segunda-feira, 19 de junho de 2017

Falta de sinalização da SAAB de onde será instalada a fábrica de suprimentos preocupa governo municial de São Bernardo

Por: Redação OD
A Prefeitura de São Bernardo manifestou preocupação com a indefinição sobre o local da fábrica que a empresa sueca Saab pretende montar no município. A empresa, que deve fabricar os suprimentos e peças para os caças Gripen NG, ainda não entrou em contato, para a sequência do projeto. Na visão do administrador, faltam detalhes sobre o início da produção e o impacto do programa para o município. “A empresa pode vir se instalar na cidade, o que sei hoje sobre a produção dos caças é tudo via notícias de jornal. Considero importante (a instalação), pode ser novo case da indústria da região. Mas precisam trazer fato concreto”, comentou o prefeito Orlando Morando.
Procurada, a Saab comunicou, por meio de nota, que divulgará mais informações sobre o projeto em breve. “Os detalhes da fábrica de suprimentos do programa Gripen estão sendo finalizados e serão anunciados no devido tempo. Este investimento faz parte do nosso comprometimento, dentro do programa, de contribuir para que a indústria de defesa e a Força Aérea brasileira, dominem todo o conhecimento necessário para o desenvolvimento do futuro caça, a partir do programa de transferência de tecnologia iniciado em outubro de 2015”, completou.

De acordo com a empresa, mais de 50 engenheiros brasileiros estão sendo treinados nas instalações da Saab, na Suécia, e mais de 100 profissionais já voltaram para o Brasil e estão trabalhando no desenvolvimento da aeronave. Até 2024, segundo a companhia, mais de 350 profissionais brasileiros participarão de cursos e treinamento na Europa. Os aviões-caça Gripen NG substituirão a frota de 36 aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) entre os anos de 2019 e 2024.
No fim do ano passado, a Saab inaugurou, junto com a Embraer, um centro de desenvolvimento do Gripen NG, em Gavião Peixoto, no Interior de São Paulo. Durante a inauguração, o CEO da Saab, Hakan Buskhe, afirmou que a companhia estava verificando locais para construir a fábrica de aero estruturas e que, apesar de São Bernardo ser o principal lugar estudado, o endereço seria anunciado apenas no começo deste ano, o que ainda não ocorreu.


O centro de Gavião Peixoto, conforme dados da empresa, funciona como hub (peça de transmissão de dados) de desenvolvimento tecnológico do Gripen NG no Brasil junto às empresas parceiras. A estrutura contempla o ambiente e os simuladores necessários para o desenvolvimento dos caças. Além disso, o centro está conectado à Saab na Suécia e aos parceiros industriais brasileiros, tendo como foco a transferência de tecnologia e desenvolvimento eficientes. 
FONTE: Diário do Grande ABC
Postar um comentário