Mostrando postagens com marcador H-36 Caracal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador H-36 Caracal. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Software desenvolvido pelo Instituto de Estudos Avançados é integrado aos sistemas do helicóptero H-36 Caracal


Por: Redação OD
software Sistema de Planejamento de Missões Aéreas (PMAII), desenvolvido pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAV), foi integrado aos sistemas da aeronave H-36 Caracal, operada pela Marinha, pelo Exército e pela Força Aérea Brasileira (FAB). Em março, representantes da Airbus Helicopters, da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) e do IEAV, bem como dos operadores da aeronave, se reuniram, em Taubaté (SP), a fim de realizar os testes de pré-qualificação dos sistemas do helicóptero. 

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

H225M completa 10 mil horas de voo na Força Aérea Brasileira, que tem 12 helicópteros do modelo em operação



Por: Redação OD

A Helibras/Airbus Helicopters alcançaram mais um marco importante em sua história. Em apenas seis anos de operação com o H225M (H-36) Caracal, a Força Aérea Brasileira (FAB) completou 10 mil horas de voo com a aeronave. O modelo faz parte do contrato H-XBR, assinado em 2008, com o Ministério da Defesa para o fornecimento de 50 helicópteros de última geração para as Forças Armadas Brasileiras. À FAB serão destinadas 18 aeronaves, sendo 2 do Grupo de Transporte Especial (GTE). 

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Esquadrão Puma é acionado para missão de evacuação aeromédica; Ala 12 e HFAG prestaram socorro ao paciente no Rio de Janeiro


Por: Redação OD

O Esquadrão Puma (3º/8º GAV) foi acionado para a execução de uma Evacuação Aeromédica (EVAM). O Esquadrão sediado na Ala 12, em Santa Cruz (RJ), foi o ponto de partida da tripulação do helicóptero H-36 Caracal, que seguiu para o Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG), onde a aeronave foi configurada com equipamentos de apoio à vida. Sob a coordenação do Major Ney Franklin Junior, a tripulação se deslocou para Santo Antônio de Pádua, localizado a 178 km do Galeão (RJ), onde efetuou o embarque do paciente e o transportou com segurança até o hospital. A missão durou cerca de 2h40 e o paciente, com o quadro de traumatismo cranioencefálico, encontra-se estável e sob os cuidados da equipe médica do HFAG.

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

FAB resgata comandante de navio com infarto em alto-mar (Vídeo)


Por: Redação OD

Um helicóptero H-36 Caracal da Força Aérea Brasileira (FAB), do Esquadrão Falcão (1º/8º Grupo de Aviação), resgatou na quarta-feira (12/10) o comandante do navio A RACER, de origem liberiana, que estava com suspeita de infarto do miocárdio.  A vítima foi içada por um militar da FAB especializado em Busca e Salvamento (SAR) do esquadrão Falcão.

domingo, 5 de junho de 2016

Força Aérea Brasileira suspende voos dos helicópteros VH-36/H-36 (H225M) CARACAL por conta do acidente com o modelo similiar H225 na Noruega


Por: Redação OD


Com face nos acontecimentos dos últimos dias na Noruega com a queda de um H225, foi recomendado que toda a frota de helicópteros deste modelo do Grupo Airbus Helicopters, permaneçam no solo até que todas as investigações sejam realizadas e que só helicópteros possam passar por algum tipo de "recall" e assim terem seus voos normalizados. Baseado nesta recomendação a Força Aérea Brasileira, que opera com uma frota já considerável de helicópteros H225M (versão MIlitar) construídos sob licença pela Helibras na fábrica de Itajubá (MG), fez uso desta prerrogativa e também manterá por segurança no solo os helicópteros VH-36/H-36 (H225M) Caracal, estão proibidos de voar após um grave acidente com modelo similar ocorrido na Noruega.

domingo, 1 de maio de 2016

Força Aérea Brasileira recebeu o primeiro H-36 Caracal capaz de ser reabastecido em voo


Por Redação OD
Não é preciso entender muito de aviação para saber que o H-36 Caracal na versão operacional, recebido em dezembro pela Força Aérea Brasileira, é um helicóptero diferente. Já à primeira vista, o que se destaca é o probe de reabastecimento em voo - uma estrutura na parte dianteira do helicóptero, que se expande para alcançar a cesta do avião-tanque. Esse componente de apenas 3,71m coloca o Brasil entre os melhores do mundo: até agora, só França, EUA e Arábia Saudita possuem, em suas frotas, aeronaves de asas rotativas com essa potencialidade.