Mostrando postagens com marcador Coreia do Norte. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Coreia do Norte. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

4 perguntas para entender o que a Coreia do Norte realmente quer com seu programa nuclear

Testes com mísses balísticos de longo alcance pela Coreia do Norte causaram preocupações mundiais
Por: John Nilsson-Wright Chatham House*
O programa de armas da Coreia do Norte voltou a preocupar a comunidade internacional depois que o país testou dois mísseis de longo alcance no mês passado. Uma nova rodada de sanções contra a já combalida economia norte-coreana foi decretada pela ONU e os Estados Unidos subiram o tom. Mas em meio à escalada retórica, o que o líder norte-coreano Kim Jong-un realmente pretende alcançar?

Programa de mísseis balísticos de Pyongyang avançou devido à aquisição de motores fabricados na Ucrânia durante a era soviética

Míssil testado pela Coreia do Norte em julho deste ano, em imagem distribuída pelo governo em Pyongyang (Foto: KCNA/via Reuters )
Por: Redação OD

Pesquisadores da área de defesa ligaram os enormes avanços do sistema de mísseis da Coreia do Norte a tecnologias usadas na família soviética de sistemas de propulsão de foguetes RD-250, segundo um relatório publicado nesta segunda-feira (14) pelo Instituto Internacional para Estudos de Segurança (IISS), sediado em Londres. "A Coreia do Norte adquiriu um motor de combustível líquido de alta performance de uma fonte estrangeira", afirma Michael Elleman, pesquisador do IISS, no relatório. "Evidências disponíveis indicam claramente que esse motor é baseado na família de motores soviéticos RD-250 e foi modificado para operar como força propulsora dos [mísseis] Hwasong-12 e Hwasong-14."

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Defesa civil de Guam publica recomendações em caso de ataque com mísseis


Por: Redação OD

O Gabinete para a Defesa Civil de Guam, território norte-americano no Pacífico, publicou esta sexta-feira uma série de recomendações sobre a “iminente ameaça com mísseis” da Coreia do Norte. O relatório de 14 páginas contém uma série de conselhos à população civil, como a preparação para o abastecimento de material médico de emergência, procura de pontos de proteção e refúgio ou procedimentos sobre como isolar uma habitação em caso de ataque químico.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Tensão na Ásia: Coreia do Norte diz que tem quatro mísseis para atacar bases dos EUA em Guam e Pentágono alerta sobre sua superioridade militar


Por: Redação OD

A Coreia do Norte voltou a ameaçar os Estados Unidos com um ataque às bases americanas na ilha de Guam. O governo afirmou que tem quatro mísseis de alcance médio preparados e apontados nessa direção para serem lançados após a ordem do líder norte-coreano, Kim Jong-un. O Exército norte-coreano "está examinando seriamente o plano" para executar um ataque com quatro mísseis Hwasong-12, de categoria média, contra Guam, "um forte sinal de advertência aos Estados Unidos", informou a agência estatal norte-coreana KCNA em comunicado.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Após ameaças vindas de Pyongyang, Japão se coloca em estado de alerta


Por: Redação OD

Japão deve manter-se em estado de alerta total após a divulgação da notícia que a Coréia do Norte teria conseguido criar uma ogiva nuclear em tamanho reduzido com o intuito de instalar-las em seus mísseis balísticos, declarou o ministro da Defesa japonês, Itsunori Onodera. Temos dados analíticos, que segundo os quais podem alcançar o território Americano, e a Coreia do Norte avança no desenvolvimento de ogivas nucleares pequenas com as quais planeja equipar estes mísseis balísticos, conforme noticiou a rede de TV japonesa NHK.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Rede de Notícias ABC, relata a quase colisão entre Boeing 777 da Air France e Míssil Balístico da Coreia do Norte


Por: Redação OD

Segundo informações da rede norte-americana ABC, um Boeing 777 da Air France por pouco não cruzou o caminho de míssil balístico intercontinental da Coreia do Norte, lançado na última sexta-feira, durante os teste deste país. De acordo com informações do Pentágono, o voo 293 da rota Tóquio-Paris que levava 323 pessoas a bordo passou pelo mar do Japão (também conhecido como mar do Leste) menos de 10 minutos antes do míssil Hwasong-14 cair na região.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

O que se sabe sobre a capacidade militar da Coreia do Norte. Arsenal vem aumentando, mas potencial de destruição ainda é dúvida

Míssil intercontinental norte-coreano Hwasong-14 (Foto: KCNA/via REUTERS )
Por: Redação OD

O anúncio de que a Coreia do Norte testou com sucesso seu segundo míssil de longe alcance em menos de um mês redobrou os temores sobre a real capacidade militar do país, um dos mais isolados do mundo. O governo norte-coreano afirmou que o lançamento, ocorrido na última sexta-feira, foi uma "advertência" aos Estados Unidos e sua vontade de impor novas sanções contra Pyongyang, ao mesmo tempo em que reforçou que responderá a qualquer intervenção de Washington.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Estados Unidos, Reino Unido e OTAN juntos no exercício naval Saxon Warrior 2017...enquanto a Coréia do Norte testa mais um Missíl


Por: Redação OD
Países membros da OTAN em conjunto com nações parceiras irão se unir aos grupos navais de ataque dos EUA e do Reino Unido durante 10 dias a partir de 1 de agosto para a realização de exercícios de combate, conforme nota do Comando Europeu dos Estados Unidos (EUROCOM) nesta sexta-feira dia 28. A 6ª Frota dos EUA, incluindo o porta-aviões H. W. George Bush, vão estar lado a lado com grupos navais de ataque do Reino Unido, da OTAN e de nações amigas para desenvolverem suas capacidades navais e da aviação de froma combinada, explicou o comunicado. "Os militares irão participar de cenários complexos no exercício, que abrangem todo o espectro de operações de um grupo de ataque com porta-aviões, incluindo ataques estratégicos, operações de defesa aérea, apoio aéreo de combate e garantia de zona de exclusão aérea", declarou o comunicado. 

terça-feira, 25 de julho de 2017

Vídeo demonstra a capacidade de inteceptação do sistema THAAD


Por: Redação OD

O pentágono liberou vídeo dos testes realizados no dia 11 de julho, onde um C-17 Globemaster III da USAF, serviu como plataforma de apoio aos testes de Defesa de Área no Complexo Aeroespacial de Kodiak, no Alasca. Na verdade, o C-17 realizou o lançamento de um IRBM (Intermediate Range Ballistic Missile) no norte do Havaí, que foi detectado, rastreado e interceptado pelo sistema de armas THAAD. De acordo a Força Aérea, o teste, chamado Teste de Vôo THAAD (FTT) -18, o qual teve o Exército dos EUA, o Comando das Forças Conjuntas para Defesa Integrada de Mísseis, a Força Aérea dos EUA, a Guarda Costeira dos EUA, o Complexo Aeroespacial do Pacífico no Alaska, a Agência de Teste Operacional de Defesa de Mísseis Balísticos e Avaliação Operacional do DoD e do Comando de Teste e Avaliação do Exército.  

terça-feira, 11 de julho de 2017

San Diego 'provavelmente' estará ao alcance dos mísseis da Coreia do Norte em alguns anos


Por: Redação OD

Os mísseis intercontinentais da Coreia do Norte "provavelmente" conseguirão, dentro de dois anos, transportar uma carga de 500 kg e atingir San Diego, na Califórnia, ao leste dos EUA, afirmou nesta terça-feira (11) o engenheiro John Schilling no site 38 North, especializado em informações sobre o isolado país da Ásia. Na semana passada, a Coreia do Norte anunciou um teste com êxito de um míssil balístico intercontinental, apresentado pelo líder do país Kim Jong-Un como um presente para os "bastardos americanos".

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Coreia do Sul adquire submarino de 1800 Toneladas como resposta ao Norte

Por: Redação OD

A Marinha da Coréia do Sul, recebeu na sede da empresa Daewoo, na Ilha de Geoje, um novo subamarino de 1.800 Toneladas, que fará frente as ameaças vindas no Norte, e aumentando assim o seu poder bélico e de dissuasão, já que a tensão na peninsula coreana tem estado em uma crescente, face os testes nucleares e as ameaças de um possível ataque oriundos de Pyongyang.

domingo, 9 de julho de 2017

Coreia do Norte chama de 'provocação' envio de 2 bombardeiros dos EUA

Bombardeiros B-1B (Foto: Japan Air Self-Defense Force/USAF/Handout via REUTERS)
Por: Redação OD
A imprensa oficial da Coreia do Norte qualificou hoje de "provocação" o envio de dois bombardeiros dos Estados Unidos à peninsula coreana para realizar manobras e advertiram que estes exercícios "poderiam ser o estopim de uma guerra nuclear". Pyongyang reagiu assim ao posicionamento na véspera de dois bombardeiros estratégicos B-1B americanos, que fizeram simulacros de ataques de precisão em território sul-coreano junto com caças deste país como sinal de advertência ao regime norte-coreano pelo seu teste com um míssil balístico intercontinental.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Mesmo com as sanções impostas, Pyongyang está conseguindo adquirir motores e equipamento para seus VANT´s


Por: Redação OD
A Coreia do Norte continua comprando componentes japoneses e norte-americanos para seus drones, apesar das sanções econômicas impostas a Pyongyang por estar realizando os seus testes nucleares, segundo informou a cadeia sul-coreana Chosun TV. De acordo com a notícia, especialistas chegaram a esta conclusão após terem examinado um VANT encontrado próximo à fronteira com a Coreia do Norte e supostamente enviado para fins de vigilância, sobre a Coréia do Sul

quinta-feira, 8 de junho de 2017

EUA preocupados com desenvolvimento de mísseis norte-coreanos. País asiático realizou vários testes com mísseis de médio alcance

Mísseis: Trump disse que uma nova ação desse tipo pode desencadear uma resposta militar norte-americana (KCNA/Reuters)
Por: Redação OD

O diretor do programa de defesa de mísseis dos Estados Unidos, o vice-almirante James Syring, afirmou nesta quarta-feira que os progressos registrados pela Coreia do Norte geram “grande preocupação” e que o governo norte-americano está se preparado para o cenário de poder ver seu território atingido por um projétil lançado por Pyongyang. Syring afirmou em uma audiência no Comitê de Forças Armadas da Câmara dos Representantes que os testes da Coreia do Norte dos últimos seis meses causaram preocupação a ele e outros representantes do programa norte-americano de mísseis devido aos avanços tecnológicos apresentados pelo regime de Kim Jong-un.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Coréia do Norte dispara míssil em direção ao Japão

Imagem via Reuters Int.
Por: Redação OD

A Coréia do Norte disparou nesse domingo mais um míssil balístico, que percorreu uma distância de aproximadamente 450km, em um vôo balístico de seis minutos e caiu em região no Mar do Japão, não atingindo nenhuma embarcação ou causando danos à terceiros, porém o disparo foi qualificado pelo Japão como provocação irresponsável , pois existe na região um amplo tráfego marítimo civil e militar internacional. De acordo com militares da Coréia do Sul, o míssil de pequeno porte foi disparado às 17:45h (horário local), 21:45h GMT (horário de Greenwich) de uma região do norte da Coréia do Norte.

domingo, 21 de maio de 2017

Coreia do Norte realizou o lançamento de um novo míssil não identificado


Por: Redação OD
A Coreia do Norte lanço hoje (21/05) mais um míssil não identificado em Pukchang, na província de Pyongyang Sul, sendo que este fora lançado menos de uma semana depois do mais recente ataque com um míssil. A informação já foi confirmada pelos EUA e, em comunicado, pelo Estado-Maior das Forças Armadas da Coreia do Sul. A Casa Branca informou de estarem cientez de que a Coreia do Norte lançou um míssil balístico de médio porte. Funcionários que acompanham o presidente norte-americano, Donald Trump, em uma viajem à Arábia Saudita, indicaram que o sistema, que foi testado pela última vez em fevereiro, tem um alcance menor do que os mísseis lançados nos testes mais recentes da Coreia do Norte.

domingo, 14 de maio de 2017

Coreia do Norte dispara míssil do norte do país, diz Coreia do Sul

Soldado do Exército da Coreia do Sul passa próximo a TV que exibia lançamento de míssil feito pela vizinha Coreia do Norte (Foto: Ahn Young-joon/AP)
Por: Redação OD

A Coreia do Norte disparou um míssil balístico neste sábado (domingo pelo horário local), um lançamento efetuado de uma província do norte do país, que constitui o primeiro ensaio militar de Pyongyang desde a chegada ao poder em Seul do novo presidente, Moon Jae-In. O míssil balístico, lançado da estação de Kusong, no noroeste do país, foi disparado por volta das 5h30 do horário local (17h30 no horário de Brasília) e percorreu cerca de 700 quilômetros, informou o Estado Maior Conjunto de Seul. "O Sul e os Estados Unidos estão analisando mais detalhes sobre o míssil", disse a entidade em um comunicado sem dar mais detalhes.

sábado, 6 de maio de 2017

Kim contra Kim? O que diz o 'plano' para matar líder da Coreia do Norte que o país alega ter descoberto

Kim Jong-Un participa de desfile militar que marca o 105º aniversário do nascimento do fundador do país, Kim Il Sung, em Pyongyang, neste sábado (15) (Foto: AP Photo/Wong Maye-E)
Por: Redação OD

A escalada nas tensões entre Estados Unidos e Coreia do Norte ganhou um novo capítulo nesta sexta-feira, quando o governo norte-coreano acusou os EUA e a Coreia do Sul de orquestrarem um "plano" para matar o líder Kim Jong-unO suposto plano, segundo um comunicado norte-coreano, seria executado por um homem identificado apenas como "Kim", também norte-coreano, contratado pelos países "inimigos" para fazer o serviço. 

sábado, 29 de abril de 2017

Coréia do Norte faz novo teste de lançamento com um míssil, entretanto fontes americanas e sul coreanas relatam que houve nova falha


Por: Redação OD

A Coréia do Norte fez um novo teste de lançamento de míssil esta sexta-feira (sábado em território norte-coreano), segundo noticiou a agência Yonhap, citando uma fonte militar do regime de Kim Jong-un. O teste teria ocorrido a norte da região de Pyongyang. Este é o sexto míssil lançado pela Coréia do Norte em 2017 e o terceiro neste mês de abril. Fontes do Governo norte-americano relatou à agência Reuters que a tentativa de lançamento foi, novamente, falhada.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Imagens mostram exercício de artilharia realizado pela Coreia do Norte no aniversário de seu Exército

Imagem tirada de vídeo veiculado pela emissora KRT, da Coreia do Norte, mostra exercício militar realizado no aniversário do Exército (Foto: KRT via AP Video)
Por: Redação OD
Imagens veiculadas pela TV estatal KRT nesta quarta-feira (26) mostram o exercício militar de artilharia com fogo real realizado pela Coreia do Norte no 85º aniversário da fundação de seu Exército. As imagens mostram que um grande número de unidades de artilharia foram mobilizadas na região de Wonsan, em sua costa leste. Segundo o Exército da Coreia do Sul, as artilharias são de longo alcance. Jornalistas independentes não tiveram acesso para cobrir o evento registrado nas imagens.