Mostrando postagens com marcador Batalhão de Infantaria de Selva. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Batalhão de Infantaria de Selva. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

“Brigada Foz do Amazonas” do Exército Brasileiro terá 3 mil homens e será inaugurada em janeiro de 2018


Por: Redação OD

Foi publicado no Diário Oficial da União a inauguração da “Brigada Foz do Amazonas” para o dia 26 de janeiro de 2018, que funcionará na área do Comando de Fronteira do Exército no Amapá. O complexo operacional e administrativo vai abrigar até 3 mil militares. De acordo com o comandante do 34º Batalhão de Infantaria e Selva (BIS), Robson Mattos, a inauguração traz um alto escalão para a guarnição que, atualmente, é comandada por um coronel e passará ser liderada por oficial general. Para o militar, o novo complexo vai resultar em geração de novos empregos e em um reforço no trabalho realizado na fronteira do BrasilAlém do Amapá, a brigada vai abranger o 2° e 24º BIS, dos estados do Pará e Maranhão, respectivamente.

sábado, 25 de novembro de 2017

Exército Brasileiro auxilia no resgate de naufrágio no Rio Negro


Por: Redação OD

Quando perguntarem por quê, o Exército Brasileiro se intitula “Braço Forte, Mão Amiga”, mostrem estas imagens ao quem lhe questionar. Pois muitos não entendem este slogan. Mas ele se torna fácil de entender-se, quando ocorrem situações como estas acontecem, onde vemos o Exército Brasileiro, apoiando e salvando as vítimas. No último dia 24/11, por volta das 08:55h (Hora Local), chegou um pedido de socorro ao Comando da 2ª Brigada de Infantaria de Selva (2ª Bda Inf Sl), onde era descrito o possível afundamento de uma embarcação no Rio Negro.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Primeira etapa da brigada do Exército no Amapá será concluída em 2017, Estrutura vai comandar batalhões no Pará e no Maranhão

Nova estrutura deve receber cerca de 3 mil militares em região de fronteira (Foto: Jéssica Alves/G1)

Por: Redação OD

A construção da "Brigada Foz do Amazonas", que funcionará na área do Comando de Fronteira do Exército no Amapá, deve ter sua primeira etapa concluída no início de 2017. De acordo com o Comando Militar do Norte (CMN), o complexo operacional e administrativo vai abrigar até 3 mil militares, de três batalhões no estado, além do Pará e Maranhão. A previsão para a entrega da primeira etapa das obras, que iniciaram em setembro de 2014, foi informada durante uma reunião do Exército, na manhã desta segunda-feira (27). A construção foi orçada em aproximadamente R$ 18 milhões. A instituição vai reunir o corpo da guarda, pavilhão e companhia de comando, além de blocos de alojamento.