quinta-feira, 8 de março de 2018

Embraer não atingiu meta de lucro em 2017 devido a testes de voo do KC-390. Custo de US$ 50 mi a mais afetou Ebit e Ebitda


Por: Redação OD
Durante entrevista a jornalistas nesta quinta feira (08), o vice-presidente executivo de Finanças e Relações com Investidores da Embraer, José Filippo, revelou que a Embraer não atingiu a meta de lucro do ano passado devido a custos adicionais inesperados com ensaios de voo do novo cargueiro militar KC-390. Em novembro, a Embraer disse que interrompeu os voos do primeiro protótipo do KC-390, que deve entrar no serviço este ano, depois que um teste de stall levou o avião de transporte para além dos limites operacionais, revelando ainda que o avião já retomou aos ensaios de voo.

José Filippo explicou que, os resultados da Ebit e Ebitda em 2017 foram afetados por um custo adicional de US$ 50 milhões no programa do jato multimissão KC-390. De acordo com o executivo, esse valor reconhecido no resultado do quarto trimestre está relacionado à revisão de custos de engenharia. Conforme divulgado nesta quinta mais cedo, a Embraer não atingiu o seu guidance de 2017 para os indicadores de Ebit e Ebitda (resultados e margens). Em 2017, o resultado operacional ajustado ficou em US$ 397,1 milhões, aquém dos US$ 450 milhões a US$ 550 milhões projetados pela empresa. Já a margem operacional ajustada atingiu 6,8%, também fora da faixa de 8,0% a 9,0%.
Por sua vez, o Ebitda ajustado atingiu US$ 712,5 milhões em 2017, montante inferior ao previsto, entre US$ 770 milhões e US$ 890 milhões. Com isso, a margem Ebitda ajustada ficou em 12,2%, também aquém da faixa de 13,5% a 14,5% esperada. Filippo relembrou que, em outubro do ano passado, a companhia já tinha o discurso de que ambos os indicadores deveriam ficar na faixa de baixo da estimada. O executivo reiterou que o cronograma do projeto está mantido, de modo que a primeira entrega do KC-390 para a Força Aérea Brasileira (FAB) segue prevista para o segundo semestre de 2018. “Não houve nenhuma situação do projeto que ensejasse revisão”, comentou. Sobre o incidente com um dos protótipos do jato no ano passado, Filippo afirmou que os ajustes já foram feitos e que os dois protótipos estão voando.

*Com Informações de Agência de Notícias Nacionais

Nenhum comentário: