Mostrando postagens com marcador Conflito. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Conflito. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Irã ataca alvos militares Israelenses e em resposta Israel usa caças e mísseis contra posições do Irã na Síria

Mísseis atravessam o céu de Damasco, na Síria - 10/05/2018 (Omar Sanadiki/Reuters)
Por: Redação OD

Forças Iranianas, dispararam cerca de 20 mísseis contra alvos militares de Israel  localizados nas Colinas de Golã nesta quarta-feira (9), segundo o Exército israelense. Alguns dos projéteis foram interceptados pelos sistemas de defesa israelenses, de acordo com as primeiras informações. O ataque foi lançado pelas Força Quds, uma unidade especial do Exército de Teerã, de dentro do território sírio, segundo os israelenses. Não há relatos de feridos ou mortos. O coronel israelense Jonathan Conricus afirmou em uma ligação telefônica com diversos jornalistas que as bases militares sofreram danos “limitados”, segundo o jornal Financial Times. Ainda de acordo com o militar, as forças israelenses revidaram o ataque.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Aceno ao diálogo da Coreia do Norte é ‘falso’, diz ex-espiã que explodiu avião sul-coreano

'O único objetivo da Coreia do Norte é completar seu programa nuclear. A Coreia do Norte não vai mudar por diálogo', diz Kim Hyun-hui
Por: Redação OD
Espiã da Coreia do Norte na década de 1980, Kim Hyun-hui explodiu, com a ajuda de um segundo agente, um avião com 115 sul-coreanos meses antes dos Jogos Olímpicos de Seul de 1988. Arrependida, hoje ela vive escondida na Coreia do Sul e anda constantemente sob proteção de seguranças, com medo de possíveis retaliações de seu país natal. Mais de 30 anos depois do incidente, que ela define como "a cruz que precisará carregar para o resto da vida", e às vésperas da Olimpíada de Inverno sul-coreana, Hyun-hui defende que as iniciativas de "diálogo" e "paz" que surgiram como os jogos são "falsas".

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Governo dos EUA aprovam venda de armas a Taiwan por US$ 1,3 bilhão


Por: Redação OD

Os Estados Unidos aprovaram a venda de armas a Taiwan por um valor de US$ 1,3 bilhão, informou nesta quinta-feira (29) um funcionário americano. Esta decisão pode provocar a ira de Pequim, que considera Taiwan uma província rebelde. "Isso não muda nosso compromisso com a política de 'uma só China' contraída há muito tempo", disse o funcionário, enfatizando que essa política é considerada um pré-requisito por Pequim para manter relações diplomáticas. Segundo o funcionário americano, o armamento inclui principalmente sistemas de radar e de mísseis, mas também há uma "atualização" de sistemas que já estão em poder de Taiwan. 

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Relatos conflitantes deixam em xeque a veracidade da agressão Russa contra a Força Aérea Israelense



Por Redação OD

Vários meios de comunicação israelenses afirmaram que as forças russas na Síria dispararam pelo menos duas vezes contra aviões militares israelenses nas últimas semanas. Embora nenhuma data ou local em específico, para os incidentes foi relatado. O local em que a IAF relata onde “parece”, que estes encontros ocorreram, foi quando caças da Força Aérea Israelense voaram sobre a Síria para investigar e assim atacar alvos suspeitos de transferências de armas para o Hezbollah.