1941, que por decreto presidencial fora criado o então Ministério da Aeronáutica, e assim fez-se nascer a Força Aérea Brasileira, a qual ganhou a exclusividade da realização de estudos, serviços e/ou trabalhos relativos à atividade aérea nacional, onde na mesma data extinguiu-se o Corpo de Aviação da Marinha e a Aviação Militar, encerrando, assim, a fase inicial da Aviação do Exército, que o Exército Brasileiro sonha em poder a voltar ter suas próprias asas.

Marinha peruana começa a modernização de seus submarinos Type 209/1200

Por: J.G Araújo

O estaleiro naval peruano SIMA iniciou a modernização dos quatro submarinos Type 209/1200 da Marinha peruana. O primeiro barco a submeter-se às atualizações é o BAP Chipana, que foi recentemente retirado da água para uma doca seca para a manutenção. O sistema Syncrolift que a empresa utilizou para o procedimento foi entregue pela empresa norueguesa TTS Syncrolift AS. Um sistema semelhante foi usado para lançar os destroyers da Royal Australian Navy AWD.

Embraer informa que consulta assessores financeiros sobre Boeing


Por: Redação OD
A Embraer informou que vem consultando assessores financeiros e legais, entre aqueles que usualmente já utiliza em suas operações, para a eventual combinação de negócios com a Boeing. O comunicado ao mercado, divulgado nesta quinta-feira, foi uma resposta aos questionamentos da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre a contratação dos bancos de investimento Citi e Goldman Sachs para a operação, conforme publicado no jornal "O Estado de S. Paulo".