sexta-feira, 22 de junho de 2018

Centro de Instrução de Operações no Pantanal onde conhece-se o significado da palavra "Sobreviver"


Por: redação OD

Com a designação do 17º Batalhão de Fronteira (17º B Fron) como organização militar de emprego peculiar, de acordo com a Portaria Ministerial nº 423, de 16 de junho de 1997, houve a necessidade de especializar militares a operar em ambiente com a característica do Pantanal sul mato-grossense. Em 1998, a organização militar, com toda a sua infraestrutura, foi considerada base de instrução e apoio aos Estágios de Operações no Pantanal (EOPan). Desse modo, seu armamento, equipamento, viaturas, embarcações, pessoal e instalações foram disponibilizadas para essas finalidades. Como o Núcleo de Operações no Pantanal ainda não estava concluído, as instalações do sistema de embarcação da organização militar foram adaptadas para alojamento, reserva de material, sala de instrução e administração, tudo voltado exclusivamente para os estagiários.

Após as tratativas no encontro em Singapura, Coreia do Norte devolve aos EUA restos mortais de seus soldados


Por: Redação OD

Um dos acordos feitos entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un durante o encontro em Singapura no último dia 12 de junho, fora sobre os restos mortais de militares norte-americanos que morreram ou desapareceram durante a Guerra da Coreia. Assim, como prometido pelo líder Norte Coreano, foi anunciado que a Coreia do Norte entregou aos EUA os restos mortais de 200 militares que morreram no decorrer da guerra entre as Coreias de 1950-1953. "Recuperamos os restos dos nossos grandes heróis tombados em campos de batalha", afirmou Donald Trump, ao discursar perante aos seus apoiadores na cidade de Duluth, Minnesota, EUA. Durante a guerra na península coreana morreram mais de 35 mil militares norte-americanos. Cerca de 7,7 mil deles desapareceram. Na declaração conjunta durante o encontro histórico, Kim Jong-un confirmou que "se comprometeria a mandar efetuar as buscas dos restos mortais dos prisioneiros de guerra e desaparecidos, incluindo o retorno o mais depressa possível dos já identificados".

Cursos de Operações Especiais concluem fase de preparação física no Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes


Por: Redação OD

Nos períodos de 22 de janeiro a 9 de março e de 23 de abril a 14 de junho, foram conduzidas as fases de preparação física dos alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Mergulhador de Combate para Oficiais (CAMECO), do Curso Especial de Mergulhador de Combate (C-Esp-MEC) e do Curso Especial de Comandos Anfíbios (C-Esp-ComAnf) de 2018, nas instalações desportivas do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (CEFAN). O objetivo do período de preparação é melhorar o condicionamento dos militares em relação às habilidades físicas gerais e específicas, consideradas fundamentais para reduzir a incidência de lesões e para o bom desempenho das atividades operacionais desenvolvidas durante os cursos.

Turquia ignora veto do Congresso Americano, fecha com o Pentágono e garante: 'Teremos os F-35'. Lockheed Martin entrega os primeiros em Fort Worth


Por: Redação OD

Turquia e o Pentágono estão prontos para concluírem o acordo de venda dos caças F-35 à Ancara, ignorando assim a decisão dos Senadores norte-americanos, que vetaram a venda de 100 unidades do caça de 5ª geração aos turcos. "Os contatos necessários foram feitos com os EUA e a entrega dos jatos F-35 será na quinta-feira", disse Bekir Bozdag, vice-primeiro-ministro da Turquia, a imprensa na última quarta-feira dia 20, dois dias após o Senado Americano ter-se decidido em vetar o acordo. Os senadores votaram por cancelar à esperada venda, baseado nos planos de Ancara na compra dos sistemas de mísseis terra-ar S-400 Russos e a detenção de um cidadão americano por aquele governo

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro realiza 2ª reunião, com objetivo de potencializar o PEB


Por: Redação OD

O Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB) se reuniu pela segunda vez na tarde da última sexta-feira (15/06) no Palácio do Planalto, localizado em Brasília (DF). O grupo, conduzido pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, debateu e apresentou soluções relacionadas a área espacial no país. O Comitê, que foi formalizado por meio do Decreto 9.279 de 6 de fevereiro de 2018, tem validade até 02 de fevereiro de 2019. A publicação criou o CDPEB que tem por objetivo criar diretrizes e metas para a potencialização do Programa Espacial Brasileiro. A coordenação dos trabalhos é feita pelo Ministro Chefe do GSI da Presidência da República e participam do Comitê como membros os Ministérios da Casa Civil; da Defesa; das Relações Exteriores; do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. 

Helibras celebra formação de 15 mil alunos em seu Centro de Treinamento


Por: Redação OD

O Centro de Treinamento da Helibras em Itajubá (MG) atingiu um importante marco em sua história ao formar o aluno de número 15 mil. A contagem é feita desde 1979, um ano após o surgimento da empresa em Minas Gerais, e inclui diversos treinamentos para pilotos e mecânicos, como reciclagens e qualificações de tipo para os modelos da Airbus Helicopters, incluindo o H145 e o H135, implementados neste ano no mercado brasileiro. O marco foi atingido após o treinamento de operação do TDMS Naval (Naval Tactical Data Management System) do H225M para os aviadores da Marinha do Brasil. Quatro aviadores navais concluíram com sucesso e o aviador da Marinha do Brasil, Capitão Tenente Rodrigo Roque da Silva de Miranda, foi o aluno de formação número 15 mil. 

Matéria da revista National Interest revela capacidades de combate do porta-aviões USS Gerald Ford


Por: Redação OD

Em sua última edição, a revista National Interest, traz uma matéria onde a qual revela importantes detalhes sobre os armamentos e as capacidades de combate do novo porta-aviões USS Gerald Ford (CVN-78). De acordo com a revista, uma das principais vantagens do USS Gerald Ford em comparação aos porta-aviões da classe Nimitz, será os dois reatores nucleares AB1, que juntos serão capazes de gerar 600 МВт de energia, sendo esta quantidade suficiente para assegurar o abastecimento de eletricidade de uma cidade inteira. Os potentes reatores tornaram possível instalação da catapulta eletromagnética EMALS e do cabo de desaceleração AAG, que são mais leves e exigem menos espaço, bem como asseguram decolagem e aterrissagem mais rápidas em comparação aos antigos, segundo a matéria.

Caças japoneses quase colidem com avião de passageiros no Aeroporto de Naha. Incidente está sendo considerado como "risco muito alto" de colisão


Por: Redação OD

Na última quinta por volta das 20h25 (hora local), por muito pouco, dois caças japoneses não colidiriam com um avião de passageiros no aeroporto de Naha, Okinawa, o  mais movimentado do Japão e que fica junto a Base Aérea de Naha da Força Aérea de Autodefesa do Japão (JASDF). Os dois caças F-15C Eagle da JASDF entraram na pista e se preparavam para a sua decolagem, seguindo o protocolo dito pelo porta-voz da JASDF, onde o mesmo referiu-se a uma tentativa de "impedir um possível ataque estrangeiro em território japonês". Nenhum outro esclarecimento fora dado a mais pelo porta-voz da JASDF quanto à natureza da missão e/ou exercício ou se haveriam mais países envolvidos. 

Marinha do Brasil apresenta ao Ministro da Segurança Pública, projeto-piloto do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul


Por: Redação OD

No último dia 15 de Julho, o Ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, visitou o Comando de Operações Navais (ComOpNav), onde lhe foi apresentado o projeto-piloto do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz). O projeto, iniciado em 2015, consiste em um sistema com o objetivo principal de desenvolver uma ferramenta para comando, controle, inteligência e busca e salvamento, para uso militar e civil, e o principal ainda do projeto e ter sido totalmente desenvolvido pela Marinha do Brasil. Tendo como sua principal característica a interface com uma rede de sensores que, aliada às informações colaborativas, permitem a fusão e o esclarecimento de dados, formando um quadro operacional único que propicia um retrato instantâneo do que está acontecendo na área controlada. 

Exército Brasileiro celebra os cinco anos de ativação do Comando Militar do Norte


Por: Redação OD

Na próxima terça-feira dia 26 de junho, o Comando Militar do Norte (CMN) comemora o seu quinto aniversário de ativação. O CMN foi criado para multiplicar as ações do Exército Brasileiro na Amazônia Oriental, com o objetivo de aumentar a capacidade operacional, o gerenciamento administrativo e proporcionar melhores condições de emprego da Força Terrestre, em face do espaço estratégico da foz do Rio Amazonas e das diversas Infraestruturas Estratégicas da Região. Durante décadas, a cidade de Belém sediava apenas o Comando da 8ª Região Militar, Grande Comando Logístico que era diretamente subordinado ao Comando Militar da Amazônia, com seu Quartel-General em Manaus-AM. Fruto do processo de reestruturação do Exército Brasileiro, somado ao cenário político e estratégico da Região Norte do País, o Comandante da Força resolveu dividir a região amazônica em Ocidental e Oriental.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Operação Alta Pressão VI: Exército Brasileiro no combate ao comércio ilegal de armas e munições


Por: Redação OD

O Exército Brasileiro desencadeará a Operação Alta Pressão VI, entre os dias 19 e 21 de junho, com o objetivo de intensificar a fiscalização do comércio de armas de fogo e munições em todo o País. As ações serão desencadeadas de forma simultânea e em ambiente interagências por todo o Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (SisFPC), composto por integrantes do Exército, dos Serviços de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC) das doze Regiões Militares, por agentes dos Órgãos de Ordem e Segurança Pública (OSOP), tais como a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF) e as policiais militares estaduais, além das agências de fiscalização fazendária, dos níveis federal e estadual, todos partícipes das atividades de fiscalização de produtos controlados. 

Grupo técnico reúnem-se esta semana para decidir sobre parceria, mas a negociação entre Boeing e Embraer avança


Por: Redação OD

As negociações entre as empresas Embraer e Boeing avançaram nos últimos dias e uma nova reunião para tratar da criação de uma joint venture global na área de aviação deve ocorrer esta semana, disseram três fontes ligadas ao governo. As conversas entre as duas empresas e o governo federal, que detém direito de veto sobre decisões estratégicas da fabricante brasileira de aeronaves, visam enfrentar uma parceria em aviação comercial que deve ser concluída em julho entre a canadense Bombardier e a européia Airbus. Um grupo técnico fora criado dentro do governo federal para estruturar a parceria entre Boeing e Embraer e conta com a participação de integrantes dos ministérios da Fazenda, Defesa e outros órgãos.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Marinha do Brasil e Empresas de Defesa avançam no Projeto Corvetas Classe “Tamandaré”


Por: Redação OD

A Marinha do Brasil, por intermédio da Diretoria de Gestão de Programas da Marinha (DGePM), em coordenação com a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), informa que no dia 18 de junho de 2018 ocorreu a Fase de Entrega das Propostas pelas empresas interessadas no Projeto Corvetas Classe “Tamandaré". Foram recebidas, após a análise documental, 09 (nove) propostas comerciais que passarão a ser analisadas sob os pontos de vista técnico, jurídico, fiscal e orçamentário/financeiro. As referidas propostas indicam, preliminarmente, a participação das seguintes empresas nacionais e internacionais, em formação de consórcios ou em grupos de empresas, as quais permanecem no processo de escolha da Melhor Oferta. Segue abaixo os nomes:

Trump anuncia que EUA terão uma 'força espacial' como novo braço do Pentágono e ordena sua criação imediata


Por: Redação OD

O presidente americano Donald Trump anunciou nesta segunda-feira dia 18, que os EUA terão uma 'força espacial': "É um grande anúncio. Nós teremos a Força Aérea e a Força Espacial, separadas, mas iguais", disse. "Não é suficiente haver presença americana no espaço, precisamos ter um domínio dos EUA no espaço", justificou Trump, na Casa Branca. Assim eu "ordeno que o Departamento de Defesa, (Pentágono), inicie imediatamente o processo de criação de uma força espacial, como o sexto ramo das Forças Armadas". "Nosso destino além da Terra não é apenas uma questão de identidade nacional, mas uma questão de segurança nacional", afirmou.

De olho na concorrência das corvetas classe Tamandaré, SAAB e Damen Schelde Naval Shipbuildin unem forças

Sigma 10514
Por: Redação OD

Aproveitando-se de seu bom relacionamento e proximidade junto ao governo Brasileiro, a empresa Sueca Saab uniu-se à empresa de construções navais Holandesa Damen Schelde Naval Shipbuildin, com o objetivo de atender às necessidades da Marinha do Brasil. Assim nasce uma nova parceria para participar da concorrência das corvetas da Classe Tamandaré. As empresas, que são referência no mercado mundial no desenvolvimento de soluções navais, propõem um projeto de ampla transferência de tecnologia, além de parcerias com empresas locais, beneficiando a indústria nacional de Defesa do Brasil.

Atuação das Forças Armadas na Intervenção Federal do Rio de Janeiro e as correntes contrárias a elas


EDITORIAL ORBIS DEFENSE
Por: Anderson Gabino
Muito tem-se dito sobre a ação dos militares na intervenção federal da segurança pública do Rio de Janeiro. A “grande” mídia, vive cobrando resultados e números, para fazer sensacionalismo as custas destes. Mas, o que de fato ocorre é que esta intervenção é algo de caráter "POLÍTICO" (infelizmente). As Forças Armadas que são instituições, onde reza como lema principal “Defender a soberania nacional, seja ela de inimigos externos ou internos” viu-se diante de uma dilema, pois as mesmas tem como doutrina se fazer presente onde fora requisitada pelo seu Comandante-chefe, no caso o Presidente da República.

Ministério das Relações Exteriores do Japão classifica como "Inaceitável' exercícios militares da Coreia do Sul


Por: Redação OD
A Coreia do Sul anunciou a realização de exercícios militares nos mares próximos a ilha de Takeshima ou Dokdo em sua costa leste, a partir de hoje (18/06), contra um improvável ataque japonês. O anúncio feito pelo governo coreano gerou vários protestos vindos do Ministério das Relações Exteriores do Japão, o qual classificou a ação como algo “inaceitável”. Não é a primeira vez que o governo japonês protesta contra os exercícios militares da Coreia do Sul. Os dois países travam uma disputa política pela soberania das ilhas, com o Japão reivindicando o território, atualmente sob controle sul-coreano, como parte inerente do seu território e pertencente a província de Shimane.