Mostrando postagens com marcador saab. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador saab. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Associação entre a Boeing e a Embraer prevê recursos para área de defesa, como forma de sustentabilidade ao segmento


Por: Redação OD
A nova proposta de associação entre  as empresas Boeing e Embraer prevê que o braço da companhia brasileira na área de defesa fique fora do negócio, mas tenha participação nas receitas da parceria que as duas empresas pretendem firmar. Segundo fontes a par das negociações, que avançaram esta semana com a entrega de um memorando ao grupo de trabalho do governo que examina o negócio, a previsão de um fluxo de receitas para garantir a sustentabilidade dos projetos vinculados às Forças Armadas é fundamental para que o Planalto dê o aval à operação.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Comitiva da SAAB realiza nova verificação estrutural na Ala 2 visando a chegada do caça Gripen NG


Por: Redação OD
Uma comitiva composta por especialistas em engenharia e de logística da empresa sueca SAAB, fabricante dos caças Gripen NG (F-39), visitou as futuras instalações sediadas na Ala 2 (Base Aérea de Anápolis), em Anápolis, entre os dias 14 e 15 do corrente mês. Esta é a quarta visita técnica (Site Survey) da empresa à ALA 2 e teve como objetivo de verificar as instalações do 1° Grupo de Defesa Aérea (1° GDA) que irão começar a operar o Gripen E (NG) a partir de 2021, e também para que a empresa entenda como a Força Aérea Brasileira (FAB) treina e opera aeronaves de caça.  

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

GlobalEye novo radar de alcance ampliado da SAAB é apresentado tendo como base a versão da Embraer


Por: Redação OD

O primeiro avião, baseado na plataforma do Bombardier Global 6000, realizou o roll out do primeiro GlobalEye dedicado a missões AEW&C (Airbone Early Warning & Control). O sistema de alerta aéreo antecipado e monitoramento avançado, pode atuar ainda em missões de vigilância aérea, marítima e terrestre. O GlobalEye da SAAB emprega uma série de conjuntos de sistemas de última geração, como o radar Erieye ER, de alcance ampliado. Atualmente a nova plataforma possui um contrato firmado já com os Emirados Árabes Unidos, que encomendou três aviões. 

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Programa de construção dos caças Gripen no Brasil já está em andamento e dentro do cronograma


Por: Redação OD

O contrato assinando entre a empresa sueca Saab e o governo brasileiro para o desenvolvimento e a produção de 36 caças Gripen NG em parceria com a Embraer Defesa & Segurança (EDS), em outubro de 2014, está sendo seguido rigorosamente conforme o planejado e dentro do cronograma previsto. O negócio estimado US$ 4,7 bilhões prevê a entrega de 36 caças para a Força Aérea Brasileira entre os anos de 2019 até 2024. O programa prevê a produção de 28 caças Monoplace (um assento), que serão produzidos na Suécia, e mais oito modelos Biplace (dois lugares), que serão fabricados no Brasil.

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Saab solicita audiência ao Ministro da Defesa e quer uma posição do Governo sobre venda da Embraer à Boeing


Por: Redação OD
 O ministro da Defesa, Raul Jungmann, deve receber nesta quinta-feira executivos da fabricante sueca de caças, Saab. O governo sueco recentemente já enviou sinais ao Brasil de grande preocupação com a possibilidade de uma compra da Embraer pela americana Boeing, concorrente da Saab no mercado de caças. Há indicações, inclusive, de que o acordo feito em torno do Gripen, que envolve a transferência de tecnologia dos suecos para o Brasil, fica em risco e pode ser revertido, dependendo do destino que as negociações entre Embraer e Boeing tomarem. A americana é uma concorrente direta dos suecos, como ficou claro na disputa entre o caça F-18 dos americanos com o Gripen da companhia sueca na licitação finalizada em 2013 pelo Brasil.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Embraer diz que acordo com Boeing manterá segurança nacional, e presidente da Akaer fala de que novo rumo terá impacto no setor


Por: Redação OD

A Embraer divulgou nesta segunda-feira (8) comunicado em que reitera que a eventual combinação de negócios com a Boeing, se e quando concretizada, deve preservar interesses estratégicos da segurança nacional e a ação de classe especial (golden share) do governo brasileiro. A empresa já havia feito uma comunicação semelhante à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no dia 3 de janeiro. O comunicado dde hoje foi uma resposta a questionamentos da B3 sobre notícias na imprensa de que a Embraer e a Boeing estariam tentando driblar a resistência do governo com o negócio e que a empresa brasileira foi avaliada em US$ 28 por recibo de ações negociadas em Nova York (ADR).

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Força Aérea Brasileira participa pela primeira vez de reunião dos usuários do caça Gripen, em Praga


Por: Redação OD

Durante evento ocorrido entre os dias 4 e 8 de dezembro, em Praga, na República Checa, o qual contou com a presença de representantes da Suécia, Hungria, Tailândia, África do Sul, República Checa e, a partir dessa edição, Brasil - que foi representado por quatro militares da Força Aérea Brasileira (FAB), uma comitiva brasileira participou pela primeira vez, do Gripen Users Group, conferência do grupo de usuários do caça Gripen, e que em maio de 2018, terá o Brasil como anfitrião do encontro. O evento de periodicidade semestral, é composto por um grupo de Aquisição e Desenvolvimento e dois subgrupos - Operacional e Logístico. 

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Após venda dos Caças Gripen NG para a Força Aérea, Saab oferece navios a Marinha do Brasil


Por: Redação OD

Na base naval de Karlskrona, a maior da Suécia e uma das mais antigas do mundo, criada em 1622, duas corvetas estão atracadas ao lado de outras embarcações militares, à espera de decisão do Brasil se faz a aquisição delas ou não. Trata-se da mais recente oferta da Saab, o grupo sueco de defesa e segurança, para ampliar os negócios militares com o país. Depois de ter obtido o contrato de US$ 5,4 bilhões para produzir e equipar 36 aviões de combate Gripen para a Força Aérea Brasileira (FAB), a Saab vê agora oportunidade de replicar o mesmo modelo de negócio com a Marinha brasileira, com potencial de venda de quatro a vinte embarcações militares nos próximos anos. 

domingo, 12 de novembro de 2017

Gripen Returns to Dubai After 12-Year Absence


By: Wording OD

The Gripen has not been seen at the Dubai Airshow since 2005, but its presence this year does not mean the aircraft is being actively competed for fighter requirements in the region. Rather, according to Jonas Hjelm, head of Saab's aeronautics business, the type's overdue return to the Airshow is testament to the importance of the event globally. "The Dubai Airshow is one of the last few really, really big international airshows," Hjelm says. "The reason we took Gripen this year was that it is a gathering place for many of our existing customers, but also, we hope, for our potential future customers from all around the world. 

domingo, 5 de novembro de 2017

Exército Brasileiro faz novo pedido de compra a SAAB do sistema de defesa antiaéreo RBS 70


Por: Redação OD

A empresa de defesa e segurança SAAB recebeu um novo pedido de compra do Exército Brasileiro para o sistema RBS 70 VSHORAD (sistema de defesa de curta distância). As entregas deverão ocorrer entre os anos de 2018/2019. O sistema RBS 70 que já é operado pelo Exército Brasileiro, onde o mesmo desempenhou um papel fundamental na proteção de locais durante as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro. Este novo contrato assinado entre a SAAB e o Exército Brasileiro, inclui os lançadores portáteis, simuladores, sistemas de camuflagem e equipamentos associados para os operadores e mantenedores. 

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

SAAB após parceria com a Força Aérea Brasileira, vislumbra agora reaparelhar a Marinha do Brasil


Por: Redação OD

Aproveitando-se do bom relacionamento obtido com o governo depois do bem-sucedido contrato de US$ 5,4 bilhões para a venda de 36 caças do modelo Gripen, fechado em 2015 com a Força Aérea Brasileira, a fabricante de material de defesa sueca SAAB quer ampliar a parceria com o governo no reaparelhando da Marinha do Brasil. A empresa tem seu portfólio de venda aviões, navios e submarinos, além de outros equipamentos de defesa. A ideia da SAAB é não apenas vender navios e submarinos, mas criar uma aliança estratégica entre a Suécia e o Brasil no campo da defesa.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

SAAB define o nome do Diretor-geral da futura fábrica de aeroestruturas, mas o local ainda é uma incógnita


Por: redação OD

Em meio ao imbróglio, entre a prefeitura de São Bernado do Campo e a empresa Sueca SAAB (fabricante do avião-caça Gripen NG), sobre de onde será a futura sede da fabricante no Brasil, para a construção e montagem dos Caças Gripens, que irão substituir os atuais caças F-5 M da Força Aérea Brasileira, a Saab anunciou no dia de ontem (16) o nome do diretor-geral da fábrica de aeroestruturas do modelo em São Bernardo. Mas quando questionada sobre onde será o local de fato, a empresa sueca saiu pela tangente. afirmando que a seleção do imóvel está em fase final e como está em fase final de negociação, não pode divulgar o endereço.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

SAAB não sinaliza e fábrica de peças do futuro caça brasileiro Gripen fica na promessa


Por: Redação OD

Quatro anos após ser escolhida pela fabricante Saab como sede da futura fábrica de peças da versão brasileira do caça Gripen NG, a cidade de São Bernardo do Campo ameaça ir ao Ministério Público Federal para saber se a intenção é para valer ou não. "O anúncio da unidade foi público, de conhecimento da Força Aérea Brasileira e do Ministério da Defesa. Se isso não se consolidar, serei obrigado a levar a questão ao Ministério Público", afirma o prefeito da cidade, Orlando Morando.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Falta de sinalização da SAAB de onde será instalada a fábrica de suprimentos preocupa governo municial de São Bernardo

Por: Redação OD
A Prefeitura de São Bernardo manifestou preocupação com a indefinição sobre o local da fábrica que a empresa sueca Saab pretende montar no município. A empresa, que deve fabricar os suprimentos e peças para os caças Gripen NG, ainda não entrou em contato, para a sequência do projeto. Na visão do administrador, faltam detalhes sobre o início da produção e o impacto do programa para o município. “A empresa pode vir se instalar na cidade, o que sei hoje sobre a produção dos caças é tudo via notícias de jornal. Considero importante (a instalação), pode ser novo case da indústria da região. Mas precisam trazer fato concreto”, comentou o prefeito Orlando Morando.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Em visita à fábrica do novo caça da FAB, Ministro Raul Jungmann reforça parceria com Suécia


Por: Redação OD

No segundo dia da visita oficial à Suécia, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, seguiu pra Linköping, a 174 quilômetros de Estocolmo, para conhecer a fábrica da SAAB onde está sendo produzindo o novo caça brasileiro, o Gripen NG.Durante a visita, o ministro assistiu a uma apresentação do JAS 39 Gripen, utilizado pela Força Aérea Sueca, nas versões C e D, e reforçou a importância do diálogo bilateral com o país nórdico:

Acabou a espera: Gripen E (NG) realiza o seu primeiro voo (vídeo)


Por: Redação OD
Contrariando as especulções de que demoraria uma eternidade para que ela alçasse voo, hoje às 10:32 (horário local) desta quinta-feira (15 de junho), o primeiro Gripen E decolou para realizar o seu voo, onde fora pilotado por um piloto de teste Saab. A aeronave ( matrícula 39-8) saiu do aeroporto de Linköping, na Suécia, e voou sobre as partes orientais de Östergötland por 40 minutos. Durante o voo,a aeronave realizou uma série de testes, incluindo recolher e baixar o trem de pouso.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Brasil e Suécia avançam e ampliam ainda mais a sua parceria


Por: Redação OD

Os ministros da Defesa do Brasil, Raul Jungmann, e da Suécia, Peter Hultqvist, reuniram-se hoje, em Estocolmo, para discutir as oportunidades crescentes de cooperação bilateral em defesa, a exemplo do projeto Gripen NG, e demais contribuições em outros setores da economia de ambos os países. "Estamos avançando na parceria entre o Brasil e a Suécia. E o Gripen NG é uma colaboração importante, pois permitirá que o Brasil tenha autonomia para construir aviões de caça no futuro", afirmou o ministro Jungmann.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Saab vê longo caminho para país ampliar as exportações


Por: Redação OD
O presidente mundial da Saab, Hakan Buskhe, disse que o Brasil ainda tem um longo caminho a percorrer para atrair multinacionais da indústria de defesa e segurança e se tornar uma plataforma exportadora do setor. "Toma tempo para se estabelecer na indústria mundial de defesa. Não pensem que resultados virão no dia seguinte", afirmou ontem, em São Paulo, no Forum de Investimentos Brasil 2017, o executivo do grupo sueco fundado em 1937 que faturou US$ 3,2 bilhões em 2016 e tem US$ 12 bilhões na carteira de encomendas com caças, submarinos e sistemas. A frase do executivo foi uma resposta ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, que falou ontem no mesmo evento sobre um "novo marco regulatório" para o setor de defesa que o governo está montando para fazer do Brasil base de exportação.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

SAAB projeta se tornar uma das grandes fornecedoras de armamentos aos Países membros da OTAN


Por: Redação OD

Com um grande alerta de terrorismo e as crescentes inconstâncias sócio-políticas pela Europa, vários países membros da OTAN estão sendo forçados a investir mais na área da defesa, consequentemente serão canalizados bilhões de euros para obtenção de novos materiais bélicos, e dos mais diversos tipos. Com a reunião de cúpula da OTAN prevista para o fim de maio, a empresa sueca SAAB espera ter uma década de aumento das vendas. Tendo ameaças reais e novamente imaginadas, bem como o objetivo comum da OTAN de alocar pelo menos 2% do PIB de cada país à defesa, fazem com que os políticos europeus sejam obrigados a aumentar as despesas destinadas a este setor.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Marinha do Brasil encerra a primeira etapa do projeto de obtenção das Corvetas Classe “Tamandaré”

Imagem: Marinha do Brasil/Engeprom.
Por: Redação OD.

A Marinha do Brasil, por intermédio da Diretoria de Gestão de Programas da Marinha (DGePM), informa o encerramento, no último dia 10 de maio, da primeira etapa do processo de obtenção, por construção, de quatro navios militares com requisitos pautados no projeto básico de Corvetas da Classe “Tamandaré” (CCT).  Na referida fase, iniciada em 10 de abril de 2017, a DGePM publicou no Diário Oficial da União (DOU) um Chamamento Público convidando para participar do futuro processo licitatório empresas ou consórcios, nacionais ou estrangeiros, capacitados nos últimos dez anos em construção de navios militares de alta complexidade tecnológica, com deslocamento superior a 2.500 toneladas.