Mostrando postagens com marcador Inteligência. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Inteligência. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Governo Federal cria Força-Tarefa de Inteligência para enfrentar o crime organizado no Brasil


Por: Redação OD
DECRETO Nº 9.527, DE 15 DE OUTUBRO DE 2018
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84,caput, inciso VI, alínea “a”, da Constituição,
D E C R E T A:
Art. 1º Fica criada a Força-Tarefa de Inteligência para o enfrentamento ao crime organizado no Brasil com as competências de analisar e compartilhar dados e de produzir relatórios de inteligência com vistas a subsidiar a elaboração de políticas públicas e a ação governamental no enfrentamento a organizações criminosas que afrontam o Estado brasileiro e as suas instituições.

sábado, 24 de fevereiro de 2018

General diz que intervenção tem que ter 'enfrentamento igual ou maior' que o do crime organizado e compara missão do Exército no Haiti à proposta aplicada ao Rio


Por: Redação OD

Com a experiência de quem atuou como Oficial de Operações do 1º contingente brasileiro no Haiti, em 2004, e também como comandante da missão de paz entre 2009 e 2010, o General de Divisão (R/1) Floriano Peixoto Vieira Neto admite que a intervenção no Rio de Janeiro será uma tarefa difícil e que é necessário ter um poder de enfrentamento “igual ou maior” que o do crime organizado no Estado. Atualmente em Londres, onde atua como pesquisador convidado do "Brazil Institute na Kings College", o general considera que só o Exército tem condições de enfrentar a violência no Rio. Confira a entrevista.

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Presidente da República Michel Temer, assina decreto em que autoriza a atuação das Forças Armadas no Rio de Janeiro

Por: Redação OD
O presidente Michel Temer assinou hoje (28) decreto que autoriza o emprego das Forças Armadas para a garantia da lei e da ordem no Rio de Janeiro. O decreto, que está publicado em edição extra do Diário Oficial da União, autoriza a permanência dos militares no Rio de hoje até o dia 31 de dezembro. A atuação das Forças Armadas no estado será em apoio às ações do Plano Nacional de Segurança Pública.

quinta-feira, 12 de maio de 2016

General Sérgio Etchegoyen, é o novo ministro da Secretaria de Segurança Institucional


General Etchegoyen (ao centro), ao assumir o
Estado-Maior do Exército em março de 2015
(Foto: Ministério da Defesa/Divulgação)

Por: Redação OD
O General de Exército Sérgio Westphalen Etchegoyen, de 64 anos, foi o escolhido por Michel Temer para assumir como ministro-chefe da Secretaria de Segurança Institucional. A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) também ficará subordinada à pasta. Atuando desde março de 2015 como chefe do Estado-Maior do Exército brasileiro, coordenando a atuação operacional e a política estratégica dos militares em todo o país, Etchegoyen é natural de Cruz Alta e ingressou na Academia Militar das Agulhas Negras, que forma os oficiais militares, em 1º de março de 1971, tendo escolhido a arma de Cavalaria. Ele é casado e possui três filhos e dois netos, segundo o Exército. Comandou, como general, a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, de 2005 e 2006, em Dourados (MS), a Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, de 2007 a 2009, no Rio de Janeiro, e a 3ª Divisão de Exército – Divisão Encouraçada, de 2011 a 2012, em Santa Maria (RS), tendo sido considerado por alguns militares como um perfil mais "linha dura".