sábado, 30 de junho de 2018

Marinha do Brasil recebe o porta-helicópteros de múltiplo emprego PHM A-140 Atlântico. Navio terá capacidade para levar até 18 aeronaves

Cerimônia de entrega do porta-helicópteros de múltiplo emprego PHM A-140 Atlântico, em Davonport, na Inglaterra.  Foto: Tassia Navarro/CCSM
Por: Redação OD

A Marinha do Brasil recebeu na manhã do dia de ontem (29) na base naval de Davenport, no Reino Unido, a nova nau capitânia da armada nacional, o porta-helicópteros de múltiplo emprego PHM A-140 Atlântico, ex-HMS Ocean, da frota inglesa. O navio, um gigante de 203 metros (tamanho de dois campos de futebol), e deslocando cerca de 22 mil tons, poderá levar a bordo até 18 aeronaves de diversos tipos. Além dos 465 tripulantes, poderá transportar cerca de 800 fuzileiros prontos para combate, um esquadrão de blindados de ataque, lanchas de desembarque anfíbio e veículos de emprego geral. Em missões humanitárias, o navio pode receber em seus conveses inferiores, um hospital de emergências de campanha, o qual seria configurado para realizar atendimentos rápidos e cirurgias complexas. 

Donald Trump avalia retirar militares da Alemanha, caso esta não aumente seus gastos com Defesa


Por: Redação OD

Segundo o matéria veiculada pelo jornal Washington Post, o Departamento de Defesa dos EUA está avaliando a possibilidade de retirar as tropas americanas na Alemanha e a cúpula da OTAN ainda avaliam, se o presidente dos EUA, Donald Trump, realmente considera à ideia (durante uma reunião com militares, foi-se levantada a possibilidade) ou se ele pretende apenas pressionar os seus aliados (OTAN) a gastarem mais com defesa, antes da cúpula da Aliança Atlântica, marcada para ocorrer Bruxelas nos dias 11 e 12 de julho. Mais de 35 mil militares das forças armadas dos EUA estão baseados na Alemanha, o maior contingente de tropas americanas fora do seu território. Mas a possibilidade, vem provocando inquietação entre os países membros da Otan. 

Governo Russo assina contrato para o fornecimento de 12 caças de quinta geração Su-57


Por: Redação OD

O governo Russo, já teria assinado o contrato para o recebimento das 12 primeiras unidades do caça de quinta geração Su-57, revelou o vice-ministro russo de Defesa Aleksei Krivoruchko neste sábado dia 30. "O contrato para os 12 primeiros caças foi acordado, e as entregas no âmbito desse contrato começarão em breve", declarou ele durante coletiva de imprensa na cidade russa de Komsomolsk-no-Amur. O anúncio fora feito nessa cidade, pois é lá que fica a sede da empresa russa Sukhoi, a qual produz os caças Su-57. O presidente da Corporação Aeronáutica Unida da Russia, Yuri Slyusar, informou que o primeiro lote de aeronaves Su-57 entrará em serviço ativo em 2019. O Su-57 é um caça multifuncional russo de geração, projetado para destruir alvos aéreos, terrestres e navais. O caça permite superar os sistemas de defesa antiaérea do adversário, efetuar o reconhecimento de longo alcance, assim como destruir o sistema de comando da aviação do inimigo.

*Com informações de agência de notícias internacionais

Goa Shipyard Limited e estaleiro INACE anunciam parceria para a construção de corvetas para a Marinha do Brasil


Por: Redação OD

Na reta final para a entrega da proposta do GSL para a Marinha do Brasil, o estaleiro indiano, um dos mais eficientes estaleiros do Ministério da Defesa da Índia (Defence PSU Shipyard), com a capacidade de projetar uma ampla variedade de navios militares, assinou com o estaleiro brasileiro INACE (Indústria Naval do Ceará), um memorando de entendimento (MoU – Memorandum of Understanding) no dia 08 de junho de 2018 para que três dos quatro navios de guerra contratados possam ser fabricados na INACE caso o GSL ganhe a concorrência atualmente em andamento. A colaboração entre as duas empresas se desdobrará em múltiplos campos da tecnologia permitindo a Transferência de Tecnologia do parceiro indiano ao brasileiro capacitando-o a dominar novas capacidades no futuro.

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Mostra de Armamento do Porta-Helicópteros Multipropósito PHM-140 “Atlântico” (Vídeo)


Por: Redação OD

ORDEM DO DIA Nº 2/2018

Em cumprimento ao disposto na Portaria nº 190, de 27 de junho de 2018, do Comandante da Marinha, e de acordo com o preconizado na Ordenança Geral para o Serviço da Armada, realiza-se, na presente data, na Base Naval de Sua Majestade, em Devonport, na cidade de Plymouth - UK, a Mostra de Armamento do Porta Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico”. A Mostra de Armamento, cerimônia repleta de tradições navais, indica o início da singradura do PHM Atlântico, na Marinha do Brasil. Os dados relevantes e de interesse da vida de bordo passam a ser registrados no “Livro do Navio” e, a partir da cerimônia de hasteamento da bandeira do Brasil, o futuro capitânia da Esquadra estará pronto para representar, em plenitude, a Soberania Nacional. A alma do navio, iniciada por excelsos marinheiros britânicos, passa ser constituída pela interação dos marinheiros brasileiros, com os imensos espaços oceânicos do Cruzeiro do Sul e onde estão os pilares da sobrevivência e prosperidade da nossa Pátria.

quinta-feira, 28 de junho de 2018

DGS Defense entrega embarcação multimissão blindada à Marinha do Brasil na RIDEX 2018


Por: Redação OD

A DGS Defense, Empresa Estratégica de Defesa, vai apresentar a DGS 888 RAPTOR, sua nova embarcação multimissão totalmente blindada, na feira Rio International Defense Exhibition (RIDEX), que acontece nos próximos dias 27, 28 e 29 de junho, no Píer Mauá, no Rio de Janeiro. Após a RIDEX 2018, que reúne empresas das áreas de Defesa, Segurança e Offshore, a nova DGS 888 RAPTOR será entregue à Marinha do Brasil. A família de embarcações táticas multimissão DGS RAPTOR, composta por três modelos (DGS 650 RAPTOR, DGS 888 RAPTOR e DGS 1200 RAPTOR). Estas plataformas avançadas, foram projetadas para fornecer mobilidade tática e suporte de fogo em ambientes ribeirinhos e litorâneos . 

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Marinha do Brasil participa do programa "Subject Matter Experts Exchange" da US Navy em proveito da “Operação PANAMAX 2018”

Estado-Maior do Combined Force Maritime Component Commander
 e instrutores do US Naval War College

Por: Redação OD

Diante da designação do Comando da 2ª Divisão da Esquadra (ComDiv-2) para assumir o Combined Force Maritime Component Commander (CFMCC), na “PANAMAX-2018”, o Comando de Força e a Escola de Guerra Naval (EGN) deram início, em março deste ano, a um Programa Especial de Qualificação para os Oficiais e Praças que farão parte do Estado-Maior Multinacional, na fase do planejamento, em junho, no Panamá, e, na fase da execução, em agosto, na Base Naval de Mayport–EUA.

Helibras participa da RIDEX com H225M versão naval da Marinha do Brasil

H225M (UH-15 B) da Marinha do Brasil, no convoo do NDM Bahia - Foto: Eny Miranda
Por: Redação OD

A Helibras participa da Rio International Defense Exhibition (RIDEX), que reunirá profissionais das áreas de Defesa, Segurança e Offshore, a empresa vai exibir o H225M Operacional Naval de última geração, equipado com os mísseis Exocet AM39 B2M2. A aeronave, da Marinha do Brasil, ficará exposta no convoo do Navio Doca Multipropósito Bahia (NDM Bahia). No ano em que a Helibras celebra seus 40 anos de história, o presidente Richard Marelli afirma a importância de levar toda experiência da empresa a um evento que trata de assuntos tão relevantes para o desenvolvimento do país. “Ao longo desses anos, criamos uma variedade de soluções para os mercados militar e offshore e vamos mostrá-las, além dos produtos e serviços que também oferecem os mais altos níveis de qualidade, segurança, competitividade e capacidade de missão”, afirma Richard Marelli, presidente da Helibras. 

Ka-52 "Alligator" completa hoje uma década desde seu primeiro voo


Por: Redação OD

Há exatos dez anos ocorria o primeiro voo do helicóptero de reconhecimento de combate Ka-52 "Alligator", fabricado pela Arsenyev Aviation Company Progress, ou mais conhecido como "Helicópteros Russos", decolou do aeródromo da fábrica em 27 de junho de 2008, para o seu primeiro voo. O piloto de testes Alexander Papai e Yuri Timofeev, tiveram o privilégio de terem sido os escolhidos para tal. Sob o controle deles, o Ka-52 sobrevoou o aeródromo, realizou hover's, fez hoverclock, subiu, desceu em um leve mergulho, realizou aproximação de aterrissagem e outros elementos de voo, e ao final todos os aspectos, dos testes foram reconhecidos como bem-sucedidos. 

Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais realiza exercício de transposição de cursos d’água

Viatura leve embarcada em uma Portada
Por: Redação OD

Entre os dias 11 e 15 de junho, o Batalhão de Engenharia de Fuzileiros Navais (BtlEngFuzNav) realizou o primeiro exercício de transposição de cursos d’água de 2018, às margens do Rio São Francisco, em Itaguaí-RJ. Na manobra, cerca de 160 militares praticaram a operação de botes de assalto (utilizados para o transporte de tropas em primeiro escalão) e a montagem, operação e desmontagem de passadeiras (para a travessia de tropa a pé) e portadas (para a travessia de viaturas e equipamentos pesados). 

Começa hoje a 1ª edição da Rio International Defense Exhibition (RIDEX) uma realização da Emgepron


Por: Redação OD

Tem Início hoje, a 1ª edição da Rio International Defense Exhibition (RIDEX 2018), evento criado com o objetivo de reunir em um só lugar empresas e profissionais de Defesa, Segurança e Offshore para gerar oportunidades de negócio, divulgar a evolução em pesquisa e desenvolvimento de tecnologia para o setor, além de mostrar o que há de melhor na indústria bélica nacional e internacional, a feira irá com a presença de pelo menos 100 expositores de dez países dos quatro continentes e mais de 20 delegações internacionais. A RIDEX 2018 é uma realização da Emgepron (Empresa Gerencial de Projetos Navais), a qual é vinculada ao Ministério da Defesa, e será aberta ao público em geral nos dois últimos dias. São aguardados cerca de 10 mil visitantes nos três dias da feira.

terça-feira, 26 de junho de 2018

Fotos coloridas raras e inéditas, do fotógrafo pessoal de Adolf Hitler e que estavam enterradas são reveladas



Por: Redação OD

Hugo Jaeger foi um dos fotógrafos pessoais de Adolf Hitler, e o acompanhou desde os primórdios que antecederam a Segunda Guerra (1936) e ficando até o final dela em 1945, neste interstício de tempo o fotógrafo conseguiu registrar cerca de 2.000 fotografias do ditador alemão, em vários contextos. Jaeger era um dos poucos fotógrafos que fazia uso das técnicas de fotografia coloridasnaquela época, onde também se especializou em tirar fotografias coloridas dos espetáculos de propagandas nazista, ao contrário do outro fotógrafo pessoal de Hitler, Heinrich Hoffmann. Conforme a guerra avançava para o seu fim em 1945, Jaeger escondeu as fotografias em uma mala de couro, com receio de uma possível prisão ou de ser acusado de fazer parte da cúpula nazista. 

Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA perdem seu primeiro caça de 5ª geração F-35 B


Por: Redação OD

De acordo com uma publicação feita no site oficial do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, Marine Corps Times, esta força naval resolveu por retirar do serviço ativo o seu primeiro caça de 5ª geração F-35, pois fora considerado pelo Comando, que os custos de recuperação da aeronave após o incêndio ocorrdio em 2016, não valeria de ser aplicado. A aeronave em questão é um modelo de decolagem curta e aterrissagem vertical (F-35 B), a qual tem como lar a base aérea de Beaufort na Carolina do Norte (EUA). O incêndio ocorrido em 27 de outubro de 2016, forçou o piloto a realizar uma aterrissagem de emergência, e o prejuízo estimado para realizar a sua recuperação, supera a casa dos US$ 2 milhões (R$ 7,5 milhões). 

Marinha do Brasil atua em operação de repressão à criminalidade em comunidades da Zona Sul do Rio de Janeiro

Embarcações do Comando do Grupamento Naval de Patrulha do Sudeste foram empregadas na ação

Por: Redação OD

O Comando Conjunto, em apoio à Secretaria de Estado de Segurança, realizou, em 21 de junho, ações ostensivas de repressão à criminalidade nas comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira, na Zona Sul do Rio de Janeiro-RJ. Nessa atuação, foi empregada uma Força-Tarefa Marítima, com mais de cem militares da Marinha do Brasil e cinco embarcações do Comando do Grupamento Naval de Patrulha do Sudeste (dois navios patrulha, dois avisos de patrulha e uma lancha blindada), que realizaram bloqueio, patrulha, abordagem e inspeção nas áreas marítimas próximas ao canal de Cotunduba, Costão da Urca e Ponta do Leme. As ações envolveram cerco, estabilização da região e remoção de barricadas. Foram realizadas revistas de pessoas e veículos, bem como a checagem de antecedentes criminais.

Austrália investe em drones não tripulados para ajudar na vigilância sobre o Mar do Sul da China

A Austrália irá investir U$S 6 bilhões para a adquisição de seis Northrop Grumman MQ-4C Triton como parte de suas operações de vigilância
Por: Redação OD

Frente a crescente “expansão” chinesa pelo tão disputado Mar do Sul da China, a Austrália está gastando grandes cifras de dinheiro em aeronaves não tripuladas, já que as mesmas podem voar mais alto e mais longe que as suas tripuladas, e assim auxiliam nas operações de vigilância sobre as áreas sensíveis. Recentemente, o primeiro-ministro Australiano Malcolm Turnbull, revelou que seu governo irá investir U$S 6 bilhões para à adquisição de seis unidades do Drone MQ-4C Triton, da empresa Northrop Grumman, "por meio do programa de vendas militares estrangeiras (Foreign Military Sales - FMS) com a Marinha dos Estados Unidos".

Em 2049 - China será a primeira potência mundial


Por: Swami de Holanda Fontes

Nas últimas décadas, o mundo testemunhou a evolução, na China, de um estado pouco conhecido no mundo ocidental para um dos principais membros do sistema internacional. Com crescente poder nacional e influência externa em expansão, a China define o seu interesse nacional ao defender amplamente uma estratégia para promover o desenvolvimento comum, em vez de apenas criar um ambiente favorável ao seu próprio progresso. No campo econômico, a China é hoje a segunda maior economia e a maior parceira comercial do resto do mundo. O rápido crescimento econômico transformou o país num importante importador mundial de recursos naturais e grande investidor em setores avançados das economias desenvolvidas.

domingo, 24 de junho de 2018

Super Tucano em teste do programa conhecido como OA-X da Força Aérea dos EUA, sofre acidente no Novo México


Por: Redação OD

Uma aeronave A-29 Super Tucano, de fabricação nacional mas produzido nos Estados Unidos sob licença pela empresa Sierra Nevada Co, caiu na última sexta feira dia 22 de junho, quando a mesma realizava um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em seu campo de provas do Novo México. Os dois pilotos conseguiram se ejetar, e segundo um comunicado à imprensa da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto sobre o outro ainda não há detalhes de seu estado de saúde. O A-29 Super Tucano, está participando da fase final de uma avaliação para o fornecimento de aviões leves, em missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, USAF pretende adquirir 15 unidades, para depois expandir a número que pode chegar à até 120 unidades.