quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Fragata “Liberal” suspende para realizar a missão “Operação Líbano XIV” (Vídeo)


Por: Redação OD

No dia 4 de agosto, a Fragata “Liberal” desatracou da Base Naval do Rio de Janeiro para realizar a “Operação Líbano XIV”. Por um período de oito meses, o navio será o capitânia da Força Tarefa Marítima (FTM), da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL). A fragata conduzirá as operações de interdição marítima a fim de prevenir a entrada de armas não autorizadas no território libanês, bem como qualquer material correlato, além de contribuir para o adestramento da Marinha Libanesa. Ao chegar ao Líbano, no dia 15 de setembro, o navio substituirá a Fragata “Independência”, que cumpre a missão desde janeiro deste ano.

A Marinha do Brasil (MB) participa desde 2011 da FTM-UNIFIL, ocasião em que assumiu o comando da Força Tarefa Marítima multinacional e passou a enviar um navio para atuar como capitânia do Comandante da Força. Atualmente, o Contra-Almirante Eduardo Machado Vazquez é o Comandante da FTM-UNIFIL, integrada por navios da Alemanha, Grécia, Indonésia e Turquia, além do Brasil. É a quarta vez que a Fragata “Liberal” participa da “Operação Líbano”, tendo atuado anteriormente, em 2012 (Líbano II), 2014 (Líbano V) e 2016 (Líbano X). A Fragata “Liberal” é o quarto navio a ostentar este nome na MB, sendo também a quarta de uma série de seis Fragatas da Classe “Niterói”, construídas como parte do Programa de Renovação e Ampliação de Meios Flutuantes da Marinha, e a quarta construída pela Vosper Thornycroft Ltd., em Woolston, Hampshire, Inglaterra.


Fonte: CCSM

Nenhum comentário: