sexta-feira, 25 de maio de 2018

Caças F-35I Adir da Força Aérea Israelense teriam iludido sistemas de mísseis russos S-300 na Síria


Por: Redação OD

Caças F-35I Adir da Força Aérea Israelense, conseguiram ficar “invisíveis” para o sistema de misseis antiaéreo russo S-300, durante a sua recente operação sobre a Síria, descreveu a revista Popular Mechanicsna sua última edição. Israel havia informado, com antecedência, sobre o primeiro voo dos caças F-35I Adir em combateSegundo as autoridades militares do país, os caças foram usados em dois cenários de combate, mas as operações com um alto teor de sigiloso são mantidas em fechado. Se caso, os sistemas antiaéreos russos tivessem conseguido detectar os caças, ressalta a edição, os mesmo teriam transmitido esta informação à defesa antiaérea Síria, o que impediria o cumprimento das missões de combate declaradas por Israel. 


O artigo nota que em uma situação análoga, teria lugar se Israel tivesse usado os aviões no Irã, país que também possui mísseis S-300. A publicação ressalta ainda que, o elemento principal do sistema furtivo do avião é o radar de matriz ativa faseada, o que não só permite mostrar o revelo e vigiar os alvos, mas também mascarar o avião, não permitindo assim, que sistemas radio-eletrônicos inimigos possam vir a detectá-lo. Neste mês, além de Israel, a Turquia e o Japão anunciaram que irão comprar os caças F-35 aos EUA. Ancara, já trabalha com a data de 21 de junho para o recebimento do seu primeiro caça de geração, e em Tóquio pretendem finalizar as compras até o final de maio.


*Com informações de agência de notícias internacionais
Postar um comentário