domingo, 18 de junho de 2017

Marinheiros desaparecidos são achados e USS Fitzgerald quase afundou com danos bem significativos, diz Marinha do EUA

Na foto observa-se o navio adernado a boreste (direita) por conta do grande rasgo feito abaixo da linha d`´agua e a consequente inundação. (Foto: Iori Sagisawa/Kyodo News via AP)
Por: Redação OD

O USS Fitzgerald (DDG 62) ficou próximo de afundar após a colisão com o cargueiro de bandeira filipina ACX Crystal, onde o navio americano teve uma grande fenda aberta, abaixo da linha d`água, afirmou o vice-almirante Joseph Aucoin porta voz da Marinha dos EUA neste domingo. Mais cedo, em uma nota a Marinha dos EUA confirmou que os sete tripulantes, que estavam desaparecidos, foram encontrados mortos em compartimentos inundados a bordo do destróier, com isso as buscas no mar foram suspensas. 

Dano causado ao USS Fitzgerald após o destróier colidir com um navio mercante com bandeira das Filipinas neste sábado (17) (Foto: Iori Sagisawa/Kyodo News via AP)
"Os danos foram significativos, houve um grande rasgo [no casco] abaixo da  linha d`água", disse o vice-almirante Joseph Aucoin, em entrevista na base naval de Yokosuka, no Japão. Esforços desesperados de controle de danos da tripulação conseguiram salvar o navio, e assim será possível reparar o destróier, segundo o vice-almirante, mas o conserto demorará meses. "Felizmente em menos de um ano, vocês verão o USS Fitzgerald de volta". O acidente ocorreu ontem, no mar do Japão. 

Corpos dos Marinheiros desaparecidos são encontrados


Conforme dito. os corpos dos sete marinheiros do navio militar USS Fitzgerald, foram encontrados em compartimentos inundados do destróier, "Com as equipes de busca e salvamento ganhando acesso aos espaços que foram danificados durante o acidente, os marinheiros desaparecidos foram localizados", segundo a mesma nota da Sétima Frota dos EUA.


Os corpos dos marinheiros estão sendo levados ao Hospital Naval de Yokosuka, a sudoeste de Tóquio, para que a identificação seja feita e as identidades sejam divulgadas, segundo o comunicado. Todos foram encontrados já sem vida, segundo a imprensa japonesa. 



FONTE: Reuters
Postar um comentário