Mostrando postagens com marcador Republica Centro Africana. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Republica Centro Africana. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 10 de abril de 2018

Governo Brasileiro desiste de participar da missão de paz na República Centro-Africana. Custo do envio de tropas foi determinante


Por: Redação OD
Brasil desistiu de enviar tropas em missão de paz à República Centro-Africana. A informação foi confirmada, nesta segunda-feira, pelo Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEx). O país vai rejeitar o pedido da ONU, que queria 750 militares para atuar na região. O governo brasileiro considerou que não há dinheiro para custear a missão. No mês passado, a ONU pressionou o Ministério da Defesa para que o país se posicionasse sobre o assunto. Em 2017, a diplomacia brasileira havia sinalizado às Nações Unidas que participaria da missão. A área técnica do governo chegou a diminuir o orçamento para o primeiro ano de ação para R$ 280 milhões — inicialmente, eram R$ 400 milhões.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Militares portugueses durante patrulha na República Centro-Africana foram atacados por grupo rebelde armado


Por: Redação OD

Militares portugueses, durante patrulha na missão de paz da ONU na República Centro-Africana foram atacados no último sábado (30), na região de Bangui, por grupo rebelde armado, informou o Estado Maior General das Forças Armadas. Por meio de uma comunicado, o EMGFA revelou que os militares portugueses realizavam uma patrulha de rotina no terceiro distrito da capital da República Centro-Africana, quando por volta das 1H10 (hora local), tiros de armas ligeiras foram disparados por um grupo armado sobre a patrulha "utilizando a população civil (mulheres e crianças) como escudo humano" para se protegerem de uma possível contra-ataque dos militares. 

sexta-feira, 16 de março de 2018

Almirante de Esquadra (FN) Alexandre avalia a participação brasileira na República Centro-Africana: “Estamos prontos”


Por: Redação OD
A palavra que trago hoje para os senhores é de confiança. Confiança absoluta de que os senhores estão preparados e estarão mais bem preparados ainda quando a MINUSCA [Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana] se concretizar. Mantenham o ímpeto e continuem levando com bastante seriedade o adestramento que está sendo feito e o aprendizado que vem sendo ministrado aos senhores. Quando acontecer, estaremos prontos, como Fuzileiros Navais que somos. Competência nós temos de sobra, para cumprir qualquer tipo de tarefa. Parabéns a todos. Não percam o foco. Continuem no nível e no ritmo de adestramento que os senhores estão. Tenho certeza de que, mais uma vez, teremos um Grupamento Operativo no nível que o Corpo de Fuzileiros Navais merece. AD SUMUS!”.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil recebe novos conhecimentos sobre a República Centro Africana (RCA)


Por: Redação OD
O Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil, recebeu para proferir palestra nos dias 30 e 31 de Janeiro, um Oficial do Exército Francês, o Capitão Yoann YVINEC, que veio ao Brasil compartilhar seus conhecimentos operacionais sobre a missão da França na RCA e particularidades da cultura local. O público alvo de suas palestras foi composto por Oficiais, Suboficiais e Sargentos do CCOPAB e do Centro de Adestramento Leste (CA-LESTE) que estarão diretamente envolvidos na preparação dos efetivos para um possível desdobramento no país africano.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Na ONU, presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, promete acelerar o envio de soldados à República Centro-Africana


Por: Redação OD

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou na tarde desta segunda-feira na sede da ONU, em Nova York, que o Congresso deve aprovar rapidamente o envio de tropas para a missão de paz na República Centro-Africana, nos moldes do que ocorreu na missão do Haiti. Maia se encontrou com o secretário-geral da entidade, António Guterres. Eu disse a ele (Guterres) que vou trabalhar junto ao presidente Michel Temer para que ele possa encaminhar logo a autorização (para a participação das Forças Armadas), para que o Congresso possa aprovar a decisão o mais rápido possível, disse ele.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas nomeia grupo para reconhecimento da área de operações na República Centro-Africana (MINUSCA)


Por: Anderson Gabino
Foi publicado no dia de hoje em Diário Oficial da União, a designação realizada pelo Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Almirante-de-Esquadra Ademir Sobrinho, da relação dos militares que irão compor o grupo de Reconhecimento da área de operações da Missão Multidimensional Integrada das Nações Unidas para a Estabilização da República Centro-Africana (MINUSCA), segue abaixo o ofício na integra