quinta-feira, 15 de março de 2018

Turma Barão de Melgaço celebra 40 anos de ingresso na Marinha do Brasil

Turma Barão de Melgaço celebra 40 anos de ingresso na Marinha

Por: Redação OD

Camaradagem, espírito de corpo, certeza da missão cumprida. Foi com esses atributos que 111 componentes da Turma Barão de Melgaço se reuniram, na manhã do dia 25 de fevereiro, no Colégio Naval, para celebrar com júbilo, honra e glória a tradicional cerimônia de 40 anos de ingresso da turma na Marinha. A Turma Barão de Melgaço (ATBM), que completa em 2018 quarenta anos de existência, reúne em seus quadros aqueles que ingressaram no Colégio Naval em 1978, na Escola Naval em 1981 e os que foram declarados Guardas-Marinha em 13 de dezembro de 1984. A ATBM é representada atualmente pelo Vice-Almirante Sérgio Nathan Marinho Goldstein, mais antigo no serviço ativo.

A cerimônia militar foi iniciada com uma alocução de boas vindas proferida pelo Capitão de Mar e Guerra Emerson Augusto Serafim, Comandante do Colégio Naval, estando a Turma Barão de Melgaço e um grupamento de alunos em formatura. Na sequência, deu-se o canto do Hino do Colégio Naval, entoado por todos os presentes, inclusive pelos familiares. Em seguida, num momento de forte emoção, o Capitão de Mar e Guerra, da reserva remunerada, Carlos Emanuel Rodrigues, acompanhado do aluno 3015 André Emanuel, seu filho, abriram os portões históricos. A Turma Barão de Melgaço, comandada pelo Vice-Almirante Goldstein, rompeu marcha em direção ao pátio interno, ao som da canção Cisne Branco. 

O Contra-Almirante André Luís Silva Lima de Santana Mendes realizou um discurso de invulgar conteúdo, rememorando episódios históricos da turma ao longo dessas quatro décadas, alternando doses de humor com homenagens importantes. 

Descerramento da Placa Alusiva aos
40 anos da Turma Barão de Melgaço
Neste sentido, foi digno de registro o tributo prestado ao Professor Luiz Sérgio, presença de relevo na cerimônia, tendo sido ovacionado por todos em nome do Corpo Docente do Colégio Naval. Ato contínuo, foi também com emoção que o orador prestou justa homenagem aos 15 companheiros falecidos. Com propriedade, ele destacou que eles “sempre farão parte das lembranças eternas que aqui começamos a construir”. Fez-se, então, o toque de silêncio protocolar. Concluindo o evento, o Capelão do Colégio Naval fez uma oração sucinta. O Vice-Almirante Goldstein, acompanhado do Contra-Almirante Borges e do Capitão de Mar e Guerra, da reserva remunerada, Hermes, chefe de classe da turma, realizaram o descerramento oficial da placa alusiva à data.

A turma tem como Patrono o Almirante Augusto João Manuel Leverger, Barão de Melgaço, nascido em 1801 em Saint Malo, França, e posteriormente naturalizado brasileiro. Com forte pendor marinheiro desde seus dezesseis anos, foi geógrafo e hidrógrafo, deixando vultosas obras sobre a geografia e a história da Província de Mato Grosso, da qual foi Presidente por três mandatos consecutivos, além da elaboração do primeiro roteiro e dos levantamentos hidrográficos do Rio Paraguai. Participou ativamente da Guerra do Paraguai, tendo comandado o rechaço à invasão de tropas paraguaias a Cuiabá, em 1865, quando lhe foi conferido o título de Barão. Faleceu em Cuiabá, em 1880.

Fonte: CCSM
Postar um comentário