Mostrando postagens com marcador Corveta Classe Tamandaré. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Corveta Classe Tamandaré. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Estaleiro Enseada do "Consórcio Villegagnon", mira dias melhores caso sejam os vencedores da CCT



Por: Redação OD

O Consórcio Villegagnon, nascido da união entre a empresa francesa Naval Group, e as brasileiras Mectron e Enseada Indústria Naval (EIN), está entre os nove consórcios que apresentaram efetivas propostas comerciais, junto à Marinha do Brasil para a construção de quatro corvetas classe Tamandaré (CCT). Embora o valor do projeto ainda não tenha sido divulgado oficialmente, mas existe no mercado especulações dando conta de que o valor chegará em torno da casa dos US$ 4 bilhões (R$ 15,5 bilhões), na cotação do dólar na última sexta-feira.

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Radar Gaivota-X: Um produto 100% nacional e que pode vir ser o futuro radar das Corvetas Classe Tamandaré


Por: Anderson Gabino

Um radar de projeto e fabricação 100% nacional, e que opera na banda X, ou seja, entre 8 e 12 GHz e que está sendo desenvolvido pelo Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP) e  a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), o Gaivota-X, parece ter sido o pivô da desistência da Marinha do Brasil em escolher o Mastro Integrado da Thales para dotar as futuras corvetas, desde o início do projeto da atual Barroso, o Almirantado apostou em um produto com alto índice de itens nacionais e diante da recusa da Thales de integrar radares nacionais ao seu IMast 100, e assim preferiu-se dar andamento a solução nacional, foi um dos projetos apresentado e exposto na 1ª Rio International Defense Exhibition (RIDEX 2018), ocorrida semana passada entre os dias 27 e 29 de junho, nos armazéns 3 e 4 do Píer Mauá.

Consórcio Damen Saab Tamandaré foi destaque na 1ª Rio International Defense Exhibition (RIDEX 2018)


Por: Redação OD

O Consórcio formado Damen e a Saab, se fizeram presente na 1ª Rio International Defense Exhibition (RIDEX 2018). Na ocasião, o consórcio apresentou algumas das empresas parceiras brasileiras como a Consub, empresa de soluções em tecnologia especialista em integração de sistemas navais, o Wilson Sons Estaleiros, operadora integrada de logística portuária e marítima do mercado nacional e a Akaer, especializada em mercados aeroespacial e de defesa. A parceria vem com o forte objetivo de atender às necessidades da Marinha do Brasil, onde a Saab e a Damen Schelde Naval Shipbuilding uniram forças e experiência para participar da concorrência das Corvetas Classe Tamandaré.

sábado, 30 de junho de 2018

Goa Shipyard Limited e estaleiro INACE anunciam parceria para a construção de corvetas para a Marinha do Brasil


Por: Redação OD

Na reta final para a entrega da proposta do GSL para a Marinha do Brasil, o estaleiro indiano, um dos mais eficientes estaleiros do Ministério da Defesa da Índia (Defence PSU Shipyard), com a capacidade de projetar uma ampla variedade de navios militares, assinou com o estaleiro brasileiro INACE (Indústria Naval do Ceará), um memorando de entendimento (MoU – Memorandum of Understanding) no dia 08 de junho de 2018 para que três dos quatro navios de guerra contratados possam ser fabricados na INACE caso o GSL ganhe a concorrência atualmente em andamento. A colaboração entre as duas empresas se desdobrará em múltiplos campos da tecnologia permitindo a Transferência de Tecnologia do parceiro indiano ao brasileiro capacitando-o a dominar novas capacidades no futuro.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Estaleiro Indiano Goa Shipyard projeta novas parcerias com o Brasil visando o mercado interno e a América Latina


Por: Redação OD

Atualmente sendo uma dos participantes da licitação, que irá definir breve quem será a empresa vencedora para a construção das futuras corvetas classe Tamandaré da Marinha do Brasil, o estaleiro indiano Goa Shipyard Ltda. (GSL), projeta também estabelecer parcerias com estaleiros nacionais para o atendimento de necessidades junto as Marinhas que compõe a América Latina. O Goa Shipyard está em negociações finais com uma multinacional que vai auxiliá-lo a formular uma proposta comercial, a qual venha a atender aos requisitos e demandas atuais e futuras da Marinha do Brasil. O CEO da empresa Indiana, almirante Shekhar Mittal, revelou recentemente que existem grandes oportunidades de mercado para que, os dois países possam vir à atuar em conjunto, tanto no mercado brasileiro como nos mercados sul-americano e indiano.