Mostrando postagens com marcador Russia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Russia. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Irã ataca alvos militares Israelenses e em resposta Israel usa caças e mísseis contra posições do Irã na Síria

Mísseis atravessam o céu de Damasco, na Síria - 10/05/2018 (Omar Sanadiki/Reuters)
Por: Redação OD

Forças Iranianas, dispararam cerca de 20 mísseis contra alvos militares de Israel  localizados nas Colinas de Golã nesta quarta-feira (9), segundo o Exército israelense. Alguns dos projéteis foram interceptados pelos sistemas de defesa israelenses, de acordo com as primeiras informações. O ataque foi lançado pelas Força Quds, uma unidade especial do Exército de Teerã, de dentro do território sírio, segundo os israelenses. Não há relatos de feridos ou mortos. O coronel israelense Jonathan Conricus afirmou em uma ligação telefônica com diversos jornalistas que as bases militares sofreram danos “limitados”, segundo o jornal Financial Times. Ainda de acordo com o militar, as forças israelenses revidaram o ataque.

sábado, 5 de maio de 2018

Departamento de Defesa dos EUA deseja reativar a sua Segunda Frota para conter 'ameaças russas' no Atlântico Norte


Por: Redação OD

De acordo com fontes ouvidas pelo portal de defesa USNI News, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos estão prestes a anunciar, os planos de reativação da Segunda Frota do Norte no Oceano Atlântico, após publicação da nova Estratégia Nacional de Defesa do país, a qual deixa claro que os EUA estão de volta a era de grandes competições de poder, segundo afirmou o chefe de operações navais John Richardson nesta sexta-feira, afirmando ainda que a medida seria motivada principalmente por supostas ameaças impostas pela Russia na região onde a frota irá operar.

sábado, 28 de abril de 2018

Índia busca experiência técnica para incrementar sua indústria de equipamentos militares e fortalecer suas forças armadas


Por: Redação OD
Ao longo da década mais recente, a Índia tem sido o maior importador mundial de equipamentos militares (aeronaves, navios e afins), em sua grande maioria de proveniência Russo, e com isso o governo indiano pretende acabar com essa dependência. O primeiro-ministro, Narendra Modi, vem tentando construir uma indústria de equipamentos militares capaz de fornecer uma maior parte das necessidades da Índia no setor e até exportar armamentos para outras nações. O governo vem oferecendo incentivos a empresas estrangeiras de equipamentos militares em busca de contratos de parceria com empresas indianas, compartilhando com elas sua tecnologia.

domingo, 22 de abril de 2018

Grupo Naval de ataque dos EUA poderá permanecer no mar Mediterrâneo para "conter" à Russia


Por: Redação OD

De acordo com o site especializado em defesa, Defense News, autoridades norte-americanas ainda não tomaram uma decisão definitiva quanto ao assunto, mas contudo, a continuação da missão seria uma "resposta às ações da Rússia na região e corresponderia à nova estratégia da segurança nacional". O porta-aviões norte-americano USS Harry S. Truman (CVN-75) pode permanecer no mar Mediterrâneo para "contenção" da Russia, comunicou neste sábado (21) o site , citando suas fontes.

sexta-feira, 20 de abril de 2018

Reunião no Azerbaidjão entre generais da Otan e Rússia, busca aliviar tensões após meses de negociações

Gerasimov e Scaparotti: generais de Rússia e Otan se reuniram em raro encontro - Reprodução
Por: Redação OD

Na tentativa de aliviar as tensões geradas recentemente entre a Russia e o Ocidente desde o fim da Guerra Fria, o chefe do Estado-Maior russo e o comandante supremo da Otan fizeram uma rara reunião nesta quinta-feira, em Baku, capital do Azerbaidjão. O general do Exército dos Estados Unidos, Curtis Scaparrotti, que detém o comando das forças da Otan, e o seu homólogo russo, Valery Gerasimov se encontraram menos de uma semana após que, os Estados Unidos, Reino Unido e França realizaram bombardeios à Síria em retaliação a um suposto ataque com armas químicas, feito pelas forças do presidente Bashar al-Assad, aliado da Russia.

domingo, 15 de abril de 2018

A anatomia de um ataque: de onde partiram, quais armas foram usadas e que alvos foram atacados na Síria


Por: Redação OD

"O maior envio de forças militares para a uma zona de conflito, desde a guerra do Iraque" era o título da revista TIME. Tendo a foto do porta-aviões USS Harry S. Truman, como ilustração principal, numa clara demonstração de força e capacidade deste navio em transportar um variado mix de aeronaves (90 ao total). Na quarta-feira, dois dias antes deste ataque, o porta-aviões tinha suspendido de sua base naval na Virginia em direção ao Mediterrâneo. Menos de 48 horas depois, EUA, França e Reino Unido atacara, a Síria. De onde foram lançados esses ataques e quais armas foram utilizadas?

sábado, 14 de abril de 2018

Estados Unidos ataca a Síria, apoiado por Reino Unido e França. Mísseis são resposta a suposto ataque químico

Mísseis cortam o céu de Damasco: EUA, França e Reino Unido lançam ataque contra instalações de armas químicas na Síria - Hassan Ammar / AP
Por: Redação OD
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou no final da noite desta sexta-feira (13), que um ataque militar seria realizado à Síria, em represália ao suposto ataque com armas químicas lançado no último sábado contra Douma, na região de Ghouta Oriental, subúrbio de Damasco. Os Estados Unidos e vários países ocidentais culparam o regime de Bashar al-Assad pelo ataque. Segundo o secretário da Defesa americano, James Mattis, o ataque foi único, "preciso" e limitado a alvos relacionados ao que seria o programa de armas químicas do regime de Assad, e que se procurou reduzir o risco de envolvimento de forças da Rússia, que apoiam Damasco. Em pronunciamento pela TV, Trump disse que os ataques tiveram o apoio militar da França e do Reino Unido.

Coalizão "Estados Unidos, Reino Unido e França" atacaram alvos na Síria nessa madrugada

Imagem do lançamento de mísseis anti-aéreos russos da defesa síria em interceptação contra mísseis de cruzeiro em direção a alvos em Damasco. Imagem via Syria TV.
Por: Redação OD


A Coalizão formada entre Estado Unidos, Reino Unido e a França realizou um ataque contra instalações militares sírias nessa madrugada, às 03:00h (horário local de Damasco). Foram utilizados mísseis de cruzeiro lançados a partir de navios no Mar Mediterrâneo e lançado por aviões britânicos que partiram de bases em Chipre e aviões franceses que partiram de bases na França metropolitana. O MoD da Rússia confirma que de aproximadamente uma centena de mísseis que foram lançados contra alvos na Síria, pelo menos 71 foram interceptados pelas defesas anti-aéreas sírias. Não existem ainda maiores detalhes sobre os danos causados. Mais informações breve!!



sexta-feira, 13 de abril de 2018

Aeronaves P-8 A Poseidon e EP-3E ARIES II realizam operações de vigilância perto das bases russas na Síria


Por: Redação OD
Segundo os dados de monitorização da aviação militar, publicados pelo site Mil Radar, sete aeronaves militares da Marinha dos EUA realizaram operações de vigilância no lado oriental do Mar Mediterrâneo junto a costa da Síria, onde localizam-se a base aérea russa de Hmeymim e a base de abastecimento e manutenção da Marinha russa em Tartus. Seis aeronaves foram identificadas como sendo os de patrulha antissubmarino P-8A Poseidon, tendo estas decolado da base aérea de Sigonella na Sicília e uma aeronave de reconhecimento eletrônico EP-3E ARIES II, que decolou da ilha grega de Creta. 

Queda de um helicóptero Kamov Ka-29 no Báltico deixa dois mortos


Por: Redação OD
Por meio de uma nota, o comando da Frota Russa no Báltico confirmou a morte de dois tripulantes de um helicóptero Ka-29 que caiu no mar de Kaliningrado. "Às 23h30, hora local (17h30 GMT) do dia 12 abril de 2018 um helicóptero Ka-29 caiu no mar Báltico quando realizava um voo de teste. Os dois tripulantes, pilotos de teste da empresa fabricante, morreram", informou o comunicado oficial. No local do acidente estão sendo realizadas operações de busca. Anteriormente, uma fonte dos serviços de emergência disse que a equipe de resgate já encontrou o corpo de um dos pilotos. O Kamov Ka-29 (Helix-B, segundo a classificação da OTAN) é um helicóptero naval desenvolvido para operações de desembarque e ataque, desenvolvido na União Soviética no início dos anos 1980.
*Com Informações de Agências de Notícias Internacionais

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Russia se prepara para um possível ataque dos EUA à Síria e posiciona submarinos, radares e aviões


Por: Redação OD
O Ministério da Defesa Russo elaborou uma lista de medidas a que militares russos podem recorrer em caso de uma escalada do conflito na Síria. O chefe do Estado-Maior Russo, Valery Gerasimov, disse em março que, caso haja uma ameaça real a militares russos na Síria, que o país irá abrirá fogo tanto contra mísseis, como contra quem os enviar, ou seja, contra as forças navais dos EUA. Esta medida foi anunciada publicamente e que foi enviada ao comando militar dos Estados Unidos, segundo comunicou uma fonte militar ao periódico Kommersant

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Trump prediz sobre novo ataque a Síria: "Russia, prepare-se". Analistas revelam que bases militares podem ser atacadas


Por: Redação OD
Usando sua  principal ferramenta de comunicação com o mundo, o Twitter, o presidente norte-americano, Donald Trump publicou avisos provocatórios na manhã desta quarta-feira (11). "A Russia promete abater quaisquer mísseis disparados contra a Síria. Prepare-se, Russia, pois eles estão chegando, bons, novos e “inteligentes”! Vocês não deveriam ter-se aliados a um animal assassino que mata o seu povo com gás e gosta disso!", escreveu Trump na sua páginaO anúncio aparece na sequência da declaração do presidente feita em 9 de abril, quando Trump afirmou que nas 48 horas seguintes ele e sua administração decidiriam como os Estados Unidos iriam responder ao suposto ataque químico da cidade síria de Douma.

Queda de helicóptero mata ao menos seis pessoas no Extremo Oriente da Russia


Por: Redação OD
Seis pessoas morreram nesta quarta-feira (11) após a queda de um helicóptero Mi-8, na cidade de Khabarovsk, na Rússia, de acordo com informações das autoridades locais. A aeronave, de fabricação russa, caiu por volta das 11h (hora local) e as causas do acidente ainda são desconhecidas. "Pode ter sido devido ao mau tempo, uma falha técnica ou um erro de pilotagem", disse à agência "Interfax" o porta-voz do Comitê de Instrução da Russia. Todas as vítimas do acidente eram tripulantes do helicóptero, que realizava um voo de instrução. 

terça-feira, 10 de abril de 2018

Sistemas de defesa anti-aérea S-400 estão em alerta no sul da Russia


Por: Redação OD
Sistemas de defesa anti-aérea S-400 foram postos em estado de alerta. "Unidades de defesa anti-aérea do Distrito Militar do Sul, deslocadas para a costa do Cáucaso (Mar Negro) foram colocados em estado de alerta no âmbito de treinamentos táticos planejados", declarou o chefe do Departamento de Informações da Frota do Mar Negro, capitão Vyacheslav Trukhachev, durante uma coletiva de imprensa. 

domingo, 8 de abril de 2018

O mundo assiste a uma nova Guerra Fria entre Russia e Ocidente? Escalada nas tensões tem gerado comparações.


Por: Redação OD
As relações entre a Russia e o Ocidente vivem um dos momentos mais tensos dos últimos anos, sobretudo após o Reino Unido acusar Moscou pelo envenenamento de um ex-espião russo com gás nervoso em solo britânico. A onda de apoio a Londres por parte de outros países ocidentais, que expulsaram diplomatas russos, despertou especulações a respeito de uma "nova Guerra Fria" - comparando o cenário atual à rivalidade militar e ideológica entre a União Soviética e os EUA entre os anos 1950 e 80. Mas tal comparação pode ser enganosa? 

quinta-feira, 29 de março de 2018

Forças de Defesa da OTAN não estão preparados para repelir um ataque rápido Russo, segundo jornal norte americano


Por: Redação OD

De acordo com matéria veiculada pelo periódico norte-americano The Wall Street Journal, dos quase 1 milhão de militares efetivos de países membros da OTAN, apenas uma pequena porcentagem deste universo, estão de fato, preparados para realizarem um desdobramento rápido em caso de um conflito armado com a Russia, revela a matéria, citando como fontes antigos e atuais funcionários da OTANRepresentantes do bloco frisam que quase todos os membros europeus da Aliança, sofrem com problemas de prontidão para o combate, escreve a edição. Por exemplo, a Grécia ou a Turquia mantêm exércitos grandes, mas não estão treinados para se instalarem em zonas de conflito no estrangeiro.

quinta-feira, 1 de março de 2018

Um EP-3 Aries e um RQ-4A Global Hawk, foram detectados realizando voos próximos a fronteira da Crimeia


Por: Redação OD

Um avião de reconhecimento norte-americano EP-3 Aries e um drone de vigilância aérea RQ-4A Global Hawk foram detectados quando ambos realizavam voos de reconhecimento perto das fronteiras russas, conforma indicam os dados do CivMilAir, que monitora voos de aeronaves militares. O avião de reconhecimento, com o número de matrícula 157326, decolou de uma base aérea na ilha de Chipre e realizou um voo de várias horas ao longo da costa da península da Crimeia e da região de Krasnodar.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Vídeo do treinamento de toque e arremetida em estradas rurais de caças russos, confira!!

Bombardeiro pesado Su-34 pousa em estrada rural 1.000 km ao sul de Moscou
Por: Redação OD
No início do ano, um bombardeiro pesado Su-34 e dois caças Su-30M2 pousaram em uma rodovia federal na região de Rostov, a mil quilômetros ao sul de Moscou. A faixa de asfalto geralmente está cheia de carros, mas os militares russos “pegaram emprestado” a rodovia para testar a habilidade dos pilotos de pousar suas máquinas multimilionárias em um espaço curto e estreito. A pista improvisada tinha apenas 18 metros de largura, duas vezes mais estreita do que uma pista normal da aviação militar. A polícia militar fechou a rodovia para o trânsito enquanto os treinamentos aconteciam, já que desviar de carros de civis certamente acrescentaria uma dificuldade extra aos testes.

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Equipamentos militares em mau estado de conservação, coloca em xeque a capacidade da Alemanha em participar de missões na OTAN


Por: Redação OD

Submarinos que não estão em condições de serem usados, falta de horas de voo a pilotos por não haver aviões disponíveis, milhares de vagas por preencher, falta de equipamentos que vai desde coletes balísticos a tendas. Poderíamos estar falando sobre um país de 3° mundo, mas esta descrição de fatos, é o retrato das Forças Armadas Alemã. Em um relatório recente do Parlamento sobre as Forças Armadas foi verificado um quadro problemático sobre os equipamentos e a capacidade militar da Alemanha e com isso seus aliados na OTAN temem que o país não esteja pronto para comandar uma força de reação rápida criada em 2014 contra eventuais ações de forças inimigas no Leste Europeu.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Degelo no Ártico coloca oceano em centro de disputa internacional. Região concentra até 20% das reservas de petróleo


Por: Redação OD

Embora seja considerado o menor e mais superficial entre os principais oceanos do mundo, o Ártico se encontra no centro de uma das grandes disputas geopolíticas da atualidade e pode ser usado pelo presidente russo, Vladimir Putin, como instrumento de barganha para o cancelamento de sanções impostas pelo ocidente. Isso porque as geleiras que cobrem a região vêm se derretendo com o aquecimento global, o que dá origem a novas rotas marítimas que podem ser exploradas comercialmente. O professor Vicente Ferraro, do Laboratório de Estudos da Ásia do Departamento de História da USP (Universidade de São Paulo), explica quais fatores fazem do o Ártico um oceano tão importante no cenário internacional atualmente.