domingo, 6 de maio de 2018

Governo Turco promete retaliar caso o parlamento dos EUA decidam por suspender a venda dos caças F-35


Por: Redação OD

Recentemente, o senador norte-americano James Lankford disse que "as decisões estratégicas da Turquia infelizmente divergem cada vez mais, e por vezes contradizem os interesses dos EUA". Assim sendo, o governo Turco sinaliza que irá retaliar caso Washington decida por não aprovar o fornecimento dos caças F-35A ao país, declarou o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu. O ministro falou que a proposta dos legisladores norte-americanos, de suspenderem a venda de armas a Turquia, incluindo os caças F-35, foi errada, sem uma lógica plausível e não coordenada entre os membros aliados da OTAN. Ancara comprou os caças F-35A no âmbito do programa multinacional Joint Strike Fighter, liderado pelos EUA. 


O vice-secretário de Estado dos EUA para Assuntos Europeus e Eurasiáticos, Wess Mitchell, avisou que a compra dos mísseis russos S-400 pela Turquia poderia afetar a decisão de Washington de fornecer caças F-35 à Ancara. De acordo com ele, a cooperação geopolítica de Ancara com Moscou e a sua decisão de comprar os sistemas antiaéreos russos S-400 poderia dificultar os fornecimentos de caças F-35. Em dezembro de 2017, a Russia e a Turquia assinaram o acordo sobre o fornecimento de sistemas S-400. De acordo com a declaração do Secretariado da Indústria de Defesa turco, Ancara adquiriu duas baterias deste sistema, que será operado pelo exército turco.

*Com informações de agência de notícias internacionais
Postar um comentário