sábado, 10 de junho de 2017

Governo de Portugal necogia com a Embraer compra de 5 cargueiros KC-390


Por: Redação OD
O Conselho de Ministros de Portugal aprovou resolução que autoriza o início das negociações do governo com a Embraer para a aquisição de cinco aeronaves KC-390, com opção de mais uma unidade do cargueiro militar, e mais a compra de um simulador de voo (fullflight simulator CAT D), para instalação e operação em território nacional luso.

“A importância estratégica que a indústria aeronáutica pode desempenhar para o desenvolvimento econômico nacional, enquanto indústria de elevado valor acrescentado com capacidade para estimular e valorizar o investimento em inovação, dinamizar a criação de redes de empresas de base tecnológica e a disseminação horizontal de tecnologias entre setores, promover o emprego qualificado e as exportações, justificou o envolvimento de Portugal, desde 2010, no projeto de desenvolvimento e produção do KC-390”, afirma o Conselho de Ministros de Portugal em nota após a reunião.

O negócio, se fechado, vai representar a primeira venda a um governo estrangeiro do novo cargueiro militar fabricado pela Embraer. O avião, que começou a ser desenvolvido há oito anos, está em fase final de testes e início dos processos de certificação. O governo brasileiro é no momento o único comprador firme, com uma encomenda de 28 unidades, em um negócio de R$ 7,2 bilhões. A primeira unidade desse pedido será entregue em 2018.
Em entrevista na última terça-feira (6), o presidente da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva, adiantou que esperava assinar a primeira venda do KC-390 ainda este ano, com possibilidade de que o negócio possa ser anunciado já este mês, durante a feira de aviação, em Paris. Parte do projeto do KC-390 passa por Portugal, uma vez que algumas peças do cargueiro são fabricadas em uma das duas unidades que a companhia tem em Évora — resultados de um programa de investimento de 180 milhões. A empresa brasileira tem ainda um centro de engenharia e tecnologia nesse local.

Além dessa venda do KC-390 para Portugal, mais próxima, a Embraer tem assinadas cartas de intenções de compra com quatro países — Argentina, Chile, Colômbia e República Tcheca´—, além da demonstração de interesse por parte de Canadá e Nova Zelândia. As ações da Embraer abriram a sessão de hoje na bolsa brasileira em alta de 0,25%, cotadas a R$ 15,94.
FONTE: Valor Econômico

Nenhum comentário: