Mostrando postagens com marcador US Navy. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador US Navy. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

US Navy detecta fissuras em lançadores de mísseis balísticos dos novos submarinos da classe Columbia

Arte do futuro submarino de mísseis balísticos classe Columbia, que será o líder da próxima geração de submarinos de mísseis nucleares. (Marinha)

Por: Redação OD

O programa  de submarinos da classe Columbia, orçado em torno de US$122,3 bilhões (R$ 458 bilhões), teve um começo pouco atribulado, após terem sido identificados defeitos de soldagem em vários de seus tubos de lançamento, segundo noticiou o site Defense News. No total, foram examinados 12 tubos fabricados pela empresa BWXT, e sete deles foram devolvidos ao fabricante principal, a empresa General Dynamics Electric Boat, enquanto outros cinco ainda estão em construção. A Marinha e a empresa General Dynamics abriram uma investigação para apurar-se o que de fato ocorreu, segundo relato do porta-voz do Comando Naval Sea Systems, Bill Couch.

sábado, 14 de julho de 2018

Quais poderiam ter sido as opções da US Navy, caso o F-14 Tomcat não tivesse existido?



Por: Redação OD
E se, o Grumman F-14 Tomcat não tivesse existido? O icônico caça, que serviu a Marinha dos EUA (US Navy) por mais de trinta anos até ser (alguns afirmam prematuramente) aposentado em 2006, marcou uma geração. Com o tempo, o Tomcat mudou de seu papel inicial de defesa aérea de longo alcance para missão de ataque ao solo. E se os problemas que afligiram o programa nos idos dos anos 60 e 70 se mostrassem insolúveis? Como a Marinha preencheria esta lacuna?

Vídeo feito durante exercício da USN com a RN no Ártico, revela como submarinos emergem na superfície gelada



Por: Redação OD

Um vídeo bastante interessante do canal Mashable Daily, mostra três submarinos emergindo na superfície congelada do Ártico, e quebrando o gelo com suas velas sem grandes problemas o gelo espesso. Trata-se de um exercício militar, na qual um submarino da US Navy e dois da Marinha Real Britânica se unem, basicamente "para verificar como seus submarinos operam em condições extremas". No vídeo pode-se ver como, os submergíveis emergem inclinado ligeiramente para cima primeiro, com a proa e a vela a frente. 

US navy enviam em segredo porta-aviões USS Essex com caças F-35 ao Pacífico



Por: Redação OD

A US Navy enviou seu Amphibious Ready Group" - ARG (Grupos Anfíbios de Prontidão), composto pelo: USS Essex (LHD-2) tendo a bordo caças de 5ª geração F-35B, e os navios de transporte anfíbio USS Anchorage (LPD-23) e de desembarque USS Rushmore (LSD-47), na área oeste do Pacífico. De acordo com o portal USNI News, que embora este tipo de ação seja anunciado sempre com antecedência, desta vez à US Navy liberou o informe sobre a partida destes navios, somente após eles terem deixado o porto de San Diego, na Califórnia, nesta sexta-feira 13.

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Marinha do Brasil participa do programa "Subject Matter Experts Exchange" da US Navy em proveito da “Operação PANAMAX 2018”

Estado-Maior do Combined Force Maritime Component Commander
 e instrutores do US Naval War College

Por: Redação OD

Diante da designação do Comando da 2ª Divisão da Esquadra (ComDiv-2) para assumir o Combined Force Maritime Component Commander (CFMCC), na “PANAMAX-2018”, o Comando de Força e a Escola de Guerra Naval (EGN) deram início, em março deste ano, a um Programa Especial de Qualificação para os Oficiais e Praças que farão parte do Estado-Maior Multinacional, na fase do planejamento, em junho, no Panamá, e, na fase da execução, em agosto, na Base Naval de Mayport–EUA.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Matéria da revista National Interest revela capacidades de combate do porta-aviões USS Gerald Ford


Por: Redação OD

Em sua última edição, a revista National Interest, traz uma matéria onde a qual revela importantes detalhes sobre os armamentos e as capacidades de combate do novo porta-aviões USS Gerald Ford (CVN-78). De acordo com a revista, uma das principais vantagens do USS Gerald Ford em comparação aos porta-aviões da classe Nimitz, será os dois reatores nucleares AB1, que juntos serão capazes de gerar 600 МВт de energia, sendo esta quantidade suficiente para assegurar o abastecimento de eletricidade de uma cidade inteira. Os potentes reatores tornaram possível instalação da catapulta eletromagnética EMALS e do cabo de desaceleração AAG, que são mais leves e exigem menos espaço, bem como asseguram decolagem e aterrissagem mais rápidas em comparação aos antigos, segundo a matéria.

quinta-feira, 15 de março de 2018

Acidente com caça F/A - 18 Super Hornet da US Navy mata sua tripulação


Por: Redação OD

Um caça F/A- 18 F Super Hornet da Marinha dos Estados Unidos sofreu uma pane, causando um grave acidente nesta quarta-feira na região de Key West, na Flórida, perto de de sua base militar e levando a óbito os seus dois pilotos, quando a aeronave caiu no mar. De acordo com autoridades locais, o caça pegou fogo em pleno ar, por razões ainda não esclarecidas (uma investigação já está sendo conduzida para apurar-se o caso), caindo a uma distancia de apena 1.6 km da pista do campo de pouso de Boca Chica Key, por volta das 16h30 (hora local).

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Sistema de aquecimento interno de um caça Boeing EA-18 G Growler da US Navy falha e faz tripulação congelar


Por: Redação OD

A tripulação de um caça Boeing EA-18G Growler da US Navy, viveram momento de terror a bordo, quando, devido a uma falha no sistema de controle de temperatura interna do cockpit do caça, fez com que os pilotos perdessem a visibilidade externa, e a temperatura caindo a -30° C no interior da cabine, conforme noticiou o site Defense News. O incidente, ocorreu em 29 de janeiro quando a aeronave voava a uma altitude de 7.600 metros e a cerca de 100 Km a sul da cidade de Seattle. A aeronave, realizava um voo de translado entre as Estações Aéreas Navais de Whidbey Island (Washington) e de Armamento Aéreo de China Lake (Califórnia). Durante o voo, a temperatura no interior da cabine caiu de repente formando uma névoa a bordo.

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Fotos dos alunos do curso Básico de Demolição Subaquática (SEAL) participando do exercício "Surf Passage"


Por: Redação OD
Os alunos do curso Básico de Demolição Subaquática (SEAL) participam de um exercício conhecido como "Surf Passage" nas dependências da Base Naval Amphibious de Coronado. O "Surf Passage' é um dos muitos critérios exigidos para que o futuro SEAL, posa vir a se habilitar no curso, e que fazem parte da primeira fase do treinamento do SEAL. Os Navy SEALs são o componente marítimo das Forças Especiais dos EUA e são treinados para realizar uma série de operações do mar, do ar e da terra. 

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Marinha dos EUA denuncia como "insegura" incidente com caça SU-27 Russo sobre o Mar Negro


Por: Redação OD

Um caça SU-27 russo voou perigosamente perto de um avião de reconhecimento da Marinha dos Estados Unidos nesta segunda-feira (29), informaram autoridades, ao reportar uma manobra que os militares americanos denunciaram como "insegura". O incidente ocorreu enquanto o avião-espião americano EP-3 Aries estava em missão no espaço aéreo internacional. A aeronave foi interceptada por um Su-27 russo, que se alinhou com a aeronave americana durante cerca de duas horas e quarenta minutos, informou a Marinha dos EUA em um comunicado. 

sábado, 2 de dezembro de 2017

USS Wasp (LHD-1): O 10º navio em uma dinastia com mais de 240 anos de guerreiros da US Navy


Por: Anderson Gabino
Sejam bem-vindos ao navio de guerra n° 1 da Marinha dos Estados Unidos! Com esta frase a imprensa carioca, fora recebida a bordo do USS Wasp (LHD-1), pelo Lieutenant Commander Scott Olin. A visita fora feita a partir de um convite do Consulado do Estados Unidos, aproveitando-se da escala técnica da embarcação no Rio de Janeiro, já que o navio está em trânsito para o Japão, onde ele irá substituir o USS Bonhomme Richard, na área de conflito com a Coréia do Norte. Durante o roteiro a bordo, fomos a várias seções do navio, começando pela doca seca, onde os blindados anfíbios e suas lanchas ganham o mar, durante suas operações. A bordo do navio, encontrava-se apenas 03 unidades de MH-60S Sea Hawk, sendo que uma das aeronaves, encontrava-se no deque inferior parcialmente desmontada.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

USS Wasp chega amanhã ao Rio de Janeiro, Navio encontra-se em trânsito para o Japão.


Por: Redação OD

Chega ao Brasil nesta quinta-feira, dia 30 de novembro, o navio anfíbio de assalto da Marinha dos Estados Unidos USS Wasp. A embarcação irá ancorar no Rio de Janeiro após passar dois meses no Caribe prestando assistência a vítimas dos desastres naturais que atingiram a região recentemente. O navio está em trânsito para o Japão, onde substituirá o navio USS Bonhomme Richard no porto de Sasebo. O USS Wasp é praticamente uma “cidade flutuante”, com uma tripulação de 1000 marinheiros e uma capacidade de comportar, ainda, 2000 fuzileiros navais, além de equipamentos e suprimentos necessários para ações de combate e provisão. 

sábado, 4 de novembro de 2017

USS Coronado departs Singapore after 14-month rotational deployment to region

In this file photo, USS Coronado (LCS 4) sails in formation with Royal Thai Navy ships during exercise CARAT in June. (U.S. Navy/MC3 Deven Leigh Ellis)
By: Wording OD

The littoral combat ship USS Coronado (LCS 4) departed Singapore Nov. 4 after completing a 14-month rotational deployment to Southeast Asia. During the deployment, the ship and crew operated with navies of 16 partner nations, participated in 11 multilateral and bilateral exercises, and made 10 strategic port visits across the region. "The rotational deployment of USS Coronado demonstrated the relevance of LCS as a platform tailor made for the dynamic and congested sea lanes, straits and archipelagos of South and Southeast Asia, providing flexible options and tactical advantages," said Rear Adm. Don Gabrielson, Commander, Task Force 73.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

US Navy increases focus on electromagnetic maneuver warfare

Afloat Forward Staging Base (Interim) USS Ponce (ASB(I) 15) conducts an operational demonstration of the Office of Naval Research (ONR)-sponsored Laser Weapon System (LaWS) while deployed to the Arabian Gulf. Photo: US Navy
By: Wording OD

The US Navy is set to profit from new electromagnetic maneuver warfare (EMW) capabilities which are emerging from laboratories to make an operational impact in the fleet, US Naval Surface Warfare Center Dahlgren Division (NSWCDD) leaders announced on November 1. The announcement is the result of US Navy investing in electromagnetic maneuver warfare while new innovations such as directed energy and high energy lasers expand capabilities within the electromagnetic spectrum. The logic behind our refocus is simple,” said NSWC Commander Rear Adm. Tom Druggan. “The point is victory at sea. The point is sea control.” This strategic focus begins with research, development, test, and evaluation at NSWCDD and other Navy labs to ensure that Sailors and Marines have the technological capability to seize the initiative across the electromagnetic spectrum.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Destróier da Marinha do EUA se aproxima de ilhas controladas pela China e cria uma tensão à mais na região


Por: redação OD

Um destróier da Marinha dos Estados Unidos navegou perto de ilhas do Mar do Sul da China reivindicadas por Pequim na terça-feira, provocando revolta na China no momento em que o presidente dos EUA, Donald Trump, corteja a ajuda chinesa para conter os programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte. A China declarou nesta quarta-feira que "irá responder às repetidas provocações da Marinha dos Estados Unidos, depois de desta afronta americana no Mar da China Meridional.”

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

EUA acham os corpos dos marinheiros mortos após colisão em Cingapura

Foto de 22 de agosto mostra o dano causado pela colisão no destróier USS John S. McCain, que está atracado na base naval de Changi, em Cingapura (Foto: Wong Maye-E/AP)
Por: Redação OD

A Marinha dos Estados Unidos (US Navy) confirmou nesta segunda-feira (28) ter recuperado os corpos de dez marinheiros mortos após a colisão do destróier USS John S. McCain com um cargueiro há oito dias em águas próximas a Cingapura. A assessoria da Sétima Frota informou em comunicado que as equipes de mergulhadores encontraram os corpos dos dez homens que estavam desaparecidos. As autoridades, no entanto, não detalharam onde os corpos foram achados, mas o mais provável é que tenha sido nas áreas inundadas do interior do navio, que está atracado na base naval de Changi, em Cingapura.

terça-feira, 22 de agosto de 2017

U.S. Navy to remove commander of 7th Fleet amid latest accidents


By: Wording OD

The US Navy intends to remove Vice Adm. Joseph Aucoin as the commander of the US 7th Fleet, based in Yokosuka, Japan, according to a US official. This follows an incident Monday in which the guided-missile destroyer USS John S. McCain collided with a merchant ship. Ten sailors assigned to the ship were missing following the accident, and the Navy has reported that "some" remains have been since recovered, Adm. Scott Swift, commander of the US Pacific Fleet, said Tuesday.

sábado, 12 de agosto de 2017

A Look at Navy SERE School

 
Image via U.S. Navy.
By: Wording OD.

Training the Best for the Worst

A loud snap in the distance makes the Sailor immediately drop into a low crouch, his eyes wide and heart racing; the noise could have been anything - deadfall from the dry tree branches, a desert fox or mountain lion, or perhaps even the enemy stalking him.
His feet crunch through the brush as he slowly and carefully moves to investigate the noise, avoiding cactus and trying to stay somewhat hidden despite the lack of vegetation in the sprawling desert landscape. 

terça-feira, 11 de julho de 2017

US Navy realiza a docagem do USS Fitzgerald para começar os reparos no destróier



Por: Redação OD

A Marinha dos EUA (US Navy) docou o USS Fitzgerald (DDG 62) em uma doca seca do estaleiro Yokosuka, no dia de hoje 11 de julho para se dar a continuação dos reparos e as avaliações dos danos sofridos pelo destróier quando de sua colisão no dia 17 de junho com o navio ACX Crystal. Os preparativos para esta movimentação, incluíram a instalação de uma estrutura temporária no casco, abaixo da linha de água, bem como a desidratação e o desembarque de espaços afetados.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Navio-Patrulha “Macau” recebe visita de Aspirantes da Marinha dos Estados Unidos da América


Por: Redação OD

No dia 12 de junho, o Navio-Patrulha “Macau” recebeu a visita de 6 Aspirantes da US Naval Academy, da Marinha Americana, acompanhados do Capitão de Corveta Alexandre Almeida Gomes Ferreira, da Marinha do Brasil, instrutor de Navegação daquela Academia, com sede na cidade de Annapolis-EUA. Durante a visita, os Aspirantes conheceram, por meio de uma visita guiada, as potencialidades e as principais características do Navio, concernentes às atividades de patrulha naval, socorro e salvamento marítimo.