quinta-feira, 19 de julho de 2018

Vídeo da Força Aérea Russa mostra exercício conjunto entre caças MiG-31 com mísseis Kinzhal e bombardeiros Tu-22M3


Por: Redação OD

A Força Aérea Russa vem realizando exercícios conjuntos de caças MiG-31 armados com mísseis hipersônicos Kinzhal e de bombardeiros de longo alcance Tu-22M3, revelou o Ministério da Defesa em um comunicado à imprensa. De acordo com a nota, a Russia continua tomando medidas para reforçar a sua segurança militar, e a criação de novos sistemas estratégicos de armas visa aumentar ainda mais a capacidade de prevenir-se de qualquer agressão contra a Russia e aos seus aliados. "Desde abril de 2018, no âmbito das iniciativas de contenção estratégica, está sendo efetuado, por meio de aviões MiG-31 com mísseis Kinzhal, o patrulhamento aéreo do mar Cáspio", relata o ministério.

No decorrer destas ações, os militares obtêm a experiência necessária para a preparação e o cumprimento das missões, incluindo a partir de aeródromos operacionais. Junto com as tripulações da aviação de longo alcance, foram realizadas manobras de treinamento de ações práticas contra alvos terrestres e marítimos. "Durante as manobras foram detalhadamente elaboradas as questões de planejamento, preparação e uso conjunto dos sistemas de mísseis Kinzhal, dos bombardeiros de longo alcance Tu-22M3, bem como de caças de escolta das esquadrilhas de ataque", adiciona o ministério.

O comunicado ressalta ainda que, as ações dos vários sistemas de aviação de ataque confirmaram a alta eficácia de seu uso conjunto ao efetuarem surtidas contra alvos inimigos. Durante as ações realizadas, todas as missões de combate e treinamento foram realizadas com alta performance das tripulações e dentro dos prazos previstos, assim as tripulações ganham experiência de ações conjuntas na destruição de alvos terrestres e marítimos. Finalmente, o ministério mencionas que "simultaneamente com estes exercícios de patrulhamento, continuam os voos de teste que visam ampliar as capacidades de combate do míssil Kinzhal, que junto com outros sistemas de armas russas, fora apresentado ao mundo em 1º de março durante o sessão do parlamento.


*Com informações de agências de notícias interncionais 

Nenhum comentário: